Cerimônia marca o início das obras do aeromóvel em Porto Alegre

Com custo total de quase R$ 30 milhões, serviço entrará em funcionamento no primeiro trimestre de 2012

Tiveram início nesta segunda-feira as obras para construção do aeromóvel que vai ligar a Estação Aeroporto da Trensurb ao terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Salgado Filho, numa cerimônia que reuniu autoridades e imprensa e mostrou todo o projeto. A via elevada deve estar concluída até dezembro. A Trensurb quer iniciar os testes operacionais com os dois veículos já em janeiro e o funcionamento do serviço no primeiro trimestre de 2012.

A etapa da via elevada compreende a execução das obras civis da estrutura de 998 metros, incluindo as fundações, pilares e vigas do sistema, com investimento previsto de R$ 7,2 milhões. O custo total é de quase R$ 30 milhões. De todas as fases previstas em edital, um terço já foi executada. O ministro das Cidades, Mario Negromonte, destacou o ineditismo do empreendimento. “Trata-se de tecnologia brasileira e gaúcha que pretendemos levar para outras capitais e países”, disse ele.

“Os primeiros estudos foram realizados na década de 1960. O maior desafio do projeto era provar-se viável técnica e economicamente. Trata-se do menor custo energético comparado com outros meios, três vezes menor que o trem e cinco vezes mais econômico que o automóvel”, assinalou o empresário Oskar Koester, diretor da Aeromóvel Brasil e idealizador do equipamento.

Os dois veículos do sistema, um de 150 lugares e outro de 300, ao custo de R$ 2,8 milhões, devem desembarcar no Rio Grande do Sul em novembro. A última etapa do projeto é a execução das duas estações de embarque e desembarque do aeromóvel. Estima-se a conclusão dessa fase para cinco meses a partir da assinatura do contrato. O valor para ambas as estações é de R$ 2,4 milhões.

Correio do Povo

IMAGENS:

Crédito: Divulgação / Trensurb / CP

 

Crédito: Divulgação / Trensurb / CP

 

Crédito: Divulgação / Trensurb / CP

 

Crédito: Divulgação / Trensurb / CP

 

Crédito: Divulgação / Trensurb / CP

 

Crédito: Divulgação / Trensurb / CP

 

DO SITE DA PREFEITURA:

Porto Alegre terá Aeromóvel em 2012

Serão investidos R$ 29,9 milhões, com recursos do governo federal

Obras em andamento: intervenções civis serão concluídas neste ano Foto: Cristine Rochol/PMPA

A mobilização conjunta da prefeitura, governo do Estado e Trensurb garantiu para Porto Alegre, já em 2012, a operação do Aeromóvel que ligará a Estação Aeroporto da Trensurb ao terminal 1 do Aeroporto Internacional Salgado Filho. O início das obras foi celebrado em solenidade na manhã desta segunda-feira, 15, no canteiro principal da rotatória de acesso ao aeroporto, com a presença do prefeito José Fortunati, do ministro das Cidades, Mário Negromonte, e do presidente da Trensurb, Humberto Kasper. (fotos)

O novo transporte é inovador no âmbito tecnológico, com assinatura gaúcha e ambientalmente sustentável. O trajeto de 998 metros será percorrido em 90 segundos. Os dois veículos, com 150 e 300 lugares, serão dotados de ar-condicionado, acessibilidade universal, espaço para bagagens e portas automatizadas. O investimento soma R$ 29,9 milhões, com recursos federais.

O ministro destacou que o momento é histórico na trajetória do transporte urbano no Brasil. “Essa tecnologia gaúcha servirá de modelo para o mundo inteiro. A harmonia dos governos municipal e estadual facilita muito o andamento dos projetos para Porto Alegre”, disse Negromonte.

Fortunati resgatou que os debates para viabilizar a obra começaram em 2008 na avaliação de investimentos em infraestrutura que marcassem o futuro de Porto Alegre, para inclusão no projeto de preparação para a Copa de 2014. “Começamos a interlocução sobre projetos importantes para ficar como legado à cidade. Com a oportunidade de sediar a Copa do Mundo, Porto Alegre pediu ao governo Federal para que o metrô e o Aeromóvel fizessem parte da preparação da cidade”, lembrou o prefeito.

O prefeito enfatizou que a inovação tecnológica do projeto será utilizada à serviço da integração de modais do transporte na Capital e Região Metropolitana. “O Aeromóvel será para Porto Alegre um marco de inovação e aposta no transporte coletivo como aliado fundamental na qualificação da mobilidade urbana, com especial atenção para os usuários dos serviços”, afirmou.

Conforme o presidente da Trensurb, as obras já estão em andamento e as intervenções civis serão concluídas ainda em 2011. “Até o final do ano concluiremos as obras do elevado, permitindo no começo do próximo a realização dos testes operacionais, começando ainda em 2012 a operação”, manifestou Kasper.

Metrô – Sobre o projeto do metrô de Porto Alegre, o ministro disse que está em fase avançada de estudo pelos técnicos do governo federal. “A prefeitura de Porto Alegre e o governo do Estado foram muito determinados ao manifestar que querem o metrô, que é um sonho para a cidade. Tenho certeza de que logo estaremos aqui para fazer esse lançamento”, avaliou Negromonte.

De acordo com o prefeito, em consequência da complexidade da obra e do volume de recursos envolvidos, o metrô não foi incluído na Matriz de Responsabilidades da Copa de 2014, mas entrou na agenda do governo federal. “Graças ao fato de termos inserido como pleito para a Copa, sensibilizamos o governo para que o metrô começasse a ser discutido seriamente como medida para qualificar a mobilidade urbana de Porto Alegre”, frisou Fortunati.

Participaram da solenidade o engenheiro responsável pela criação, e diretor-presidente da Aeromóvel Brasil , Oscar Coester, o presidente da Câmara Federal, Marco Maia, o presidente da Assembléia Legislativa, Adão Villaverde, o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Beto Albuquerque, deputados federais, estaduais e vereadores.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Aeromóvel, aeroportos brasileiros, COPA 2014

Tags:, ,

25 respostas

  1. Augusto, talvez os viajantes de trabalho, que carregam apenas uma pasta como bagagem. Não são poucos, principalmente em Porto Alegre.

    Curtir

    • Amigo. É totalmente absurdo se imaginar que um viajante, mesmo que vá ficar apenas dois dias em outra cidade, leve uma pastinha como bagagem. O mínimo que se carrega é uma mochilona grande. Só isso já é um incômodo e tanto pra passar em roleta de ônibus cheio. Eu quando vou viajar de ônibus interestadual, nem penso eum ir de bus até a rodoviária. Sempre acaba pesando o conforto de um táxi…e eu só levo uma mochila.
      Uma pessoa que viaja de avião tem muito mais motivos pra querer conforto. Não vai ser o preço de uma tarifa de táxi que vai bagunçar o orçamento de quem usa avião e se hospeda em hotel. Não tem lógica.
      Só pra sair de casa pegar ônibus e trem, já se gasta uns 7 pilas. Uma corrida média de táxi não custa mais do que 15, 20 reais. Convenhamos….não há o menor sentido em se economizar 10, 15 reais só pra pegar o aeromóvel. Quem viaja de avião não tá nem aí pra economia de centavos. Ele quer agilidade e conforto…e quer chegar na hora certa no aeroporto. Há coisa melhor do que chamar um táxi na porta de casa? O cara vai morrer de fome por causa da tarifa? Evidente que não né.

      Curtir

  2. Esse nosso aeromóvel não é transporte público nem será usado. É apenas uma passarela de luxo…custando 30 milhões. As pessoas não querem entender o óbvio! NINGUÉM em sã consciência vai deixar o conforto de um tele táxi pra perambular pela cidade com malas até uma estação do trem e fazer a baldeação no aeromóvel. Vejam a ODISSEA que seria pra ir ao aeroporto;
    O viajante sai de casa “com a bagagem”..caminha até uma parada de ônibus, espera o ônibus, pega o ônibus “com a bagagem”, desce perto da estação do trem, caminha até ela “com a bagagem”…espera o trem…pega o trem “com a bagagam”…desce na estação aeroporto…espera o aeromóvel ” com a bagagem”…pega o aeromóvel, dsce num canto isolado do aeroporto “com a bagagem”…pra finalmente, depois de mais uma caminhada chegar no balcão do check list. E aind atem toda a incerteza do horário em que vai chegar no aeroporto…dependendo de ônibus e trem.
    Será que as pessoas não COMPREENDEM que é 1000 x mais prático e cômodo simplesmente ligar pro tele táxi????
    Quem é que vai deixar de pegar um táxi na porta da casa, com horário certinho e tudo mais…em troca de se arrastar pela cidade baldeando de transporte em transporte…só pra usar essa PORCARIA de passarela de luxo chamada aeromóvel? Quem???? Me digam quem seria tão BURRO a ponto de fazer uma INDIADA dessas?
    Se o aeromóvel tivesse uma LINHA..assim como os ônibus, ainda se justificaria. Mas uma passarelazinha muquirana só pra ligar o trensurb ao aeroporto…..é uma PIADA….piada de mau gosto de de 30 milhões do dinheiro do contribuinte.

    Curtir

    • Caro Augusto: Com certeza você não costuma viajar de avião, então vou te explicar como funciona brother. Viajo semanalmente à trabalho para São Paulo e Rio de Janeiro, moro próximo ao centro e vou de metrô até o Aeroporto. Alguns colegas meus de trabalho fazem o mesmo. E é bem normal ver pessoas com pouca bagagem de mão fazendo esse percurso. Vou de mochila. E nunca peguei um “tele-taxi”. Então assim brother, guarde SUAS SUPOSIÇÕES pra você, não tente fazer delas pseudo-fatos. Vai ser de grande utilidade pra muita gente esse novo sistema. E qualificará nosso transporte. Quem chega à Guarulhos demora umas 3 horas pra chegar ao centro de São Paulo. Quem chega ao Cumbica demora mais de uma hora pra chegar ao centro do Rio. Quem chega à São José dos Pinhais demora uma hora até o Centro de Curitiba. Quem chega à Porto Alegre demora no máximo 15 minutos de metrô até o centro. ISSO É FATO.

      Curtir

  3. Na verdade o principal concorrente do aeromóvel são os transportes sobre pneus. O trânsito nas grandes cidades, e porque não dizer também nas pequenas, se tornou irracional mas, prevalece o dominio das empresas
    de onibus que tem um lob fortissimo. No Rio o custo da transcarioca já chegou a R$ 53 milhões o km com capacidade para 8000 pass/hora. O VLT de Santos está orçado em R$ 72 milhões o km para 25000 pass/hora e o aeromóvel custa cerca de R$ 30 milhões o km para 25000 pass/hora e é tecnologia cem por cento nacional.
    Parabens Porto Alegre por ser o berço do aeromóvel.

    Curtir

  4. Levou trinta anos para um governo tomar coragem e implantar o aeromóvel.
    Não é questão de saber se funciona ou não. Jakarta tem o nosso sistema de aeromóvel funcionando a mais 30 anos sem nenhum problema.
    Se você não acredita de uma pesquisada no google video. É claro que está
    com recursos tecnologicos de 30 anos atras. O de Porto Alegre, bem como, o de Nova Iguaçu/RJ, possuem design bem mais arrojados.

    Curtir

  5. A obra tá saindo… e o povo reclamando.

    Curtir

    • Não é que a obra tá saindo: tá saindo mal: este trecho minúsculo será POUCO USADO, já que as pessoas chegando dos aviões geralmente tem alguem que as pegue de carro ou pega um taxi: dificilmente vao com malas pegar um trensurb. Este aeromóvel deveria estar sendo construido ligando o Mercado ao Gasômetro e do Gasômetro ao Beira Rio.

      Curtir

      • Já caminhei todos os 2 quilômetros que ligam o aeroporto ao trensurb carregando malas e só posso dizer que não é legal.

        Curtir

  6. É muita cerimônia para pouca obra.

    Curtir

    • Isso mesmmoo…Quero as obras da Perimetral, da Rodoviária, da Voluntários…Será que sairão da prancheta algum dia??!?!!!!

      Curtir

  7. Torçamos pra que essa seja a primeira de muitas linhas do aeromóvel… imagino o aproveitamento da linha experimental finalizada, ligando o futuro Cais Mauá revitalizado e seguindo pela Av. Beira Rio até o estádio… Sonhar não custa nada, hehe!

    Curtir

  8. Bem, acho melhor isso do que nada, mas por que não podia ter uma rota melhor? Inclusive para as pessoas usarem mais, ficarem mais satisfeitas e por consequência quererem mais linhas.

    Curtir

    • Que podia, podia. Mas fazendo do limão uma limonada, podemos pensar se o modal Aeromóvel mostrar o seu valor, fica impossível um prefeito negar investimentos mais volumosos neste empreendimento.

      Curtir

  9. Felipe

    Se o Aeromóvel mostrar sua eficiência é muito mais simples para se exigir linhas maiores, atualmente existe para 99% da população somente uma ideia e algumas imagens, todos perguntam se funciona ou não.

    Não sou nada simpático a este governo, mas pelo menos ele vai colocar o aeromóvel em funcionamento.

    Curtir

  10. Pena que ficaram 50 anos pensando em fazer o aeromóvel e no final fizeram uma rota totalmente bizarra para ele. Vai levar o povo do trensurb ao Ibis, com uns 2km de caminhada chega-se ao terminal 2.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: