Vamos todos dar exemplos de cidadania, por Adeli Sell

Tenho feito duras cobranças à passividade de nossos gestores, à desorganização das estruturas da Prefeitura, batido duro no abandono das coisas. Tratando-se de serviços públicos, as coisas vão de mal a pior: é lixo por todos os lados, calçadas detonadas, ruas esburacadas, falta de médicos nos postos de saúde, ônibus atrasados e lotados, praças tomadas de matagal, vilas com esgoto a céu aberto. É uma vergonha.

Se por um lado se constata falhas graves na gestão da cidade, por outro é preciso admitir o descompromisso de parte da população no cuidado da Capital. Está faltando amor pela cidade tanto dos que vandalizam quanto dos que se calam! Basta ver o que aconteceu com os nossos contêineres. Mal foram distribuídos pela cidade e alguns já foram destruídos.

Nós cidadãos podemos e devemos dar exemplos de cidadania se quisermos mudar, reciclando nossa cultura de desleixo e descaso, partindo para posturas ousadas, marcando uma nova atitude diante do mundo. Que tal voltarmos a separar o lixo em casa, colocando-o na rua somente na hora em que o Dmlu manda colocar. Aí, sim, sabendo que o departamento não é cumpridor de suas agendas, poderemos reclamar.

Vamos dar exemplos de cidadania cruzando ruas e avenidas somente na faixa de segurança. Quando ao volante: respeitando e parando sempre que um pedestre aguardar para realizar a travessia. E não jogar lixo para fora da janela do carro. E buzinar apenas quando necessário. Sem esquecer de colocar o cinto de segurança. Antes de xingar um agente de trânsito, pense no que fez ou deixou de fazer.

E na hora do almoço, pense antes de servir, coloque no prato do dia, nestes restaurantes com buffet livre, apenas o que você for comer. Mesmo pagando, o desperdício é falta de cidadania e é embutido no preço. Pense que os alimentos são finitos, que há gente com fome.

Cidadania está, também, nas coisas simples do dia a dia.

Ao comprar um produto ou pagar um serviço, peça nota fiscal. É um direito seu. E também ajuda no combate à sonegação. E ainda pode doar as mesmas notas de compra para uma instituição que troca por bônus da SeFaz.

Jamais pague propina para agentes públicos para conseguir algo que for de seu direito.

Reclame das demoras nos órgãos públicos a seu vereador. Faça valer o seu voto. Faça a coisa certa: primeiro o nosso dever, para depois podermos cobrar nossos direitos.

Adeli Sell – Vereador



Categorias:Artigos

Tags:, ,

11 respostas

  1. Muito obrigada por terem explicado sobre o assunto cidadania.

    Curtir

  2. Achei ótima a proposta de reverter o exercício de cidadania, ou seja, além de exigir dos órgãos públicos também lembrar ao cidadão seu dever e direito de auxiliar nos cuidados de educação no cotidiano. Empoderar as pessoas de cuidados, uma politização em prol da comunidade. Achei tmb importante o posicionamento do vereador em chamar para si e para os demais desta categoria de representantes da população, os cuidados para com o que é público. Visto que o povo que os elegeu.
    Gostaría de registrar, dado minha experiência comunitária participando de Associação de Moradores de meu bairro, o quanto há um esquecimento da população em geral de unirem forças locais e associarem-se democráticamente através de legislação disponível. Reposicionando-se da pura queixa e utilizando os caminhos de política comunitária e não apenas partidária.
    Sds,
    Sandra Meurer Romanini
    Associação de Moradores Rincão e Petrópolis
    Novo Hamburgo.

    Curtir

  3. Estava na hora de alguém com crediblidade dar um “puxão de orelhas” nos bagunceiros de plantão. Parabéns, Vereador!

    Curtir

    • Infelizmente o puxao de orelhas aqui está sendo dado nos leitores deste blog, que a exceção do Augusto, não parecem ser bagunceiros.

      Curtir

  4. Vereador Adeli, cidadania se ensina na escola. Por exemplo, se educação de trânsito virar matéria disciplinar, valendo nota, no ensino básico, teremos, em 15 anos, quando esse pessoal tirar carteira de motorista, bons pedestres, e por consequencia, bons motoristas.
    Educação, essa é a maior incentivadora da cidadania.

    Curtir

    • Qualquer coisa que leve 15 anos para surtir efeito não vai nem ser considerado por qualquer politico que respeite seu partido.

      Curtir

  5. Essa historia de cidadania, de Eu curto, Eu cuido, e’ so’ conversinha pra boi dormir, nao resolve nada. Vai tentar convencer o sujeito que mora num barraco sem telhado no meio do lixo la’ onde o diabo perdeu as botas a manter a sua rua limpa… o coitado vai e’ dar risada.

    Curtir

  6. O Fortunatti tem sido o melhor prefeito dos ultimos anos, melhor inclusive que os petistas que passaram pela prefeitura. O vereador Adeli Sell, como o nome bem diz, esta’ vendendo sua candidatura.

    Curtir

  7. Enquanto não cobrarem e punirem o básico: jogar lixo no chão, toco de cigarro, fumar em local público, atravessar na faixa… não dá para cobrar o “avançado”: pixação, depredação,… pois uma coisa depende da outra.

    Nenhum depredador começou colocando fogo em container. Ele começou jogando chiclete no chão, daí como não foi punido resolveu mijar na calçada,… depois pixar o mapa das paradas de ônibus… e assim por diante.

    Curtir

  8. Bem colocado pelo vereador, precisamos cumprir primeiro nossos deveres com a cidade pra depois exigir nossos direitos, no Brasil houve uma inversão todos se acham cheios de direitos e nenhum dever. Vamos colocar lixo no lixo, atravessar na faixa de segurança, parar o carro para o pedestre atravessar, não andar de bicicleta na contramão e por aí vai a lista é longa, mas temos que começar…

    Curtir

  9. Esse Adeli está virando o rei dos discursos. Mas e a prática?

    Porque não aponta claramente oc culpados pelo atraso de POA, porque nunca foi à midia denunciar a inércia administrativa de Fogaça e agora de Fortunati e sempre ficou caladinho deixando Tarso entravar o Projeto do Cais?

    E mais, pura desculpa furada o veto ao Pontal que ele votou a favor, sob o argumento que estava seguindo orientação oficial do partido. Ora, quantas personalidades políticas de bravura se voltaram contra os seus partidos e votaram diferentemente da base e ainda foram à mídia dununciar a esculhambação do partido? Vários, até memso dentro do PT. E não faço dos que debandaram do partido, pois muita gente da época de fundação do PT ainda está no PT e mesmo assim já votou em sentido contrário á orientação do partido.

    Para mim é mais um banana, só que tentando se travestir de outra coisa.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: