Avançam as obras de drenagem no Parque da Harmonia

Obra atinge 25% da área do parque Foto: Samuel Maciel/PMPA

A drenagem do Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Estância Harmonia) está em ritmo acelerado. O valo central que passa sob o terreno onde normalmente fica a praça de alimentação está quase todo canalizado. O local onde havia o espelho d’água já foi todo aterrado, mas ainda não receberá a montagem de piquetes em cima.

Na área ainda será despejada caliça e será feita mais uma etapa de aterramento. Sob o solo foram construídas redes pluviais para o escoamento da chuva, que ocorre com intensidade nesta época do ano, além de galerias de concreto armado e outras instalações que devem reduzir drasticamente a ocorrência de alagamentos no parque. A construção de um canal e de redes de microdrenagem foram iniciadas no dia 28 de junho.

Neste sábado, 20, a coordenação do Acampamento Farroupilha abre o parque para que os representantes das entidades acampadas iniciem a construção dos piquetes. Os galpões administrativos estão quase prontos, faltando dar início à montagem dos estabelecimentos particulares. O trabalho deve ser concluído até o dia 5 de setembro. O Acampamento Farroupilha funcionará de 7 a 20 de setembro, com o tema Nossas Raízes. O parque espera a presença de 360 entidades acampadas e um público estimado em um milhão de pessoas.

O Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) esclarece que a obra de drenagem no Parque da Hamonia é para evitar alagamentos no local em que está sendo feita a intervenção: Rua 2 (ao lado do Galpão Crioulo), trecho entre a Rua 1 até o poço de visita 9. Equivale a 25 % da área total do Parque.

Investimento na obra é de R$ 243,3 mil Foto: Samuel Maciel/PMPA

O DEP faz este esclarecimento para que a população não crie uma expectativa de que foi executada uma rede de drenagem que abranja toda a área do Parque. A prefeitura investe R$ 243,3 mil na obra, que vai melhorar a drenagem nesta área crítica do Harmonia. Estão sendo implantados 425 metros de tubos e 23 poços de visita, além de um canal com 262 metros de extensão em concreto armado e grade farroupilha.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Eventos, Parques da Cidade

Tags:,

2 respostas

  1. exato

    Curtir

  2. Acho que também tem de ser revista a questão de um sistema de drenagem no parque da Redenção, em dias chuvosos a região sofre transtornos tanto no trânsito quanto dentro do parque, formam-se piscinas, e para onde vão essas águas? Aguardam a chuva parar, abrir sol, e depois somem, mas enquanto chove ? quais as soluções para tal tipo de problema causado pela chuva? Considerando o fato de que nossa a capital é sede da copa do mundo de 2014 e que os jogos ocorrerão em uma temporada chuvosa em nosso estado, teriam de ser feitas melhorias na drenagem em pontos principais da nossa cidade, dando prioridade a região central da cidade.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: