Cresce demanda em aeroportos gaúchos

No Salgado Filho, melhorias na infraestrutura serão feitas até fim do ano

No RS, 3,66 milhões de pessoas usaram os terminais no primeiro semestre Foto: Bruno Alencastro

Os aeroportos do Rio Grande do Sul tiveram movimento intenso de passageiros nos primeiros seis meses do ano. Foram 3.664.570 pessoas que usaram os terminais de Bagé, Pelotas, Uruguaiana e Porto Alegre, administrados pela superintendência regional da Infraero. Somente na Capital, foram 3.657.356 passageiros, bem acima dos 3.042.048 registrados no mesmo período de 2010. A movimentação nos terminais acendeu a luz de alerta quanto à infraestrutura necessária para atender a demanda da Copa de 2014, especialmente em Porto Alegre, uma das cidades-sede.

O superintendente do Aeroporto Internacional Salgado Filho, Jorge Herdina, garante que as obras postas em prática em 2010 estarão concluídas no final do ano e vão contribuir na expansão da capacidade. Entre as ações da instalação do Módulo Operacional Provisório (MOP) para atender à demanda no curto prazo, mais processadores, canais de inspeção e balcões de check-in, além da ampliação dos ambientes nas áreas do saguão e em salas de embarque e desembarque. Essas providências deverão elevar em mais 1,5 milhão de passageiros a capacidade do terminal, hoje em 6,5 milhões ao ano.

Pista e pátio na previsão para 2012

A ampliação da pista, do pátio e do Terminal 1 de passageiros no Salgado Filho estão no cronograma de obras da Infraero para 2012. Em outubro deverá ser finalizada a revisão do projeto de ampliação da pista de pouso e decolagem, o que possibilitará receber mais aeronaves de grande porte, aumentando a oferta de voos internacionais. Outra obra é a do complexo de logística de carga, com entrega prevista para o segundo semestre de 2012. O pátio terá capacidade para seis aeronaves simultaneamente, ampliando de 25 para 31. Para 2013, a proposta é de mais oito posições, chegando a 39. Está em processo de licitação.

Em 2012, o aeroporto deverá passar ao nível 2, mais indicado às condições meteorológicas da Capital. Hoje, por causa da neblina, passa muito tempo fechado. Conforme Jorge Herdina, superintendente do Salgado Filho, o sistema de luzes de aproximação é indispensável para uma operação segura com névoa forte. A licitação já foi feita e a empresa tem um ano para o serviço. Ao todo, é estimado investimento de R$ 645 milhões entre melhorias e infraestrutura, contemplando pista, pátio, terminais de passageiros e cargas. “São ações que contribuem para elevar a capacidade do sistema como um todo.”

 Com relação a uma área maior para o Salgado Filho, embora a emissão de posse dos terrenos desapropriados para a ampliação esteja com a Infraero, as obras ainda não se iniciaram. Hoje, em ato simbólico, a Procuradoria-Geral do Estado envia à Advocacia-Geral da União o primeiro lote de matrículas das áreas desapropriadas. Segundo a coordenadora da Procuradoria do Domínio Público Estadual, Patrícia Dall”Acqua, o lote é formado por matrículas registradas como de propriedade da União, relativas a 33 terrenos da vila Floresta.

 Interior e Capital

Passageiros

– Bagé: 1.001

– Porto Alegre: 3.657.356

– Pelotas: 4.803

– Uruguaiana: 1.410

 

Terminal de Carga Nacional e Internacional do Aeroporto Salgado Filho

– Importação: 5,4 mil toneladas

– Exportação: 3.525 toneladas

– Nacional: 11.320 toneladas

– Total: 20.245 toneladas

Fonte: Infraero

*Período janeiro/junho 2011

 

Correio do Povo



Categorias:aeroportos brasileiros, Aviação

Tags:,

1 resposta

  1. O aumento, ou não, da demanda por aeroportos não importa mais, pois basta o governo mudar os critérios de capacidade de um aeroporto que os problema estão resolvidos e investimentos não precisam mais serem feitos com urgência. Aliás, falando em investimentos, teremos enfim os módulos operacionais provisórios, como se a demanda por aeroportos fosse temporária, como se o crescimento do transporte aéreo não fosse previsível e como se não tivessemos aqui, logo em seguida, talvez o maior evento mundial.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: