EBR deve receber a licença no segundo semestre

Cerca de R$ 672 milhões serão aplicados no município de São José do Norte

O projeto de construção de um estaleiro em São José do Norte deve obter a licença ambiental para o começo das obras neste segundo semestre, afirma o presidente da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI), Marcus Coester. A empresa Estaleiros do Brasil (EBR) espera essa liberação para iniciar o seu empreendimento na Metade Sul gaúcha. Na quinta-feira, representantes da companhia e do grupo de trabalho de licenciamento ambiental, coordenado pelo gabinete do governador e que tem como objetivo acelerar as iniciativas consideradas estratégicas para o Estado, reuniram-se no Palácio Piratini. Coester relata que as tratativas realizadas atendem ao cronograma da companhia. Segundo ele, o grupo terá tempo hábil para participar de concorrências realizadas pela brasileira Petrobras.

A EBR, que é controlada pela Setal Óleo e Gás (SOG), anunciou oficialmente a sua intenção de realizar um estaleiro no Rio Grande do Sul em novembro do ano passado. Na ocasião, o presidente da empresa, Alberto Padilla, detalhou que a estrutura, em uma primeira fase, depois de um ano da conquista do licenciamento, deverá desenvolver a implementação de módulos de plataformas de petróleo. Em uma segunda etapa, após dois anos da licença, deverá operar em plena capacidade, podendo atender a encomendas de plataformas inteiras. O complexo também realizará navios AHTS (Anchor Handling Tug Supply), embarcações especializadas no apoio da produção e exploração do petróleo. O investimento no estaleiro é estimado atualmente em R$ 672 milhões.

Matéria parcial do Jornal do Comércio. Para ler mais, clique aqui.



Categorias:Polo Naval de Rio Grande

Tags:

%d blogueiros gostam disto: