Sai edital da Ponte do Guaíba este mês



Categorias:Nova ponte Guaíba

Tags:,

15 respostas

  1. Acho que não deve ser tão difícil e nem tão impossível assim dar manutenção à Ponte. Concordo que não tem valor histórico, mas, se a nova ponte fará com que ambulâncias e quem tem mais urgência a utilize com a certeza de que não haverá paralizações devido à não existência de içamentos, porque não preservar a atual e dar manutenção, como uma outra alternativa. Mantê-la e dar-lhe manutenção, alinado-se á segunda ponte, faz muito mais sentido do que destruí-la, ainda que para substituir por uma nova, pois estamos no Brasil e um dinheiro para a nova 1ª ponte poderia ser investido numa 3ª, 4ª ou 5ª ponte. Sempre faltaria ou seria melhor aplicado em outro lugar. A atual ponte pode perfeitamente ter a sua manutenção técnica cuidada e realizada, não há empecilhos para tanto, não é uma ponte sem solução, para justificar sua derrubada. O único empecilho são os içamentos, mas isso a 2ª ponte resolverá.

    Curtir

  2. Já que não pode ser feito uma ponte alta no mesmo local, poderia ser demolida e construído um túnel (sei, sei, agora viajei, pois estamos no Brasil, não na Europa, Ásia ou América do Norte, ou em qualquer outro lugar deste mundo…)

    Jonathas, tens razão! Também duvido que destruam a ponte. Vão pintá-la com as cores do rio grande e transformá-la num centro cultural…. ts ts…

    Curtir

  3. Eu já havia feito um comentário sobre a ponte uns dias atrás dobre o tema: ESPOSIÇAO DA PONTE NO MERTCADO PÚBLICO que era essa:

    Teoricamente seria o certo desviar o trânsito temporariamente para a nova ponte da rodovia do parque enquanto a velha seria demolida e reconstruida, mas ai pergunto: Como ficaria uma ponte tão perto da margem do Guaiba e dos viadutos sabendo que será necessário uma altura de no minimo 40 m. sem içamento para os navios passarem? A solução pelo jeito será deixar essa velha mesmo como está e aproveitar as suas torres para quem sabe serem usadas de Mirante, e quem sabe um restaurante em cima do vão móvel, algo inexistente na nossa querida capital! Torre da Claro sem permissao de subir. Morro Santa Tereza perigo de assalto e abandono! A torre do futuro oceanário cada vez mais baixa!!, se sair do papel. Que nos resta?

    Curtir

    • Ta ai uma boa ideia! Depois do tão sonhado/planejado/almejado/questionado Rodoanel pronto, a antiga Ponte do Guaíba poderia servir de ponto turístico com mirante e/ou restaurante.

      Em todo o caso, anotem uma coisa: nunca (repito: nunca!) vão destruir a Ponte do Guaíba, assim como o Gasômetro e o Laçador.

      Isso é fato!

      Curtir

      • Será que realmente a ponte atual não seria demolida? Eu ainda acredito que isso vá acabar acontecendo mais cedo ou mais tarde. Apesar do projeto arrojado à época, hoje o mecanismo de içamento do vão central é tão vilanizado que depois da construção de uma ponte nova lá pelos lados do Humaitá eu não duvido que a atual seja posta abaixo…

        Curtir

  4. Na base do ‘achismo’, eu manteria a antiga ponte, pois:

    1. Considero um dos poucos marcos arquitetônicos que a cidade possui. Ela é um signo, um ícone, (uma indicação geográfica) que confere grande distintividade a Porto Alegre e ao Estado.
    2. Considero a manutenção da antiga ponte vital para o trânsito em razão da sua localização, já que desemboca em vias consolidadas que conferem acesso rápido a importantes bairros da cidade.
    3. A nova ponte ganharia em vida útil. Sua saturação levaria mais tempo para ocorrer, pois a antiga ponte ainda comporta um grande fluxo de veículos.
    4. Para resolver o problema dos içamentos, bastaria instalar cancelas e/ou letreiros eletrônicos que desviariam o fluxo de veículos para a nova ponte, sempre que fosse preciso.
    5. Embora a probabilidade de paralisação da nova ponte seja ínfima, ainda sim existem chances de ocorrer, p.ex., devido a acidentes de trânsito (tanto de automóveis quanto de embarcações), passeatas, manutenções, etc. Mantendo a antiga ponte em operação, a mesma poderia servir como alternativa à nova, o que não nos manteria reféns de uma única ponte, como ocorre hoje.

    Curtir

  5. Sei que esta ponte é urgente, mas não seria interessante outras alternativas ao invés de encher de pontes um pequeno trecho (serão 3 pontes muito próximas e ao redor do aeroporto).

    Por que não construir esta nova ponte mais ao sul ligando o Lami a Guaíba? E depois que estivesse pronta, que a atual ponte fosse demolida e construída uma nova no local?

    Essa proposta já tinha sido planejada pelo governo anterior. Iria ajudar a desenvolver mais a Zona Sul de Porto Alegre. E sem falar, que iria conectar a “futura” RS 010 a esta ponte Lami-Guaíba. Quem fosse da Zona Sul para as praias ou para o nordeste do estado, sequer passaria pela região metropolitana.

    Mais uma vez, não planejam a longo prazo. É tudo feito nas coxas…

    Deixaram tudo pra última hora e, agora, ficamos a mercê de aceitar este projeto ou ficar sem ponte nova.

    Certo estão os chineses, que pensam lá adiante… os brasileiros, só imediatistas, só pensam em tapar os buracos.

    Curtir

    • Rafael eu sou um usuário quase que diário do ponte do Guaíba,e acho não ser possível construir uma nova ponte no lugar da atual, com altura suficiente para a passagem dos navios sem que precise ter vão móvel. o espaço para que as rampas alcançem a altura necessária é muito grande, realmente só é possível de ser construída naquele local no Humaitá. Acho que deve ser preservada a ponte atual, como um registro histórico. A ponte no Lami pode ser “mais” uma opção mas não resolveria o problema, para chegar no Lami é uma viagem por dentro de Porto Alegre.

      Curtir

      • somente o torcedores do Inter estão reclamando, pois a nova ponte ficará pr´xima a Arena do Grêmio, com isto, o visual enfeitará e facilitará tudo para a torcidaa gremista.
        não sei como já está a construção, poiis só acompanho da Arena, já que colocaram uma câmera fotografando 24 h.

        Curtir

    • Jorge, preservar como histórico?

      Mais cedo ou mais tarde aquela ponte terá que ser demolida e construída uma nova no mesmo local. A posição dela é estratégica, pois desemboca na av. Sertório!

      É claro que entendo a necessidade urgente de uma nova ponte e os técnicos/engenheiros acharam que a melhor localização é pelo Humaitá. Mas imagina a quantidade de carros que continuará a desembocar num trecho entre a Av. Castelo Branco e a Nova Arena do Grêmio? E se por algum motivo, este trecho for interrompido (acidente de carro, por exemplo)? Vai trancar tudo! E sem rota alternativa por fora da cidade!

      O traçado pelo Lami não passa por dentro de Porto Alegre. A proposta do governo anterior era fazer um rodoanel ligando a RS 010 até Guaíba por fora da cidade. Ou seja, a distância seria a mesma! Mas evitaria que os carros de todo o sul do estado precisassem passar pelo trecho (castelo branco – BR 116).

      Bem, o futuro dirá… serão mais carros, mais pontes, mais desvios, mais trânsito, tudo em um trecho curto e mega congestionado.

      Curtir

      • A única hipótese de manter a atual ponte, seria a de deixar permanentemente o vão móvel içado, pois não teria sentido em investir em manutenção de algo deste porte e que seria secundária no sistema viário. Quem utilizaria a ponte sabendo que a qualquer momento pode ser interrompida por problemas no vão móvel ou simplesmente pela passagem de navio, sabendo que ao lado dela praticamente há outra ponte sem esse problema? E por que manter ponte nestas condições? Um monumento morto? Iria virar ferrugem e entulho em poucos anos. Sou a favor da sua demolição assim que ficar pronta a nova!

        Curtir

      • Não é possivel construir outra no mesmo local, sem ter vão móvel Rafael.

        Curtir

        • Hum, disso eu não sabia! É por causa do aeroporto?
          Bem, então a solução será demolir! Agora, manter aquela estrutura monstruosa, não!

          Curtir

      • Concordo se tivesse-mos um rodo anel facilitaria muito, mas nós sabemos como as coisas demoram para acontecer aqui, sem contar que Guaíba é uma cidade muito pobre de infraestrutura, e a ponte pelo Lami sairia quase na Barra do Ribeiro que é mais pobre que Guaíba, muita coisa teria que er feita naquele lado para ligar com a BR116 sul. E vindo destes governos aqui é melhor não esperar. Quanto a manter a ponte? o que voces me dizem da Ponte Hercílio Luz em Floripa?

        Curtir

        • Eu conheço bem a Hercílio Luz. Como na época da construção daquela ponte os navios da empresa Hoepcke ainda operavam, já foi construída com um vão central mais alto que o das outras pontes (Colombo Salles e Pedro Ivo Campos). Mas apesar de não ter um sistema tão complicado de içamento do vão central aquela ponte tem uma grande vulnerabilidade em função do uso de barras de olhais para sustentação do vão central ao invés de cabos trançados. A propósito: procura no Google sobre a “Silver Bridge” outra ponte do mesmo modelo (pré-fabricada nos Estados Unidos) que entrou em colapso.

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: