Projeto da nova ponte do Guaíba vai a Brasília

O estudo de viabilidade técnica para a construção da segunda ponte do Guaíba será encaminhado na próxima semana ao Ministério dos Transportes pelo Dnit/RS, informou o superintendente do órgão no Estado, Vladimir Casa, durante audiência pública na Assembleia Legislativa, ontem.

Foi considerada com viabilidade técnica e financeira a proposta de obra junto ao Saco da Alemoa, com chegada pela freeway, junto à av. Dona Teodora. Os valores estimados variam de R$ 800 milhões, no caso de serem construídas duas pistas, ou de R$ 1,1 bilhão, se forem três. A extensão projetada para a ponte é de 2,9 km. Com alças e acessos, chega a 10,5 km. “A partir daí, aguardaremos instruções do governo federal para os próximos passos, que seriam o projeto propriamente e quem o executará: União, iniciativa privada ou por parceria público privada. A expectativa é de que em 2012 as coisas se definam”, disse Casa.

O projeto beneficiará a população que utiliza as BRs 116 e 290. Estima-se que metade da produção do Norte do RS é transportada pela ponte para embarque no Porto de Rio Grande. “Uma nova ponte beneficiará todos os setores da economia”, destacou o deputado José Sperotto, um dos líderes da Frente Parlamentar Pró-Ponte do Guaíba. “Essas discussões irão acelerar o debate e a concretização da ponte”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa, Adão Villaverde.

Correio do Povo



Categorias:Nova ponte Guaíba

Tags:

3 respostas

  1. OPINIÃO DE LEIGO TEM TANTA VALIDADE QUANTO UMA NOTA DE R$ 3

    Dizem que: “de medico e louco todos temos um pouco”; realmente temos o habito de opinar em áreas que não são de nossa especialidade, mas tomar essas opiniões como verdade é preocupante. Exemplo disso foi à opinião emitida por um matemático referente a uma obra de engenharia. Esta comparação de laranjas e melancias colocou em dúvida a opinião de milhões de gaúchos no que se refere à construção da Segunda Ponte do Guaíba.

    O Movimento não questiona as qualidades e nem o profissionalismo do Matemático apenas estamos manifestando o que para nós foi uma informação totalmente equivocada na comparação da Segunda Ponte do Guaíba com a Ponte do Rio Paraná.

    O Movimento é composto por profissionais de diversas áreas, inclusive engenheiros, entretanto não queremos cometer o mesmo equivoco e analisar dados que não são de nossa especialidade (somos um movimento da sociedade civil), por isso, publicaremos abaixo um quadro com informações, retiradas do site do DNIT, e deixaremos a análise aos técnicos. Ressaltamos que estamos buscando a devida comparação com os profissionais de engenharia.

    Ponte s/ Rio Paraná
    DADOS PONTE S/ RIO PARANÁ FONTE:
    PROCESSO: DNIT nº 50600.000278/2010-76 http://www1.dnit.gov.br/anexo/Edital/Edital_edital0040_10-00_2.pdf

    EDITAL: Nº 0040/2010-00
    ORÇAMENTO DO EMPREENDIMENTO (moeda Set/09): R$ 114.988.274,99
    ORÇAMENTO DA OBRA DE ARTE: R$ 101.669.397,95
    ORÇAMENTO DOS ACESSOS EM ATERROS: R$ 13.318.877,04
    EXTENSÃO TOTAL DO EMPREENDIMENTO (m): 7.448,23 http://www.itti.org.br/portal/images/stories/gpontes/Rio%20Paran%C3%A1%20BR262/Relat%C3%B3rio%20de%20Programa%C3%A7%C3%A3o%20-%20Rio%20Parana%20BR-262.pdf

    EXTENSÃO EM OBRA DE ARTE (m): 1.344
    LARGURA DA OBRA DE ARTE (m): 11
    ÁREA DA OBRA DE ARTE (m²): 14784
    CUSTO OBRA DE ARTE / m² R$ 6.876,99

    Segunda Ponte s/ Rio Guaíba
    DADOS SEGUNDA PONTE S/ RIO GUAÍBA FONTE:
    PROCESSO: DNIT nº 50610.001611/2009-10 http://www1.dnit.gov.br/anexo/Edital/Edital_edital0765_09-10_0.pdf

    EDITAL: Nº 0765/2009-10.
    ORÇAMENTO DO EMPREENDIMENTO (moeda Jul/10): R$ 813.089.500,00 EVTEA – RPE – VOLUME 1- PÁG 385
    ORÇAMENTO DA OBRA DE ARTE R$ 702.639.500,00
    ORÇAMENTO DEMAIS SERVIÇOS (desapropriação, meio ambiente, projeto,…) R$ 110.450.000,00
    MAIOR LARGURA DA OBRA DE ARTE – SOB A ÁGUA – 4 FAIXAS (m): 27 EVTEA – RPE – VOLUME 1- PÁG 269
    ÁREA DA OBRA DE ARTE (m²): 121.524,00 EVTEA – RPE – VOLUME 1- PÁG 403
    CUSTO OBRA DE ARTE / m² R$ 5.781,90

    O Movimento vem buscando a construção da Segunda Ponte desde 2006 e apenas o Projeto de Viabilidade (EVTEA) e Traçado foi concluído em 13 de maio de 2011, e assim mesmo, o Estudo ainda não foi remetido à Brasília, embora tenha sido solicitado (em 18 de março) pela Presidente Dilma Rousseff, com prazo de 15 dias.

    Não somos os donos da verdade e nem queremos dizer que não aceitamos opiniões, pelo contrário estamos sempre abertos a manifestações construtivas, inclusive se as informações do matemático estivessem fundamentadas por Técnicos, tenham certeza de que essa manifestação estaria sendo ao seu favor.

    Não compactuamos com os fatos ocorridos nos órgãos responsáveis pela Construção da Segunda Ponte no Guaíba, até que nos prove contrário os valores citados estão corretos. Se em descordo aguardamos manifestação.

    Curtir

  2. A discussão da viabilidade “técnica” não é algo simples. Envolve inúmeras discussões, que podem se arrastar por meses, até que todos os interessados estejam confortáveis com suas propinas.

    Curtir

  3. O tempo que as “autoridades no assunto” levam para estudar a VIABILIDADE TÉCNICA da nova ponte sobre o Guaíba de 2,9km, será o mesmo que os chineses levaram para CONSTRUIR uma de 42km, quem viver verá, alguém duvida???

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: