Ampliação da pista do aeroporto de Porto Alegre é adiada para 2012. Pista será elevada em 5 metros

Elevação da cabeceira exigirá novos estudos. Obras devem começar ainda no primeiro semestre

O prolongamento da pista do aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, foi adiado mais uma vez. Agora, os trabalhos devem começar somente no ano que vem, segundo estimativa da Infraero, que previa o início da obras para o primeiro semestre de 2011.

Considerado como uma das obras mais importantes para o transporte de cargas no Rio Grande do Sul e estratégico para a Copa de 2014, o projeto ainda não foi liberado pelo Exército, responsável pelo estudo a pedido da Infraero.

Área do seroporto Salgado Filho: rampa para evitar desapropriação do BIG Sertório. Imagem: Google Earth

Sem o projeto, a estatal fica impedida de lançar a licitação para a reforma. O atraso, conforme o superintendente da Infraero na região Sul, Carlos Alberto da Silva Souza, foi causado por uma mudança no projeto. A Infraero optou por elevar uma das cabeceiras da pista para evitar a retirada dos obstáculos em torno do terreno do aeroporto, como um hipermercado localizado na avenida Sertório, inaugurado em outubro de 1990.

“Com o projeto do jeito que estava, precisaríamos remover o estabelecimento. Como o impacto seria muito grande, concluímos que seria melhor refazer o plano, para não precisarmos pagar a indenização pelo lucro cessante e mais o valor do bem”, explica Souza. A solução encontrada foi aumentar a elevação da cabeceira da pista em 5 metros. Hoje, a pista já é inclinada em 3,95m entre o ponto mais alto e o mais baixo.

Com a mudança, essa diferença vai passar para 8,95 metros. Isso significa que o novo trecho da pista, de 920 metros, será uma espécie de rampa sutil. De acordo com a Infraero, será difícil perceber a inclinação, já que a terra e a grama nas laterais da pista irão acompanhar o aumento de altura do terreno. A intervenção será realizada apenas na ponta próxima da avenida Sertório.

O projeto deve ser liberado em setembro, e só então ocorrerá a licitação para a escolha da empreiteira responsável. O novo prazo para o começo das obras é em janeiro de 2012. Atualmente, a pista tem 2.280 metros e passará para 3.200 metros após os trabalhos.

Embora a Infraero esteja comprometida em entregar a obra antes da Copa, o prolongamento da pista não consta na matriz de responsabilidade de Porto Alegre. A nova pista vai permitir que aviões de carga e de passageiros aterrissem na cidade com carga máxima. Paralelamente às obras na pista, outras melhorias na estrutura do lugar estão sendo implantadas.

Um novo sistema de aproximação por instrumentos (ISL), por exemplo, será instalado em 60 dias e vai reduzir os fechamentos do aeroporto por causa da neblina. Os dois terminais de passageiros que, juntos, atendem a 7,5 milhões de pessoas, passarão a receber mais de 10 milhões após as demais reformas que estão em curso no Salgado Filho.

Matéria de Leila Ghiorzi e Alexandre de Santi – Porto Alegre 

Portal 2014



Categorias:aeroportos brasileiros

Tags:,

40 respostas

  1. Sugestao: Faz-se do Salgado Filho somente rotas nacionais. E Cria-se outro aeroporto no norte da ilha das flores que tem de largura 5KM e fica a 8km da cidade.

    Curtir

  2. Não foi na construção desse big que a uns anos deu problema por causa de um guindaste que tava em rota de voo do aeroporto?
    Não tenho certeza.

    Lembro que era uma obra de algum mercado assim, e tiveram que parar a obra por causa do guindaste.

    Curtir

  3. é, concordo contigo, o aeroporto deveria estar preparado na verdade pra receber qq tipo de aeronave…
    só uma duvida, a pista vai ser so extendida ou será alargada tb?

    ps: a american tb voa pra BSB com o 752.

    O 757 teria alcance p voo direto de POA p/ os EUA? ouvi falar que um dos mais longos voos do 757 realmente é o BSB – ATL…

    Curtir

  4. augusto, a maioria dos aviões aceitam bem uma inclinação de dois pés a cada 100 metros de pista…
    então como 2 pes = mais ou menos 0.6 metros, serão mais 1000 metros de ampliação, então os 5 metros estão quase lá…
    o negocio é se tu adiciona vento de popa, ai tem que ter mais pista.

    Curtir

  5. Pois é, Leonardo, é o que também quero saber.

    O 777-200 e o 747, tudo bem, sabemos que não precisa de tanta pista, mas e as outras versões do 777? Operam em Buenos Aires e de maneira direta e com carga máxima?

    Vale lembrar que os 777-200LR da Qatar fazem escalas em SP. Muitas rotas da ARG fazem escalar em GRU. Ok, mais por motivos de demanda, já que a ARG não teria viabilidade para encher tais vôos sozinhos. Mas um 777-200LR da Qatar ou da Emirates, apesar de poderem voar non-stop por mais de 17mi km, o que dá para voar non-stop para quase todo o globo terreste, ainda assim não poderiam operar FULL em EZE, pois falta pista para ta to se a mesma efetivamente tem só os 3300m que o P.Alegre falou e que acredito que tenha.

    Curtir

  6. Leonardo, com escalas em GRU ou GIG seria plenamente possível, mas foi isso que a American fez em 1998 e não faz mais. Hoje em dia ou as cias aéreas fazem longas rotas non-stop, ou não o fazem, vide TAP e American. Manaus, BH e BSB possuem rotas non-stop para os EUA. Apenas REC e SSA compartilham o mesmo vôo.

    E atualmente o padrão moderno adotado tem sido o 777. Pode ser que em POA recebamos o 757 ou o 767, como a Delta o faz em BSB e BH, mas precisamos estar preparados para recebermos um 777 se assim for necessário ou requisitado.

    E com certeza cada metro faz toda a diferença, 100m a menos comprometem totalmente. No caso dos qmodelos que necessitam de 3.536m de pista seriam 336m a menos, impossível, pois a aeronave usa toda a pista para decolar com carga máxima, cada metrinho dela.

    Com escalas em GRU ou GIG sempre foi possível operar em POA e nem precisaríamos de pista ampliada, mas esse foi o empecílho para a criação de vôos em POA, pois falavam que deveriam ser diretos, e isso continuará sendo empecilho para as cias aéreas que queiram operar determinado tipo de aeronave (outras versões do 777). Veja que a Qatar e a Emirates nem tem 767, só 777. São empresas que aparentemente dificilmente operariam em POA, mas se pensarmos que a Qatar está em vias (negociações) para comprar a TAP, a inoperância do 777 em POA poderia até mesmo acabar com a rota para Lisboa, se a Qatar adotasse os seus 777 na frota e rotas da TAP também. Precisamos estar aptos para todas as aeronaves.

    Parece que estou contra o aeroporto, mas só estou sendo realista. A ampliação ajudará bastante e ampliará bastante o eque de aeronaves atendidas, mas não nos livrará de consideráveis barreiras técnicas ainda.

    E me questiono sobre esse nivelamento da pista às alturas também, concordo com o Augusto, vamos aguardar…

    Curtir

  7. O lance é o seguinte. Ficou-se aqui discutindo durante mais de 10 anos a ampliação da pista e JAMAIS se argumentou sobre a necessidade de se projetar a tal rampa. Agora, na hora da onça beber água, surge esse projeto de undécima hora. Por que a INFRAERO em conjunto com Exército só decidiram isso agora?
    Afinal de contas…qual o mistério disso tudo?
    Esse trecho em aclive vai encarecer a obra em algumas vezes…e notem que 5 metros de desnível em meros 920 metros é algo bem acentuado. Eu realmente não sei se, por exemplo, um A380 com lotação máxima foi projetado pra decolar num aclive assim. Com a palavra, a Airbus.

    Curtir

  8. realmente, como ezeiza opera sem restrições de mtow?

    Curtir

    • Pois é, o que também quero saber.

      O 777-200 e o 747, tudo bem, sabemos que não precisa de tanta pista, mas e as outras versões do 777? Operam em Buenos Aires e de maneira direta e com carga máxima?

      Vale lembrar que os 777-200LR da Qatar fazem escalas em SP. Muitas rotas da ARG fazem escalar em GRU. Ok, mais por motivos de demanda, já que a ARG não teria viabilidade para encher tais vôos sozinhos. Mas um 777-200LR da Qatar ou da Emirates, apesar de poderem voar non-stop por mais de 17mi km, o que dá para voar non-stop para quase todo o globo terreste, ainda assim não poderiam operar FULL em EZE, pois falta pista para ta to se a mesma efetivamente tem só os 3300m que o P.Alegre falou e que acredito que tenha.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: