Placas de ruas poderão ter nomes populares em destaque

Em vez da identificação completa das ruas, os nomes populares poderão aparecer em destaque nas placas de sua identificação em Porto Alegre.

Com isso, a avenida Borges de Medeiros pode virar Borges. A Protásio Alves pode se chamar simplesmente Protásio. E a Duque de Caxias, apenas Duque.

O novo padrão foi uma das recomendações dos técnicos envolvidos em um amplo estudo sobre o mobiliário urbano, o conjunto de itens como cabines telefônicas, paradas de ônibus e lixeiras. O trabalho, iniciado neste ano, já concluiu o levantamento do mobiliário existente e as necessidades de melhorias.

No caso das placas com os nomes das ruas, identificou-se que, dos 47 mil cruzamentos da cidade, 22 mil ainda não têm sinalização.

O objetivo do prefeito José Fortunati, que determinou a criação do grupo de trabalho, é padronizar o mobiliário urbano. A ideia é abrir licitações distintas para a recuperação e remodelação de cada item. As empresas vencedoras custeariam a recuperação e conservação por determinado período, em troca da instalação de painéis publicitários. Além de apurar os locais onde faltam placas, o grupo de trabalho recomendou alterações no padrão visual, para facilitar a identificação à distância. Uma das sugestões é destacar o nome mais conhecido, como já ocorre em São Paulo e Caxias do Sul.

http://www.affonsoritter.com.br



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

27 respostas

  1. O melhor seria que TODAS as ruas tivessem seu nome claramente identificado. Facilitaria muito mais do que marcar as conhecidas com outros nomes, sejam eles lá quais forem.

    Curtir

  2. Como o Bruno e o Renan falaram, o nome simplificado aparecerá em letras gigantes e o nome completo embaixo. Facilita para quem está em movimento na rua e não pode parar e apertar o olho pra conseguir enxergar o minúsculo nome completo.
    Augusto, se você é contra isso, vá se tratar, na boa. De 100 comentários, 101 dos seus têm o objetivo de reclamar de qualquer aspecto da cidade. Se você nunca foi a São Paulo e viu como esse sistema nas placas facilita a vida do morador e do forasteiro, sinto muito pelo sua capacidade de raciocinar, afetada pelo seu pessimismo exagerado.

    Curtir

    • Continuas votando neles, Marcos. Tu mereces. Será que vocês não sabem que, além de ser algo desnecessário a falcatruagem está EXATAMENTE na licitação pra confecção das placas? PQP! Tem que explicar tudo nos mínimos detalhes pra vocês. O projeto custa X e a PMPA vai pagar várias vezes isso pra empresa que ganhar a licitação. É o mesmo que ocorre com os tachões na cidade. São oportunidades que alguns gestores públicos encontram pra ganhar uma beirada com o NOSSO dinheiro. Porque vocês acham que a cidade está infestada de tachões e olhos de gato encrustrados no asfalto?
      O contribuinte infelizmente não se dá conta da quantidade de desvios de verba pública que é feita e estão embutidas em leis “inocentes”. Vocês têm muito feijão com arroz pra comer antes de ENTENDER o sistema.
      Vinte e cinco anos de serviço público me revelaram a amplitude da safadeza humana na administração do dinheiro público.

      Curtir

      • Não precisas partir pra discussão política, pois sabemos que o partido muda e a cidade não melhora.
        Licitação, gasto público, qualiadade, isso daria pano pra manga. O fato é que parece, pelos comentários anteriores, que você NÃO ENTENDEU direito a funcionalidade das placas.

        Curtir

        • Mas claro que eu entendi. Trabalho na prefeitura há duas décadas e meia. kkk Entendi perfeitamente aonde vai parar o meu e o teu dinheiro.

          PS. Só um detalhe. Depois tu não vens reclamar que a PMPA não tem grana nem pra conservar as praças. Eu já expliquei tudo bem direitinho. All right?

          Curtir

  3. Eu acho bom esse sistema. Pra quem nao sabe, ele é usado em Sao Paulo. Por exemplo: todas ruas que cortam a av Paulista tem um plaquinha nas esquinas, como aqui. Mas acima delas, bem alto e bem grande, ha uma placa com o nome resumido. Assim, de longe ja da pra ver que aqui ta cruzando a Agelica, ali adiante ta cruzando a Augusta, etc.
    Esse sistema é usado tambem em varias outras capitais, com resultados muito bons.

    Esse é só umas das muitas solucoes avançadas (como sinaleiras com barrinhas ou contagem regressiva, corredores de onibus sem muralhas e com cameras que fotografa carro que ousa entrar na faixa exclusiva, etc) que Sao Paulo e varias capitais usam a tempo, e que Porto Alegre nunca ouviu falar.

    Curtir

  4. Não vejo motivo para tanta polêmica. Como falei anteriormente, o exemplo de São Paulo seria o melhor a ser implementado aqui. A Borges ficaria assim:

    “av BORGES de medeiros”.

    Esse ‘borges’ em letras garrafais e com fonte maior. O restante em fonte menor. É questão de visibilidade e não nomenclatura.

    (PS.: Assim espero que o projeto seja este, do contrário…)

    Curtir

  5. Acho ótimo esse sistema, porque facilita muito a leitura do quem passa dirigindo e está procurando uma rua determinada. Além disso, os porto-alegrenses têm muito arraigado o hábito de simplificar os nomes (a Borges, a Voluntários, etc.)
    Mas o que eu quero mesmo é que deixem de pôr as duas placas da esquina no mesmo nível. A gente vem andando de carro e não consegue ler o nome que está na placa da rua transversal porque a outra placa fica na sua frente ! É uma solução burra que pode ser facilmente evitada colocando uma placa mais alta ou mais baixa que a outra, como já vi em outras cidades.
    E vamos pôr mais placas com os nomes de ruas ! Estão faltando muitas !
    Pércio de Moraes Branco
    Vice-Presidente da AMIVI

    Curtir

  6. Vou EXPLICAR porque mudar nome das ruas para nomenclaturas de como são mais faladas é uma ASNEIRA NON SENSE.

    Porque, quem é morador de Porto Alegre sabe que Borges de Medeiros e Borges são a mesma Avenida. Sabe de Voluntários da Pátria e Voluntários são a mesma rua. Sabe que Protásio Alves e Protásio, são a mesma avenida.
    Agora…o turista, que não conhece nada daqui, consulta um mapa turístico, um guia oficial da cidade e lá está escrito…BORGES DE MEDEIROS, PROTÁSIO ALVES e VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA. Os nomes dod logradouros estarão grafados de acordo com o nome correto…por extenso, sem abreviações ou sem maneirismos. Então ele chega na Borges…e não sabe que está na Borges de Medeiros…chega na Protásio e não sabe onde está a Protásio Alves. Ou seja…quem mais precisa de orientação, que são os turistas, vão ficar numa confusão danada.

    Não tem que mudar nome de logradouro, porcaria nenhuma! Tem é que manter o nome oficial e parar de inventar solução de jerico.
    É como diz o ditado; cabeça desocupada é oficina do Diabo. Vereadores sem ter o que fazer, acabam cometendo “diabruras”. Inevitável.

    Curtir

    • Acho que quem não está entendendo és tu Augusto. Ninguém está propondo trocar o nome das ruas. O que se propõe é DESTACAR nas placas o nome pelo qual a rua é conhecida… Na Zero Hora de hoje até saíram fotos de placas em Caxias do Sul, que seguem este estilo.
      Ao invés de termos uma placa com letras minúsculas escrito “Avenida Protásio Alves”, teremos uma escrito “Protásio” em letras garrafais e embaixo vem o nome completo da rua, em letras menores. Acho uma ótima iniciativa, pois facilita a vida de todo mundo, principalmente dos moradores da cidade. Antes de termos uma cidade pensada para os turistas, temos de ter uma cidade melhor para aqueles que nela habitam.

      Curtir

    • Quando o turista chegar na Borges, Protásio ou Voluntários, verá a placa com esses nomes resumidos ALÉM do nome completo logo abaixo, caso o seu bom senso tenha lhe falhado por completo. A estrutura é igual como está hoje, mas com o adicional do nome resumido garrafal. Nada se perde, só se ganha.

      Curtir

  7. Tinham que fazer como em Sampa e Recife e colocar grandes placas também fixadas nas vias aéreas para que os motoristas possam saber por quais ruas estão cruzando enquanto andam pelas avenidas, bastando olhar para cima.

    Curtir

  8. Eu ainda não entendi se vai ter escrito “Parque da Rendenção” em algum lugar. Se continuarmos com placas que chamam ele de Farroupilha (por exemplo) não vejo ganho mesmo, estão só abreviando nomes.

    Curtir

  9. Que pessoal que reclama… sempre foi falado que a sinalização é ruim. Daí, vem um projeto pra melhorar esse ponto e é bombardeado por críticas. Tinham que deixar as plaquinhas do jeito que estão, já que reclamam de tudo mesmo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: