URGENTE: RETROFIT DO EDIFÍCIO “ESQUELETO”

O arquiteto e urbanista Marcelo Gotuzzo, como largamente divulgado pelo Blog Porto Imagem, é o responsável pela criação deste belo projeto de retrofit para o Edifício Praça XV, o chamado “ESQUELETO”. Além de um simples retrofit, o projeto é acompanhado por uma proposta de ocupação.

O prédio inacabado já se tornou símbolo da nossa cidade. Mas seu destino está traçado.

Aqui, trazemos o sensacional video explicativo do projeto.

Vídeo do Projeto de Reciclagem Ed. da Praça XV em Porto Alegre

.

.

Confira aqui a matéria que foi publicada no Jornal do Centro para que possamos ter conhecimento deste importante passo que será dado para a revitalização urbanística do nosso centro histórico.

Uma proposta para prédios abandonados no Centro Histórico

O Projeto Retrofit Edifício Praça XV, do arquiteto e urbanista Marcelo Gotuzzo recebeu recentemente a menção honrosa no Concurso Nacional de Projetos de Arquitetura Ópera Prima 2011 – realizado pelo IAB, em parceria com a Revista Projeto Design. Mestrando em Arquitetura pela UFRGS, Gotuzzo estuda referências de reciclagens de edificações promovidas por comunidades autônomas. E vê potencial para este tipo de uso no prédio, conhecido como esqueleto da Praça XV, que se encontra inacabado há cerca de 60 anos, em pleno Centro Histórico de Porto Alegre.

Foto de Gilberto Simon e, ao lado, a simulação de Marcelo Gotuzzo e Gilberto Ribeiro

De acordo com o arquiteto, o edifício tem potencial de revitalização nos moldes da participação coletiva, pois possui uma grande estrutura ociosa em local de fácil acesso a todas as comunidades do grande perímetro urbano da capital. Ele explica que a “recuperação proposta é voltada para o uso público, com projetos de inclusão social, e, se viabilizada, trará enorme retorno à cidade, que há 60 anos aguarda o desfecho dos 20 andares da estrutura pronta em concreto armado desta edificação inacabada”. Gotuzzo afirma que a iniciativa é apoiada pelos proprietários da edificação e diversas entidades autônomas consultadas.

Entre os apoiadores e idealizadores do projeto estão a Comunidade Utopia e Luta e Valther Maestro, que tem participação em diversos projetos autônomos, na área da formação e geração de renda.

O arquiteto afirma que o professor Maestro “realiza projetos pedagógicos vanguardistas, no âmbito mundial, junto às comunidades que vivem em áreas de periferia no Brasil”. Quanto ao uso, o projeto propõe um Centro Comunitário Autônomo com estrutura de uso público, a ser gerenciada e mantida pela própria comunidade – através de associações, cooperativas e ONGs. O arquiteto ressalta que “convivem no projeto de recuperação desta grande estrutura os usos da habitação, cultura, formação, geração de renda, autonomia alimentar com terraços produtivos e enfermaria para assistência médica básica.”

Quanto à implantação do projeto, na reciclagem mantém-se grande parte do concreto armado original. Gotuzzo ressalta que “laudo técnico recente atesta a viabilidade do uso desta estrutura, o que significa uma redução no custo da obra.” Além disso, explica que se somam, a esta estrutura original, novos elementos em estrutura metálica, com fechamentos leves e pré-fabricados.

As adições são conectadas externamente – e de forma sutil – ao corpo da edificação original. “Este tipo de construção possibilita uma obra limpa, segura e rápida, além de fazer uma clara distinção entre o novo e a estrutura pré-existente”, afirma.

No total, são 10.513 m² de área construída, sendo 6.800 m² desta área destinada à habitação, e 3.713 m² destinados a projetos diversos, no Centro Comunitário Autônomo.

* Texto escrito pelo corpo editorial do Jornal do Centro

____________________________

.

Confira também o Blog que o Arq. Marcelo Gotuzzo acaba de lançar para divulgar o projeto e tornar realidade o retrofit do esqueleto:

http://autogere.blogspot.com/



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

22 respostas

  1. Alguem avisa que a estrutura tá condenada?

    Curtir

  2. Olá Pessoal,
    O Brasil tem uma capacidade incrível para estas iniciativas autônomas. Quem comunga desta opinião é um dos idealizadores da implantação deste projeto de Reciclagem do Ed. da Praça XV, o educador Valther Maestro. Ex-professor da USP e pesquisador Pós-Doutorando em educação, Valther está fixando residência aqui no Sul, abrindo mão de sua trajetória de professor universitário na aclamada universidade paulista. Com projetos ambiciosos Valther vem colocando a mão na massa junto com seus alunos em projetos pedagógicos autônomos, realizados em escolas em Viamão, Restinga, entre outras. Ele previamente já participou de algumas realizações exemplares, neste sentido, em São Paulo. Estamos formatando o material e postaremos em breve estas informações no blog http://www.autogere.blogspot.com
    Vos peço que continuem acompanhando. Divulguem o blog e participem, a realização deste projeto será uma conquista de todos!
    Gotuzzo

    Curtir

  3. Acho que o GersonLondon tem razão, com a inoperância da administração porto alegrense sei não…aqui eu aprendi a acreditar só depois de pronto. Já vi tanta promessa e tanta proposta que não deu em nada!

    Curtir

Trackbacks

  1. Rumores sobre o esqueleto do centro de Porto Alegre « Blog Porto Imagem
%d blogueiros gostam disto: