Audiência pública discute obra da nova ponte do Guaíba

Secretário Newton Baggio participou do evento na Assembleia Legislativa Foto: Divulgação/PMPA

As comissões de segurança e Serviços Públicos e de Economia e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa realizaram nesta quinta-feira, 14, audiência pública para discutirem sobre a construção da nova ponte do Guaíba. O secretário municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico, Newton Baggio, esteve no evento representando o prefeito José Fortunati. Durante a sua manifestação, disse que o município preocupa-se com os impactos e a repercussão da obra em relação ao que pode produzir no território urbano. A obra será de natureza federal e estadual – não são demandas diretas da cidade – mas poderá melhorar o sistema urbano.

Baggio informou que a prefeitura está preparando um Grupo de Trabalho Técnico formado por representantes do Gabinete de Planejamento Estratégico (GPE), Secretaria Municipal de Coordenação Política e Governança Local (SMGL) Secretaria Municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico (Smgae), Secretaria do Planejamento Municipal (SPM), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) e Departamento Municipal de Habitação (Demhab) para, até o final deste mês, identificar as interferências da obra no município, tanto no aspecto da mobilidade quanto nos aspectos habitacionais e socias.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Nova ponte Guaíba

Tags:

4 respostas

  1. Quando lemos comentários referentes a construção da nova Ponte do Guaíba nesse blog, para os comentarios de pessoas inteligente, damos razão. Por exemplo; o Movimento Ponte do Guaíba deu início a busca da 2ª ponte em 2006, de lá para cá a nossa busca foi incansavél e o que conseguimos até agora foi a liberação do Projeto de Viabilidade e Traçado. Nem sequer foi cogitada a realização do projeto básico, muito menos o projeto executivo. Para o governo liberar o projeto executivo terá que ter o projeto básico e para isso leva de um ano a um ano e meio. Para liberar o projeto de executivo a verba tem que entrar no orçamento de um ano para o outro, então lá se vai no mínimo mais um ano e meio, temos ai 3 anos para os projetos.
    Quanto ao tempo para liberação da verba para construção só Deus sabe.
    Com certeza alguém vai dizer que a ponte pode ser licitada no projeto basico, pode sim, só que é justamente ai que surge o superfaturamento, pois pode ser reavaliado e acrescentado quantos aditivos a construtora achar necessário. E dai que vem o superfaturamento.
    Quando nós passamos a buscar a construção da 2ª ponte era apenas os componentes do Movimento e Deus, agora já tem muitos interessados em ajudar, quem são? Parlamentares de todas as esferas politicas. É sempre assim quando a coisa não anda, ninguem acredita, mais quando passa a andar… (Deixo pra suas deduções)
    Hoje acredito que para ser construída a Nova Ponte pelo governo federal lá se vão 10 ou 12 anos para conclusão da obra (com sorte). Por PPP, serão pelo menos 9 anos e pela iniciativa privada pode ser construído em 3 ou 4 anos. E aí ? Qual a sua opinião?
    A Região Sul precisa da Ponte Construída o mais rápido possível, pois os prejuízos decorrentes dos içamentos diários da atual ponte móvel se multiplicam diariamente. E você qual sua opinião. Comente no blog novapontedoguaiba.blogspot.com

    Curtir

  2. Mais uma comissão para discutir o que? Ahh uma ponte que já deveria existir a pelo menos uns quinze anos. Francamente, mais um GRUPO DE TRABALHO TÉCNICO mais reuniões intermináveis para discutir a “rebimbela da parafuseta” francamente enquanto isso na China… e tem gente que fala em trabalho escravo ou será que lá eles TRABALHAM e decidem não fazem de conta!!!

    Curtir

  3. que perda de tempo

    “- é uma ponte então?
    – é uma ponte sobre o guaíba, aham
    – vamos fazer mesmo?
    – sim, saindo de porto alegre eu acho
    – é isso então né
    – então tá então
    – vamos marcar a próxima reunião então”

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: