JÁ EXISTE UM PROJETO DE VIABILIDADE DA SEGUNDA PONTE DO GUAÍBA

O Movimento Ponte do Guaíba realizou no 17 de junho uma Reunião Almoço no Clube Itapuí, na cidade de Guaíba, onde tratou de diversos assuntos, entre eles, a Segunda Ponte do Guaíba, que está com o projeto de viabilidade concluído porem ainda não foi divulgado e nem entregue ao Ministério do Transporte.

Na oportunidade se fez presente o Secretário de Economia Solidaria do Estado, Mauricio Dziedricki; Vice Presidente da Assembleia Legislativa, Dep. José Sperotto; representado a FAMURS, Prefeito de Sentinela do Sul Marcus Vinicius, representando a Senadora Ana Amélia Lemos, Coordenador no RS, Sr. Carlos Carvalho; representando a Policia Rodoviária Federal, Insp. Ernesto Franzen – Chefe da 2ª Delegacia PRF – Eldorado do Sul; Superintendente Substituto do DNIT/RS, Engenheiro Pedro Luzardo;Inspetor de Regulação da ANTT, Eduardo Constante Bergmann; Prefeitos e Vereadores da Região Sul, Diretores de Varias Empresas de Ônibus que fazem o transporte de passageiros na Região, Sociedade de Engenharia de Guaíba e Região, Entidades da Sociedade Civil Organizada.

Tratando da duplicação da segunda ponte do Guaíba, o Líder do Movimento fez as seguintes explanações: no dia 28 de novembro de 2011 a Empresa ECOPLAN ENGENHARIA, entregou as PRs e o Relatório Final do Projeto de Viabilidade. Como não foi divulgado, no dia 23 de fevereiro, Luiz Domingues, do Movimento Ponte do Guaíba, Protocolou documento junto a Presidência da República pedindo a Senhora Presidente que dentro do possível solicitasse aos departamentos competentes a agilidade da construção da Segunda Ponte do Guaíba.

A resposta veio do Gabinete Particular da Presidência informando que em vista da necessidade da duplicação da Segunda Ponte do Guaíba, a Presidente encaminhou o pedido do Movimento para o Ministério dos Transportes onde pede que seja retomado de imediato o projeto da Ponte Alternativa. Por sua vez, o Ministério dos Transportes expediu documento ao Movimento Ponte do Guaíba informando que determinou ao DNIT que desse entrada com o projeto no Prazo de 15 dias.

Entretanto o Projeto já havia sido entregue e em fase final foi devolvido pelo Diretor do DNIT/RS Vladmir Casa para que fosse feito outro estudo dessa vez com três Pistas. O projeto com as três pistas foi entregue pela ECOPLAN ENGENHARIA na Sexta – feira, 13 de Maio de 2011, e até o presente momento não foi remetida ao Ministério dos Transportes, que o havia pedido no Prazo de 15 dias, conforme exigência da Presidente Dilma.

Na explanação o representante da ANTT disse que as tratativas estão sendo com o DNIT e a eles nada compete. O Engenheiro Pedro, Superintendente Substituto do DNIT/RS. Entregou ao Luiz Domingues a cópia do projeto entregue pela ECOPLAN ENGENHARIA com o traçado da nova ponte do Guaíba. Na planta oficial foram cogitadas 9 alternativas sendo assim distribuídas; 1,2,3,3A,4,4A,4B,4C,e 4D; das 9 alternativas a ECOPLAN ENGENHARIA sinalizou a alternativa 4, como a mais viável.

A cópia da planta estará a disposição na Prefeitura de Guaíba para a disposição da imprensa falada escrita e televisionada. E quanto a proposta de construção através de PPP ou iniciativa privada, para não ficar fora dos benefícios monetários da Copa 2014, a construção pela iniciativa privada foi escolhida por 68,7 % das autoridades e empresários presentes na reunião-almoço.

O Movimento ressalta que a Presidente Dilma está sim cumprindo com a promessa de Campanha, quando enfatizou a necessidade da construção da ponte, mas para realizá-la pode ser através de Verba Pública , PPP ou iniciativa privada.

 

Mais informações, consulte o Blog do Movimento Ponte do Guaíba

 



Categorias:Outros assuntos

Tags:

3 respostas

  1. Parece que essa ponte pode ter problemas de autorização por passar no Parque do Delta do Guaíba.

    Curtir

  2. Enquanto isso, na china, eles acabaram de construir a maior ponte do mundo, com 42km sobre o MAR. Demorou 4 anos pra ser construida… segue link: http://g1.globo.com/mundo/fotos/2011/06/veja-fotos-da-maior-ponte-sobre-o-mar-do-mundo.html

    Uma pontezinha pra atravessar um lago em porto alegre demora 20 anos pra ser decidida se vai ser construida ou não e mais 20 pra construção…

    Curtir

  3. Tem que ser no mínimo três, o ideal até seria quatro, já que a atual BR-116, por exemplo, no trecho Poa-NH, só perde em fluxo diário de veículos em vias e rodovias no país para a Ponte Rio-Niterói, que tem mais de três e foi assim projetada já lá na década de 70.

    E a terceira ponte? Uma pena que ninguém mais fale dela. Aposto que a iniciativa privada se interessaria, pois um grande fluxo passaria pnr ela e liberaria a entrada de Poa.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: