Copa 2014: Aeromóvel de Porto Alegre começa a sair do papel

Veículo “a vela” ligará aeroporto Salgado Filho à linha de metrô da capital gaúcha

Modelo de trem do Aeromóvel, que começa a sair do papel (crédito: Divulgação)

Um veículo movido a ar que ronda a imaginação dos gaúchos desde a década de 80 está finalmente ganhando contornos reais. Na segunda semana de agosto, está previsto o início das obras de estaqueamento da estrutura que vai sustentar a primeira linha do Aeromóvel no Brasil, que ligará uma estação do trem metropolitano de Porto Alegre, o Trensurb, com o aeroporto Salgado Filho.

A linha terá pouco menos de um quilômetro e servirá de apoio para levar passageiros do trem ao terminal da Infraero –não será necessário pagar uma nova passagem, pois o custo está embutido na passagem do Trensurb.

O Aeromóvel roda sobre uma via suspensa e funciona como uma espécie de barco à vela ao contrário: embaixo do vagão, uma estrutura que faz as vezes de vela é impulsionada pelo ar projetado em um duto fechado.

Inventado pelo engenheiro gaúcho Oskar Coester no final da década de 70, o Aeromóvel tem uma pista de testes ativa no centro de Porto Alegre, erguida nos anos 80. Desde então, no entanto, o veículo foi deixado de lado. A invenção se tornou realidade somente em Jacarta, na Indonésia, onde transporta visitantes em torno de um parque temático.

Depois de passar por novos estudos, o Aeromóvel voltou à pauta como um meio de transporte para curtas distâncias e ganhou apoio do governo federal.

“Será a primeira aplicação comercial desse sistema no Brasil, mais de 25 anos depois da sua invenção”, diz o gerente de projetos e obras da Trensurb, Sidemar Francisco da Silva.

O custo total do empreendimento está estimado em R$ 30 milhões. A expectativa do engenheiro é que em janeiro de 2012 o sistema já esteja aberto ao público. A operação será feita por dois veículos com capacidade para 150 e 300 passageiros.

O investimento é tido como estratégico para a Copa de 2014, uma vez que o Trensurb (atualmente passando por obras de expansão até Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre) vai ser importante meio de transporte de visitantes entre o centro da capital gaúcha, cidades satélites e o aeroporto. Atualmente, além de Porto Alegre, o trem passa ainda por Canoas, Sapucaia, Esteio e São Leopoldo.

A via elevada do Aeromóvel terá 48 pilares de concreto pré-moldado, sendo que 42 estão prontos. O veículo também está sendo fabricado por uma empresa do Rio de Janeiro.

A Trensurb está licitando as obras para a construção das duas estações do Aeromóvel. Os editais serão concluídos em 4 de agosto. Este é o último dos quatro processos licitatórios que foram abertos para concretizar o projeto.

A estimativa dos engenherios da Trensurb é que o Aeromóvel transporte diariamente cerca de 7 mil passageiros, incluindo usuários e trabalhadores do aeroporto. Entretanto, como há um projeto de construção de um shopping center anexo aos terminais do Salgado Filho, esse número pode crescer. “Se houver grande potencialização desses negócios, o público poderá chegar 11 mil passageiros por dia”, calcula Silva.

Portal 2014

Naira Hofmeister – Porto Alegre



Categorias:Aeromóvel, aeroportos brasileiros

Tags:,

3 respostas

  1. Será a primeira aplicação comercial, mas não será um modal independente de transporte em massa da cidade, como o será em Nova Iguaçú e em Salvador, pois nas referidas cidades será possível se utilizar essas linhas para se chegar à algum lugar sem precisar de outro modal e já o aeromóvel do aeroporto não liga o nada a lugar algum se for analisado isoladamente, pois faz apenas a ligação do aeroporto com o Trensurb, é como se fosse um aeromóvel do aeroporto, como os principais aeroportos das metrópoles mundiais os têm..

    Curtir

  2. Lage de grês na orla e linha de trem ligando o quintal à sala de estar, têm tudo a ver com a nossa magnitude.

    Curtir

  3. Ótimo!!
    Pena que não foi pensando trechos mais importantes como o Mercado Público á Unisa do Gasômetro e desta ao Beira Rio, por exemplo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: