Infraero recebe área para obras da pista

A Infraero recebeu na manhã de ontem o primeiro lote de terrenos para a ampliação da pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho. A área, ao lado do Aeroporto, foi desapropriada pela Procuradoria-Geral do Estado. Foram registrados 33 lotes como propriedade da União – e as matrículas entregues pelo procurador-geral do RS, Carlos Henrique Kaipper, à superintendente do Patrimônio da União no RS, Rose Carla Silva Correia.

Para viabilizar as obras de expansão da pista do Aeroporto, foi necessária a desapropriação de 170 imóveis localizados na Vila Floresta. O projeto inicial destinou R$ 61 milhões para o pagamento das indenizações. Um novo bloco, com 27 terrenos, será liberado nos próximos dias.

Correio do Povo



Categorias:aeroportos brasileiros

Tags:

3 respostas

  1. Viram a agilidade do andamente na INFRAZERO do projeto do segundo prédio de estacionamentos para o Salgado filho, lançado em junho de 2008. Até agora nada, 3 anos depois nem o edital tem perspectiva de sair. Isso que vai sera a iniciativa privada a encarregada de construir esse estacionamento, cabendo apenas ao governo estipular os parâmetros do prédio e lançar o edital de concessão.

    Imagina, quando teríamos pronto esse simples estacionamento, se os recursos tivessem que sair do caixa do governo? Dá para prever, então, que não teremos a pista e o terminal ampliados para a Copa, pois essas obras deverão ser feitas obrigatoriamente com recursos públicos, já que a privatização foi descartada.

    Que eficiência!

    Curtir

  2. Seguindo o cronograma, no finalzinho de 2013…a área estará toda liberada. Obras poderão iniciar em março de 2014 e ficarão prontas em meados de 2015, bem a tempo pras Olimpíadas do Rio.

    Curtir

    • A chance de hospedar a Comissão Técnica, Atletas e todo o STAFF do Senegal em Porto Alegre em tempos de Olimpíadas não pode ser desperdiçada pela preguiça de alguns folgados, tanto moradores como procuradores. Vamos trabalhar, gente.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: