Porto Alegre amplia intercâmbio com Rosário, Argentina

Ações de cultura e negócios vão ganhar forma neste semestre

Cidades-irmãs desde 1995, Porto Alegre e Rosário, na Argentina, começam a desenhar um traçado bilateral no mapa turístico. O convênio assinado em dezembro do ano passado entre as secretarias de Turismo dos municípios promete sair do papel por meio de projetos de cultura e negócios, aproveitando o potencial das cidades em ambas as áreas.

A proposta, que começou a tomar forma durante visita de autoridades de Rosário à Capital no fim de semana, é iniciar, já neste semestre, atividades de intercâmbio industriais e culturais. Conforme o secretário da Produção de Rosário, Sebastián Chale, estão sendo acertadas missões de empresários de setores estratégicos de um país a outro, sobretudo no setor automotriz, na indústria têxtil e na inovação tecnológica. Chale lembra que a relação com a cidade-irmã é essencial para a estratégia de crescimento de Rosário, sempre associada ao crescimento brasileiro.

Agendas culturais também devem ser criadas. O titular da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), Sergius Gonzaga, acredita que poderá ser seguido o modelo estabelecido com a capital do Uruguai, Montevidéu, e da Argentina, Buenos Aires, com sessões de cinema e visitas de grupos de teatro, para intercambiar a produção cultural dessas cidades com Porto Alegre, podendo ser a cultura um carro-chefe na promoção do turismo.

Além disso, deve ser aproveitada a Copa de 2014 e os voos diretos recém-inaugurados para Porto Alegre para promover a cidade argentina. “A forte relação com o futebol de ambas as cidades e os eventos esportivos realizados também facilitarão a combinação das agendas”, avalia Chale. O exemplo também serve para o turismo de negócios, principal atrativo dos dois municípios.

Aspectos muito parecidos, como a geografia e o povo, devem ser somados às diferenças características dos respectivos países para atrair os turistas. “Os valores de uma cidade se reconhecem nos de outra, e são duas cidades que precisam mostrar que são mais do que cidades-portos”, comenta o presidente da Entidade Turística Rosário (ETR), Héctor De Benedictis. “É uma cidade muito parecida, mas que ao mesmo tempo tem uma orla mais estruturada, a gastronomia argentina e um lugar de compras interessante”, afirma Moraes.

Há algum tempo as associações de agências de viagem de ambos os países vêm promovendo essas cidades. A presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Estado (Abav-RS), Rita Vasconcelos, afirma que ainda não há estimativa exata, porém o aumento do turismo bilateral tem sido significativo, o que deve se intensificar com o diálogo que vem se consolidando entre as secretarias de Turismo.

Jornal do Comércio

_________________________________

Rosário em fotos:

Rosário - Argentina - Vista aérea

Rosário - Argentina

Rosário - Argentina

 

O Blog já falou sobre Rosário, aqui.



Categorias:TURISMO

Tags:,

5 respostas

  1. Bah, vendo aquela foto com a ponte até pareceo que vejo POA e uma 3ª ponte no extremo sul!

    Curtir

  2. Só pelo nível dos prédios já dá pra ver que estamos atrasados até em termos de terceiro mundo.

    Curtir

  3. Vejam nas fotos que as pessoas moram PERTO do rio (ou lago, o que seja). Agora comparem com Porto Alegre, a população está muito distante da sua orla: assim não há valorização, cuidados, fiscalização. Mais outra cidade que dá exemplo. E ficou bem claro que não nenhum muro contra cheias!

    Curtir

  4. Bela cidade… Lá deixam construir prédios altos.. lá tem ponte estaiada.

    Aqui ainda se discute verticalização.

    Aqui, preferem encher a cidade de vários prédios de poucos andares, deixando o solo totalmente utilizado e impermeável do que construir poucos prédios altos e deixar uma área mais aberta, com mais praças, esplanadas…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: