Governo do RS se compromete com investimentos para a Arena do Grêmio

Governo se compromete com investimentos para a Arena Crédito: Caco Argemi / Palácio Piratini

Tarso Genro se reuniu Paulo Odone e comitiva gremista no Palácio do Piratini

O governador Tarso Genro se comprometeu, nesta sexta-feira, a fazer um esforço conjunto para conseguir investimentos para a Arena do Grêmio, no bairro Humaitá, em Porto Alegre. O anúncio foi feito após uma reunião com uma comitiva gremista no Palácio Piratini. Tarso explicou que a iniciativa envolve partidos, prefeitura, governo estadual, senadores e sociedade civil. Segundo ele, mais do que para gremistas ou para colorados, o estádio “é um patrimônio da cidade e do Estado”.

A comitiva defende que, de parte da prefeitura, são necessários investimentos para as obras no entorno, como pavimentação, calçamento e iluminação da região. Já o governo do Estado deveria encaminhar uma solução para adaptar o bairro Humaitá à chegada da Rodovia do Parque (BR448) e para o novo complexo do estádio, ambos em fase de construção.

Participaram do encontro os presidentes do Grêmio, Paulo Odone, e da Grêmio Empreendimentos, Eduardo Antonini, a presidente do Instituto Geração Tricolor (IGT), Luciana Kroeff, o vice-presidente do Conselho Deliberativo, Milton Camargo, e os vice-presidentes Antônio Vicente Martins, Marco Antônio Scapinni e Francisco Santos.

Correio do Povo



Categorias:Arena do Grêmio

Tags:,

12 respostas

  1. Já imaginaram a free-way sem a Av Castelo Branco? Pois é esse é mundo maravilhoso do Rogério. Para ele o estado e o municípios não podem construir acessos a estrada do Parque porque esses acessos também beneficiarão um clube de futebol.

    Esse tipo de pensamento limitado, ideológico no pior sentido, esdrúxulo e atrasado, que fez com que projetos para a cidade de POA fossem atrasados, como o do Cais da Mauá; limitados, como o do Estaleiro; ou negados, como o da venda do terreno da fase, é a causa principal do estado decadente da cidade, que por sua vez atrasa também as soluções para seus problemas sociais.

    Curtir

    • Um bando de Petrálias como vocês só podiam pensar assim, uso de dinheiro público para benefício privado.

      (Atenção: Fiz esta provocação para vocês verem como é fácil colocar um carimbo na testa de um sujeito e depois desdobrar em cima do preconceito, o que fiquei surpreso que todos foram chamados de petralhas e ninguém reclamou!?!? Por que seria, por muito menos vocês esperneiam!)

      Curtir

  2. Que o Grêmio faça os acessos e pelo que eu saiba isto custa dinheiro. O Grêmio e o Internacional já receberam bastante da prefeitura através da liberação de índices que vão permitir a construção de enormes torres nos seus terrenos, agora querem mais o que?

    As direções dos times querem é mamar na teta, mas como é para Grêmio e Internacional não interessa se o governador seja do PT ou do raio que o parta todo mundo fica achando o máximo.

    Bando de Petralhas (agora gostaram?)

    Curtir

    • Devia se informar melhor, pois os terrenos de Grêmio e Inter não tinham índice de construção algum, eram considerados de uso especial, então não houve “a liberação de índices”, mas o estabelecimento de um.

      Curtir

  3. Agora quando o Tarso faz a palhaçada de prometer dinheiro público para times de futebol ficam todos emocionados, só falta se inscreverem no PT.

    Eu em, depois vem alguns me chamar disto e daquilo, se um governador de qualquer partido que seja promete grana para Grêmio, Internacional, Juventude, Brasil de Pelotas,… está desviando dinheiro de coisas mais importantes, os times deveriam tirar dinheiro dos seus torcedores, e quem não tiver que se dane.

    Curtir

    • Tem certeza que você leu direito a notícia?

      A União está construindo um nova rodovia que terá de ser “acoplada” a estrutura viária da cidade e isso que os dirigentes gremistas foram pedir para o governador, investimentos em ruas e estrada que serão usadas por todos que passarem pela principal entrada da cidades, na região da futura Arena do Grêmio. Ou seja “não estará desviando dinheiro de coisas mais importantes”, mas, pelo contrário, estará aplicando recursos públicos em coisas importantes para a cidade de Porto Alegre, a capital do estado.

      Curtir

  4. Do que adianta fazer propaganda de uma coisa bela da quelas, se sabem que Porto Alegre é Porto Alegre?

    Sou gremista, muitos ja sabem, mas queria muito que aquele projeto todo do Inter saisse…. infelizmente, nem tanto pelo Inter, mas pela cidade de Porto Alegre, ele nunca vai existir.

    Curtir

  5. Tu realmente acreditou naqueles renders Rafael? Aquilo foi feito pela HypeStudio (que, por sinal, sao muito talentosos) em areas que nem pertencem ao Inter, nao tem mesmo como sair. A prefeitura, dona dos terrenos, nao tem dinheiro nem pra dar um jeito na orla, quanto mais fazer aquilo tudo ao redor do Beira-Rio.

    Curtir

    • O entorno foi criado para atrair investidores, e não pra prefeitura Ricardo. É pra iniciativa privada bancar todo o entorno do Beira-Rio. Mas creio que eles não se interessaram ou não foi divulgado de forma internacional e adequada. Como o projeto do Cais também….

      Curtir

      • Gilberto, assim não tem nem como aparecer interessados, né. Nem sabem o que querem e de quem é o que.

        Afinal, se a área é da Prefeitura, é ela que tem que mostrar interesse e adotar uma postura, como o fez com relação ao Cais. No caso do entorno, nem a Prefeitura e nem o Inter dabem o que querem.

        O Inter ainda nem resolveu bem como se dará a parceria com a construtora quanto às reformas do Beira-Rio propriamente dito. Quanto ao resto (entorno), creio que ele (Inter) e Prefeitura nunca sentaram para conversar e nada definiram sobre iniciativas concretas para a área.

        O Inter não faz nada e a Prefeitura fica na cômoda situação de colocar a culpa nele e esperar que ele o faça. Aquela área é de interesse público da sociedade. Se o mesmo não fará nada, até mesmo porque só a área do clube de recreativo pertence aos colorados, a Prefeitura tem que fazer algo.

        É claro que a Prefeitura não fará algo para depois o Inter chamar de seu. Mas, então, que se desvincule a área do entorno, que atualmente está vinculada pela mídia ao projeto do Inter para a Copa, e se crie um noov projeto INDEPENDENTE, da PREFEITURA para a área, um PRESENTE da PREFEITURA para a CIDADE, pouco importando se a Prefeitura não tem recursos, banstando que faça como o fez com o Cais.

        Para mim pouco importa se será o Inter, a Prefeitura ou a Iniciativa Privada que fará algo para aquela área. O importante é que se faça, e é isso que se continuar assim não ocorrerá. A Prefeitura colocará a culpa no Inter, dizendo que não tinha recursos e que era o Inter que havia tomado as rédeas do projeto para a área, e o Inter colocará a culpa na Prefeitura, dizendo que a área é não dele e que então nada poderia fazer pela mesma. E quem perde com isso somos todos nós.

        Diante da indefinição do Inter para com o entorno, seja se decidindo sobre o que fará e buscando a iniciativa privada ou procurando a Prefeitura, a única solução é a Prefeitura desvincular do projeto do inter aquela área e, então, assumir a bronca como algo independente e apenas vizinho do estádio e tomar o posicionamento que fez para com o Cais.

        Tem que haver uma separaração do que é a orla junto à Avenida Beira-Rio e do que é efetivamente o Estádio do Inter. Do Inter cuida o Inter, já da Orla, que é da CIDADE, cuide a Prefeitura, ainda que com a ajuda da iniciativa privada, como no caso do Cais, já que parece que o Inter não pretende assumir a área do seu entorno e buscar algo por ela.

        Curtir

  6. Parabéns ao Grêmio!!! Mesmo sendo colorado reconheço o esforço da direção gremista para levar adiante todo o projeto proposto ( incluindo entorno, acessos).

    Quanto ao internacional, só posso lamentar! Do jeito que as coisas andam, não entregarão nem metade do que prometeram. Fizeram um lindo projeto apenas para enganar a FIFA e a população que esperava melhorias na Orla.

    Na minha opinião, pouco importa se entregarem um estádio reformado se não melhorarem os acesso, as áreas públicas, o entorno, e tudo aquilo que tanta alardearam.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: