Operação Fumo Zero promove 26 vistorias

Foram realizadas vistorias em bares, restaurantes e casas noturnas. Foto: Divulgação / PMPA

A equipe de Fiscalização Localizada da Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic) realizou no final de semana passado, dias 12 e 13, a 89ª edição da Operação Fumo Zero. A ação coíbe o uso de cigarros e assemelhados em recintos coletivos e ambientes de trabalho, exceto em áreas destinadas exclusivamente aos fumantes.

Foram realizadas 26 vistorias em bares, restaurantes e casas noturnas nos bairros Cidade Baixa, Santo Antônio, Rio Branco, Agronomia, Aberta dos Morros, Mário Quintana, Porto Seco e Centro Histórico. Todos os estabelecimentos vistoriados estavam de acordo com a legislação do fumo, resultado do permanente trabalho de fiscalização e conscientização de comerciantes e clientes.

Reclamações podem ser feitas por e-mail eletrônico fiscal@smic.prefpoa.com.br, telefone 3289-1751 ou expediente administrativo, preenchendo formulário disponível na rua dos Andradas, 686, térreo.

Prefeitura de Porto Alegre

___________________________

Estou achando excelente esta iniciativa da Prefeitura, através da Smic. Frequento muito bares e restaurantes e está muito mais saudável permanecer nestes lugares. Agora há possibilidade de se estar num ambiente agradável, sem o incômodo da fumaça do cigarro. Isto é muito bom !!! E parece que a fiscalização está 100% ! Não estão dando trégua. 



Categorias:Saúde

Tags:, , ,

7 respostas

  1. Essa lei deveria valer em todos os estabelecimentos comerciais, repartições públicas e áreas comuns de condomínios (corredores, hall de entrada). No caso dos estabelecimentos, é comum ver também não só clientes fumando dentro dos mesmos, mas sim os donos ou colaboradores atendendo seus fregueses com cigarro na mão, ou deixado em um lugar onde a fumaça vem na cara da gente! Quando entro num lugar assim, e eu estou sozinho, às vezes eu falo: “Primeiro o(a) senhor(a) fuma seu cigarro, depois me atende!” Falta respeito e conscientização…

    Curtir

  2. Aumenta o preço ou proiba a produção, é muita tempo perdido com esta droga, isto sem contar com as outras lealizadas…..

    Curtir

  3. No bar Copão ali na Lima e Silva a área de não-fumantes é tão fedida quanto a área dos fumantes.

    Estive lá dia desses e não foi nada agradável, saí com meu blusão fedendo, nunca mais volto.

    Curtir

  4. Adriel, a história mostra que se é permito no final todos lugares podem e ficamos sem opção. Autoritário seria proibir áreas exclusivas, separadas. Daí eu concordaria contigo.

    Curtir

  5. Quem bom pra vocês ai. Pena que na minha cidade Cachoeira do Sul não está em vigor essa lei, se quiser sair e curtir um barzinho ou boate, só em cidades vizinhas, pq a fumaça aqui nas boates tá insuportável.

    Curtir

  6. Olha, acho que a lei pegou, ja vi seguranças mandarem muita gente apagar cigarro em bares e casas noturnas.

    Curtir

  7. É autoritário proibir um estabelecimento de permitir que seus clientes fumem.

    O problema do cigarro é mais uma questão de informação. Os estabelecimentos deveriam deixar claro na entrada se permitem fumantes ou não, e o cliente decide se entra ou não.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: