Andrés diz que estádio do Corinthians é o único privado na Copa

Presidente do Corinthians assinou, recentemente, o compromisso de que o Estádio será uma das sedes da Copa . Foto: Aloisio Mauricio / Terra

O presidente do Corinthians, Andés Sanchez, participou na tarde desta segunda-feira no programa Arena SporTV e foi questionado sobre diversos assuntos envolvendo o clube paulista. E um dos principais temas abordados foi o futuro estádio do clube, provável palco da abertura da Copa do Mundo de 2014.

Além de negar de forma veemente que a Arena do Corinthians terá dinheiro público, Andrés afirmou que o local será o único privado do Mundial. “Não tem dinheiro público, pelo amor de Deus. Incentivo fiscal, ai sim. Eu vou ter que levantar a receita, ganhar mais dinheiro, pra ser liberado os incentivos”, disse. “O único estádio que vai ter dinheiro privado vai ser o do Corinthians. Vai lá ver o que fizeram (Atlético-PR e Internacional). Vai lá observar de onde vem o dinheiro do Beira-Rio e da Arena da Baixada”, completou.

Portal Terra

 



Categorias:COPA 2014

Tags:, , ,

7 respostas

  1. Se a CBF e a FIFA fossem sérias, em São Paulo a Copa seria no Morumbi. O Coríntians se acostumou a ganhar tudo de presente, como o Brasileirão de 2005 “tirado” do Inter (o próprio Presidente corintiano confessou depois). Flamengo e Coríntians são os maiores gigolôs do futebol brasileiro, eternamente protegidos pela CBF e Rede Globo. Se a isenção de impostos e o BNDES não é dinheiro público, então o que é dinheiro público? A ignorância deve ter subido à cabeça!

    Curtir

    • O problema não é o dinheiro emprestado pelo BNDES, que terá de ser pago um dia, ou as isenções de tributos, impostos que só existirão porque existe esse investimento antes, mas os recursos públicos, vindos diretamente do caixa dos governos do estado e do município de SP para aumentar a capacidade projetado do estádio do Corinthians, possibilitando assim que que ele possa receber a abertura da Copa de 2014.

      Curtir

  2. Se a ideia dessa Copa do mundo era fazer estádios sem o investimento direito de recursos púlblicos o Comite organizador deveria ter procurado os clubes de futebol, principalmente da primeira divisão, interessados em receber financiamentos públicos e isenções de impostos específicos para construir/reformar seus estádios, numa espécie de licitação.

    Todos os interessados se candidatariam com projetos de arenas e seriam escolhidos os 10/12 estádios mais viáveis economicamente e tecnicamente. Claro que, com isso, cidades importantes, sem grandes clubes de futebol, ficariam de fora, mas seria o mais lógico, pois é irracional construir uma Arena de centenas de milhões de reais COM DINHEIRO PÚBLICO em lugares onde não estão previstos grandes jogos de futebol para depois da copa e nem é possível fazer a sua manutenção sem o gasto de mais recursos públicos.

    São verdadeiros elefantes brancos construído com dinheiro que faltam a saúde, educação e segurança público da população, já que, na maioria do casos, o financiamento dessas arenas será federal (BNDES), mas a conta ficará com os estados. OU, o que é pior, como no caso da arena corintiana, em que recursos públicos diretos de um estado e um município serão usados para aumentar o patrimônio e a renda de uma entidade privada, o Corinthians, por simples opção política.

    Curtir

  3. Acho que ele deveria se candidatar ao Congresso, a personalidade para isto ele ja tem!

    Curtir

  4. O que este trou… (esse não filho de bruxo) quer falando? Ao invés de mandar “buscar” o que estamos fazendo, pq ele não vai e “fala” o que está acontecendo?

    Pq ele não tem nada para falar!

    Então que fique lá, sem estádio e em Libertadores!

    (Desculpa as palavras, Gilberto, e conto com tua seriedade para não publicar isso, mas que é sacanagem de invejoso, isso é!)

    Abraço!

    Curtir

  5. Que cara de pau!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: