O frio obriga as usinas a produzir na potência máxima no RS

O frio de “renguear cusco”, como se diz no RS, obriga as usinas elétricas a trabalhar no seu pico máximo. Isto deixou animado o presidente da Ventos do Sul, que colocou seus cataventos de Osório no nível mais exigido. Nesta segunda, a usina eólica produziu 3.560 MWh, 24 horas por dia – recorde jamais alcançado antes !!!

Esse marco demonstra a importância da energia dos ventos para o Rio Grande do Sul, disse o presidente Telmo Magadan. Além da Ventos Sul, o RS já possui outros empreendimentos de energia eólica no Estado. O empreendimento, com 150MW de potência instalada, evita o consumo de 236.000 barris de petróleo por ano.

A Enerfin, empresa do segmento Elecnor Renováveis do grupo espanhol Elecnor, está iniciando as obras de ampliação dos Parques Eólicos de Osório. Até janeiro de 2013, o projeto terá mais 100MW divididos em quatro novos parques, totalizando 250 MW de capacidade instalada em Osório. A Enerfin também está investindo em Palmares do Sul, onde estão sendo implantados 42 MW, além dos 8MW já em operação.

O RS só produz metade da energia que consome.

Informações do Políbio Braga



Categorias:Energia

Tags:, ,

%d blogueiros gostam disto: