O que faz um secretário de Turismo? por José Luiz Prévidi

Matéria integral do site do Jornalista José Luiz Prévidi, com fotos enviadas por Gilberto Simon


Há muitas décadas que os prefeitos de Porto Alegre não dão bola para o Turismo. Com raríssimas exceções, jamais ligaram para aqueles que sonham em conhecer a capital do RS. No mundo inteiro os administradores de cidades fazem de tudo para chamar visitantes; aqui, não.
Precisávamos ser sede da Copa do Mundo para que a cidade despertasse para o Turismo. E concluisse que precisa ser feito muito em pouco tempo para torná-la mais agradável. Descobiram os tais administradores, por exemplo, que apenas um rio sujo não é atrativo. Que avenidas, praças e parques têm que ser bem cuidados. Descobriram também que os pequenos detalhes são importantíssimos.
O que faz um secretário de Turismo?
Pelo que tenho notado nos últimos anos, não passa de uma figura decorativa, mas que sabe aproveitar a vida muito bem. Vivem participando de eventos pelo Brasil e, esporadicamente, pelo mundo. Eventos e mais eventos. Se fosse proporcional o número de “eventos” que um secretário participa ao crescimento da cidade, Porto Alegre estaria ali-ali com Barcelona. Berlim, quem sabe.
O que faz um secretário de Turismo?
Será que o secretário de Turismo sabe qual é – ou era – um dos pontos mais procurados pelos nossos visitantes?
Desisto, logo depois da pergunta, porque ele certamente vai falar em shoppings, por aí.
Claro que não existe pesquisa a respeito, mas historicamente um dos locais mais visitados por turistas é o Morro de Santa Teresa. E é evidente que as chamadas “autoridades do turismo” local não devem nem chegar perto.
O belvedere está abandonado há anos. Não há banheiros, não há policiamento, não há nada. Foi depredado e nada se faz por um dos mais belos pontos da cidade. O belvedere do Morro de Santa Teresa está entregue a bandidagem!!
O que faz um secretário de Turismo?
Deixa depredarem o belvedere do Morro de SantaTeresa. E não faz absolutamente nada, além de viajar para eventos.
—–
Poderão dizer que estou de implicância. Tudo bem.
Então admirem as fotos do Gilberto Simon:
(clica em cima da imagem que ela amplia) 

—–
O que faz um secretário de Turismo?
Tenta encontrar responsáveis pela sua omissão.

Fonte original da matéria do Prévidi:

http://previdi.blogspot.com/2011/07/bom-dia-sexta-15-de-julho-de-2011.html

Anúncios


Categorias:Belvedere do Santa Teresa, Morro Santa Teresa

Tags:, , ,

23 respostas

  1. Se não existe Turismo em Porto Alegre, como uma Agência de Viagem pode estar agora com 22 anos no Mercado, ter credibilidade, ter feito uma frota de ônibus, Micros e Vans e estar trabalhando como Transportadora turística para a PUC, SESC, (Soletur e posteriormente CVC)? Para os Guias de Turismo (Profissão Regulamentada), não falta trabalho. Acho que a pessoa foi infeliz no comentário mas pode se atualizar, ainda está em tempo. Com um detalhe, quem está bem no Turismo, não depende de Governo pelo contrário os encargos são pesados…mas se paga!

    Curtir

  2. Turismo em Porto Alegre, só mesmo no Fórum Social Mundial, que reúne uma pá de ratos de esgoto de uma ideologia burra e já sepultada.

    Curtir

  3. Morro santa tereza solução simples !!
    O governo que parece não enxergar o que esta acontecendo com o morro, poderia licitar toda area do morro em troca de loteamentos urbanizados com construtoras, assim relocaria a vila existente no local como estão fazendo com as remoções da tronco, e assim dando moradia digna as pessoas que hoje vivem ali,as construtoras contruiriam ali condominios e areas de lazer, bondinho, etc.. para população, devolvendo a tranquilidade para o turismo na cidade!!
    Eu que passo diariamente pela avenida padre cacique vejo apenas o crescimento das invasões no morro, providencias do governo NADA !!!

    Curtir

  4. If I had a dollar for every time I’ve been told I’m an idiot, I’d have… ummm… I dunno

    Curtir

  5. Porto Alegre não é uma cidade turística,
    Alguém seria capaz de citar um ponto turístico na cidade?
    Não me venham com o gasômetro e com o pôr-do-sol (conheço vários lugares onde o pôr é muito mais bonito).
    Também não venham com os museus e os teatros.
    Alguém já viu os museus e os teatros gerar renda ou emprego?
    Os turistas que aqui chegam são os do “negócio”, são eles que vem e voltam para cá.
    Trabalhei 20 anos na aviação, 99% deles queriam saber onde era o “Gruta Azul e a La Barca”.
    Jamais escutamos qualquer pergunta sobre os museus e os teatros da cidade…kkkkk
    O que eu quero dizer é que a nossa cidade não tem vocação para o turismo, por favor, paremos com isso.
    Nossa verdadeira vocação é para o “serviço” ou para o “comércio”,
    Ganharemos mais posicionando a nossa cidade para essas duas atividades econômicas.
    Porto Alegre e o seu plano diretor bobinho.
    Porto Alegre a única capital no mundo que não tem arranhas-céu.

    Curtir

    • Geralmente, a criação de um destino turístico envolve uma bela propaganda. Acho a Notre Dame de Reims, por exemplo, mais bonita do que a de Paris, mas é a que fica na capital francesa que recebe mais visitantes – e não, não é apenas porque “o turista tá ali porque quer ir ver a Torre Eiffel e acaba indo dar uma olhada na catedral”. As pessoas realmente querem conhecer a Notre Dame de Paris. Turismo é um negócio, e o caminho pro sucesso é saber vender seu peixe.

      Além disso, quando se tem interesse em desenvolver o turismo em algum lugar e esse lugar não tem nenhum atrativo turístico, o que geralmente acontece é a criação de coisas que chamem a atenção dos visitantes. Talvez, de tão exagerado, meu exemplo pareça imbecil, mas Dubai deixa isso bastante claro.

      Nós não temos nenhum emir endinheirado, mas poderíamos ao menos tentar valorizar os lugares e os eventos que consideramos atrativos. Se turistas mesmo assim não se interessarem por Porto Alegre, tenho certeza de que os porto-alegrenses ficariam felizes com a valorização dos lugares que consideram relevantes. 🙂

      Curtir

  6. Discordo. Expointer, na GPOA, o Acampamento Farroupilha e os shows que retornaram à cidade, e arrastam fãs de todo o Brasil também devem ser contabilizados. Agora… se os socialistas promovem eventos, os capitalistas também podem fazê-lo. O mundo é livre, e os espaços estão aí. Move on!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: