Rio Grande do Sul é o terceiro em consumo de aço no País

Apesar de não ter nenhuma usina, o Rio Grande do Sul é o terceiro Estado em consumo de aço no Brasil, ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.

O resultado foi apresentado nesta terça-feira pelo Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Produtos Siderúrgicos (Sindisider).

“O maior volume de consumo do aço no Estado está associado aos setores de máquinas agrícolas, automobilismo e construção civil”, salientou o presidente do Sindisider, Carlos José Loureiro.

Segundo ele, o elevado nível de consumo fica mais evidente se comparado à rede de distribuição existente no Estado, com mais de 400 distribuidores de material siderúrgico.

O mercado gaúcho também merece destaque por ter conquistado crescimento considerável em curto espaço de tempo. Entre 2007 e 2011, o segmento ampliou a performance de 7% para 9%. Loureiro mostrou preocupação, porém, com o cenário nacional. Ele adiantou que já houve uma redução na projeção de crescimento deste ano. A previsão inicial era de 15%, mas não deverá ultrapassar os 10%.

O presidente do Sindisider argumentou que o recuou é resultante do cenário de instabilidade no cenário internacional. “Temos um momento bem deliciado, com os Estados Unidos podendo ingressar em uma crise financeira grave e a Europa enfrentando um sério problema de estabilidade econômica”, justificou. Loureiro também se mostra receoso com o cenário nacional, principalmente quanto ao andamento das obras necessárias para a Copa do Mundo de 2014. “Pela proximidade do evento esportivo, o consumo deveria ter aumentado”, comentou.

O superintendente do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda) e da Delegacia Regional do Sindiser (Sindiser-POA), Gilson Santos Bertozzo, explicou ainda que a distribuição é fundamental para assegurar o desenvolvimento do setor, sendo responsável por 30% das transações no país. Lembrou que o Sindiser-POA foi inaugurado em abril.

O Estado é um dos importantes mercados da distribuição de aço brasileira, onde estão localizadas empresas como Gerdau, Soluções Usiminas, Frefer Metal Plus, Meincol, Aços Favorit, Açokraft, Açotubo, Metalúrgica Fallgatter, Sidersul e Tyco Dinaço.

Fonte: Mauren Xavier / Correio do Povo



Categorias:Economia Estadual

Tags:,

%d blogueiros gostam disto: