CEITEC: Ex-presidente confirma que a fábrica gaúcha de chips não funciona e foi um antro de malfeitorias

Anunciada como o início da mudança da matriz industrial do RS, que pularia diretamente da agroindútria para a civilização pós-industrial, a fábrica de chipes de Porto Alegre, o Ceitec, passou ao centro de um furacão de denúncias de patifarias e malversação de dinheiro público que envolve fundo o governo Lula e seu aliado, o PSB do Rio Grande do Sul, do deputado Beto Albuquerque, que bancou politicamente o empreendimento e nomeou quase todas as diretorias. O ministério foi do seu Partido durante todo o governo Lula.

O Ceitec já consumiu R$ 300 milhões e até agora não produziu chips – o dobro do previsto inicialmente. As obras sofreram 13 aditivos em seis anos e estão na mira do Tribunal de Contas da União. Uma auditoria identificou várias irregularidades na construção, inclusive superfaturamento de ao menos R$ 15,8 milhões, além de problemas na licitação conduzida pela gestão anterior. Nos bastidores, Mercadante classificou a situação como “um escândalo”.

Desde o ano passado, circula em Porto Alegre uma cópia da carta de demissão de Eduard Weichselbaumer, que vive hoje na Califórnia, na qual ele revela que os equipamentos da fábrica estão tecnologicamente ultrapassados e simplesmente não funcionam, apesar de terem sido reformados.

Eduard Weichselbaumer disse que o então ministro do PSB decidiu atrasar a obra em 5 anos, quando poderia ter feito tudo em um ano.

Confrontado pela revista Istoé neste final de semana, o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloísio Mercadante, o chefe dos Aloprados, que visitou o Cietec no dia 25 de abril, um ano depois da inauguração avisou:

O PSB que armou essa bomba, ele que a desarme.

O ministro baixou portaria criando uma comissão técnica para acompanhar a entrega do Ceitec, mas com a ressalva de que o recebimento da fábrica, “não exclui a responsabilidade civil pela solidez e segurança da obra, nem ético-profissional pela execução do contrato”. Assim, Mercadante lava as mãos sobre prováveis problemas legais.

O PSB a que se refere o ministro é o PSB do deputado Beto Albuquerque, secretário de Infraestrutura e Logística do governador Tarso Genro.

As denúncias vieram a público neste final de semana, quando finalmente veio a público a carta do ex-presidente, o alemão Eduard R. Weichselbaumer. O executivo alemão pediu demissão em julho do ano passado. Em sua carta de demissão, Weichselbaumer denuncia as pressões que sofreu da cúpula do ministério para assinar aditivos.

 “Infelizmente a administração do Ministério da Ciência e Tecnologia dificultou e tornou completamente impossível concluir esta tarefa negociando em separado com o fornecedor”, escreveu. Segundo Weichselbaumer, a fábrica de chips poderia ter sido concluída em 12 meses, mas o ministério fez questão de postergar a obra por mais de cinco anos, um prazo considerado excessivo.

Achei tão incrível esta notícia que achei interessante trazer os comentários anônimos feitos no Blog do Políbio Braga também.

Vejam:

  •  Anônimo disse…

ser criticado p /Mercadante é o fim, para determinados projetos do n/Estado. Senhor Eduard, alemão, só poderia pedir demissão, por certo veio para trabalhar não para fazer as coisas aluladas. O PSB, é o novo atraso, para o RGSul. Acreditem nesta gente que verão o caos do nosso Estado. Primeiro foi a ARENA, e agora o PT, com PSB……isto tudo estão a serviço das Farcs, etc……..legalistas, golpistas, frios ganhadores de dinheiro, legalistas das drogas, e ainda qualquer oportunidade de fazerem mal ao RGSul, estão sempre de plantão, é bom recordar 1835, e 1930, mas com estas gazelas alopradas defendendo o RGSul estamos cada dia mais para baixo, tipo cola de cavalo, ou de bixa louca de bombacha.

19 de junho de 2011 10:41

  •  Anônimo disse…

Bem colocado.

Esta fabrica ja nasceu obsoleta. Até as pedras da rua sabem que ela nasceu com tecnologia bem inferior à Intel na época em que foi projetada. Imagina agora.

Nao adianta querer que o Estado substituta a iniciativa privada. Agora tem-se mais uma prova cabal de que nao funciona. É apenas oportunidade para as coisas suspeitas e erradas que voce menciona.

Atraiam a iniciativa privada que funciona. Colocar o Estado a brincar de fabrica nao da certo. Nao deu. Nao dara. ponto. Nao misture-se oleo com agua.Empresario é uma coisa. Governamente é outra.

Cada um na sua.

Tudo bem que o país é rico, mas isto dá direito a brincar com dinheiro publico?

19 de junho de 2011 10:52

  • Anônimo disse…

Esse caso é para nós vermos como estamos mal de imprensa. Tudo ocorrendo no nosso quintal com pessoas daqui e a mídia gaúcha não viu, não escutou e não falou nada. Sem contar a boataria forte que corria há anos, e mesmo assim não foram capazes de investigar.

A imprensa gaúcha tá mais preocupada de atuar empresarialmente do que como “olheira da sociedade”. É tudo lixo! Cancelem suas assinaturas de jornais para obrigá-los a trabalhar direito.

19 de junho de 2011 11:27

  •  Anônimo disse…

Construiram chips para os cérebros eleitores PTRALHAS.

19 de junho de 2011 15:07

  •  Anônimo disse…

Imagina se eles não fossem os paladinos da ética.

19 de junho de 2011 19:06

  •  Aquiles disse…

Os únicos “chips” de que entendem os PeTralhas do demônio são as batatas fritas do tipo “chips”, de preferência acompanhadas de uma cachaça bem vagabunda.

Só mesmo completos IDIOTAS LOBOTOMIZADOS poderiam acreditar que um partido político históricamente hostil ao empresariado iria ter interesse real e sincero em TI.

19 de junho de 2011 20:00

  •  Anônimo disse…

Beto Albuquerque, no final dos anos 90, denunciava corrupção pra todo lado. Raivoso, prepotente e hipócrita bradava contra as privatizações e apresentava a si e ao resto da esquerdalha da “Frente Popular”, como paladinos em defesa do patrimônio público. A pelegada que já dominava a mídia do RS naquela época exaltava ufanista o “patrimônio ético das esquerdas”…

Nada como um dia depois do outro…

Pouco mais de uma década depois eles se locupletam com o patrimônio público como “nunca na história deste país”. Continuam raivosos, prepotentes, hipócritas, fazem o mesmo discurso, e a pelegada militante ainda domina as redações…

Mas lembrar isso aos otários que naquela época acreditavam neles piamente, não tem preço!

19 de junho de 2011 21:06

  •  Anônimo disse…

QUERO SABER QUEM SERA PRESO, PRESO, CADEIA, CADEIA, E VAI DEVOLVER O DINHEIRO?

HÁ, HÁ, HÁ ,VIVEMOS NO PAÍS DA BANANIA(Brasilis)NÃO FOI ROUBO, FOI SOMENTE E SIMPLESMENTE DESVIO DE RECURSOS PUBLICOS, DO COFRE PRO BOLÇO DO MELIANTE, SEGUNDO O CODIGO PENAL NÃO DÁ CADEIA.

HÁ SE ALGUEM PASSAR NO PREDIO DA CEITEC E LEVAR A CAIXA DO CORREIO PRESA NA CERCA, VAI PEGAR 10 ANOS DE CADEIA, ESTA É NOSSA MONARQUIA OU ANARQUIA.

HÁ ESTE DINHEIRINHO É O CAIXA DE CAMPANHA, E O QUE SOBRAR VAI PRA UMA CASA NOVA NA PRAIA E UNS TROCADOS NUM PARAISO FISCAL.

20 de junho de 2011 09:06

  •  Anônimo disse…

Anônimo das 10,42, não concordo num ponto com o seu comentário. Você diz que empresário é uma coisa e governante é outra.

Depois que o sr. Johanpeter foi trabalhar na sala ao ladinho dela, acho que a afirmação fica comprometida. Ou não?

20 de junho de 2011 09:19

  •  fulanodetal disse…

Quando essa gente começou, defendendo, raivosa, a bandeira dos fracos e oprimidos, estava pavimentando o caminho da sua futura fortuna e prosperidade. Eles só queriam ficar ricos, garantidos por cargos vitalícios e aposentadorias polpudas enquanto os que acreditaram neles continuavam esperando, esperando…

20 de junho de 2011 11:55

  •  ARTUS JAMES LAMPERT DRESSLER disse…

ESTADO MÁXIMO ……

MAis uma de cabo-de-esquadra…

E TEM GENTE QUE ACREDITA NA COMPETÊNCIA DO GOVERNO PARA SUBSTITUI.TR A INICIATIVA PRIVADA….

SÓ PARA ISSSSSSSSSO MESMO…

ARTUS JAMES LAMPERT DRESSLER

20 de junho de 2011 14:34

  •  Anônimo disse…

Caro anonimo das 9:19. voce disse:

 >’Você diz que empresário é uma

>coisa e governante é outra.Depois

>que o sr.Johanpeter foi trabalhar

>na sala ao ladinho dela, acho que

>a afirmação fica comprometida. Ou

>não?’

Bom ponto. A fabrica de sonhos, digo, de chips, esta mostrando que governamente quando brinca de ser empresário dá com os burros n’agua. Agora vamos ver o que acontece quando o empresário (Gerdau) vai para o governo (Dilma)…. quando um executivo (Bush) foi para a Casa Branca o resultado nao foi grande coisa…

Apesar do Bush, acho que um ex-empresario pode fazer um belo trabalho no governo. Se o cara nao é ex a coisa fica mais dificil pelo risco de influencias. A ver…

20 de junho de 2011 18:52

  •  Anônimo disse…

Condutores de carroças sem carteira são péssimos para dirigir Ferraris, ainda por cima quando idiotizados por ideologias a serviço de suas ambições “esquerdo-capitalistas” de faturar ao máximo sem fazer nada em troca!

20 de junho de 2011 20:36

 

 

Post e comentários do Blog do Políbio Braga. 20/06/20911



Categorias:Outros assuntos

Tags:

10 respostas

  1. Olha ninguém tem noção o que é trabalhar dentro do Ceitec,empresa boa onde seus engenheiros dormem nas mesas e nas horas vagas brincam com helicóptero de controle remoto,onde usam uma empresa chamada ceitec associação para contratar sem concurso público,servidores no valor de 100mil reais,câmeras de segurança “superfaturadas” ah! como é bom,o dinheiro do contribuinte é brinquedo,o gerente do t.i barganhando “bola” (um por fora) da Stefanini para renovar contratos,esperto esse filipino,hein?empresa onde os gerentes colocam seus filhos para estagiar junto,nepotismo?Agora fecharam com a X-Fab para “terceirizar” a fabricação dos chips,ou seja,será realizada onde?no castelo erguido na lomba do pinheiro?capaz!Os engenheiros contratados (sem concurso público)são pagos para o que mesmo?e olha o salário mais baixo deles atualmente está nos 20.000,00 reais/mês.Por acaso ninguém vai investigar as passagens aéreas onde o governo federal pagava para uma empresa e os gerentes do Ceitec trocavam para outra empresa para faturar “milhagens”?hum? não sabiam disso?Agora aqueles computadores de tela verde e com disquete de 5″ 1/4 na “sala limpa” é fogo…fizeram o POVO brasileiro de idiota,aliás ainda fazem.Bando de ladrões,corruptos,fizeram licitação para implementar o TOTVS e depois compraram SAP,não souberam nem roubar direito,pessoal o Sr. Roberto de Andrade paga do próprio bolso as churrascadas nos torneios de futebol e danceteria a noite para a galera,isso é dinheiro nosso e não dele!

    Curtir

  2. Putz, eu pensei que o CEITEC era uma iniciativa privada, por isso cheguei a ficar tão esperançoso. Fiquei decepcionado quando comecei a ler a matéria, mas aí vi que era estatal… Bom então não me surpreendeu. Será que nunca as pessoas vão aprender que Estado não serve para ter empresas?? E enquanto isso, o Brasil e o RS seguem sendo o grande celeiro do mundo, fornecedor de matéria prima, quando poderia, pela redução tributária e flexibilização das leis trabalhistas, se tornar um dos grandes países do mundo… Pena não ter dindin pra sair desse Brasil: o país sem futuro.

    Curtir

  3. O governo do Estado deu um blefe a 10 anos atrás para ficar com esta fábrica (que originalmente iria para a região sudeste) sem ter condições para banca-la.

    Depois o CEITEC ficou se arrastando na burocracia estatal que torna tudo lento: projeto, construção, contratação, compra de equipamentos/reforma,…

    Acontece que fabricação de chips é um mercado extremamente competitivo, e não tem a mínima condição de uma fábrica estatal ter a agilidade e eficiência necessária para a atividade.

    Mesmo que ela comece a funcionar HOJE, duvido muito que consiga algum dia não dar prejuizo, mesmo com todas os benefícios fiscais que com certeza terá.

    Curtir

    • concordo, mas se pensarmos em adquirir conhecimento para criar mão de obra qualificada para atender esse ramo …. poderia facilitar o invetimento futuro de capital estrangeiro aqui …..sendo assim prefiro que gastem meu dinheiro de contribuinte em técnologia do que em um estadio para o corinians …de 470 milhoes em incentivos fiscais… dinheiro é dinheiro..

      Curtir

  4. Isso que dá o Estado empresário. O governo não fornece educação, saúde e segurança e ainda que brinca de fabricante de chips. Que piada, era pra morrer de rir se não tivesse sido feito com o nosso dinheiro.

    Curtir

  5. o que que o ignorante do lula sabe sobre chips????

    “É isso que vai dar ao Brasil a dimensão de uma grande nação. O Ceitec é apenas o começo de uma caminhada do Brasil para um futuro muito promissor” … promissor nao sei pra onde, nem pra quem.. aliás pra quem sabemos, pra bandidagem que governa esse país… pros otarios pagantes de impostos, só resta reclamar em blogs e pensar em jeito de fugir daqui…

    Curtir

  6. É possível levar o Lula a sério?

    Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a inauguração da primeira fábrica brasileira de chips em Porto Alegre (RS) na semana passada é um “divisor” na história da inovação tecnológica do país.

    A produção de chips ocorre no Centro Nacional em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec), único fabricante na América Latina.

    Segundo Lula, o Ministério de Ciência e Tecnologia investiu R$ 400 milhões no local que, por enquanto, produz chips para o rastreamento de rebanhos bovinos. O presidente destacou ainda que, por meio da fábrica, o Brasil mostra ao mundo sua capacidade de competir internacionalmente no setor.

    “A coisa mais extraordinária é que, em 60 dias, nós conseguimos trazer de volta para o Brasil praticamente 100 engenheiros para trabalhar nessa fábrica – pessoas que são altamente qualificadas e que estavam, por falta de oportunidades, trabalhando no exterior”, disse.

    “É isso que vai dar ao Brasil a dimensão de uma grande nação. O Ceitec é apenas o começo de uma caminhada do Brasil para um futuro muito promissor”, completou.

    Curtir

  7. Lamentavel.

    Cade aquele povo metido a diferenciado que não aceita corrupção, e que vai sempre á luta?

    Curtir

  8. Caramba, eu não sabia disso!
    Jogaram um monte de dinheiro fora…
    É por isso que o Estado deve cuidar do que é de sua responsabilidade: saúde, educação, justiça, administração, policia, fiscalização… O resto tem que deixar para a iniciativa privada.
    O Estado não deve investir em assuntos que não lhe compete.

    Curtir

  9. ESTARRECEDOR. Nossa corruptibilidade é insaciável. Enquanto não houver um golpe de Estado que dê um sumiço nesses milhares de cretinos que apoderaram-se do Brasil quando os militares entregaram o poder….viveremos numa republiqueta de bananas…dominada por uma classe política hedionda, uma imprensa safada e um povinho tão desonesto quanto os anteriores.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: