Do Prévidi: Sede da Agapan – uma vergonha portoalegrense

Leila Weber e uma vergonha porto-alegrense

Será que o novo presidente da Agapan, recém-empossado, Francisco Milanez, se animará a tomar alguma providência? Afinal, o tal “retalho” é um péssimo cartão de visitas da entidade. Aliás, já era, mesmo antes da demolição da tal sede.

Prova: aquela coisa preta que aparece em uma das fotos é um guarda-chuva que já estava lá antes da construção da cabaninha, êpa!, sede da Agapan. Se não for a Agapan, quem sabe Smam e Dmlu se unem para limpar aquela vergonha, bem próxima ao centro da cidade.

Olha as fotos:

Do Blog do José Luiz Prévidi



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

12 respostas

  1. A preservação do meio-ambiente e dos recursos naturais do planeta tem como base três aspectos atualmente:

    1. Diminuição do consumo energético em indústrias e moradias;
    2. Diminuição do desperdício de água;
    3. Redução da emissão de gases poluentes.

    Alguma vez a AGAPAN lutou por estes ideais???

    A questão é que á AGAPAN é uma instituição político-partidária, que se usa de questões ambientais para se promover. Quando há projetos que prometem mudar a cara de Porto Alegre, eis um prato cheio para garantir seus 15 minutos de fama.

    Curtir

    • Baseados em que são estes três princípios?
      Quando se fala em “preservar” o meio ambiente, muitas mais coisas estão envolvidas, entre elas a preservação de áreas verdes em si, destinadas não ao uso humano, mas à manutenção de ecossistemas (o planeta, embora muitos discordem, não está aqui só para servir aos seres humanos).
      Infelizmente, no campo de preservação ambiental Porto Alegre não tem feito muita coisa. É só ver a situação dos nossos morros por aí, morro do osso, morro santa tereza, entre outros, que deveriam ser áreas de preservação.

      Curtir

  2. Bom, pelo visto vários aqui não entendem muito de democracia, pois na democracia existe espaço para todos divergirem. Então, por mais que eles sejam os ‘do contra’, eles têm todo o direito de assumirem essa posição onde quer que seja.

    A AGAPAN não é uma organizaçãozinha qualquer pessoal, é A MAIS ANTIGA ORGANIZAÇÃO EM DEFESA DO MEIO AMBIENTE DO BRASIL, RECONHECIDA INTERNACIONALMENTE. Ela merece um lugar de destaque concedido pela prefeitura de Porto Alegre, que foi fundada pelo José Luztenberger (que inclusive já foi ministro do meio ambiente desse pais).

    Esse Previdi, lamento muito, mas não devem nem separar o lixo da própria casa, tamanho o desrespeito e ignorância com que trata a AGAPAN. Ela trabalhava com pesquisas de telhado verde e tijolo ecológico no local (por isso que a estética não lhe agradava).

    O local foi palco de um processo judicial, como vocês podem ver aqui: http://migre.me/5wzBe

    Pra quem não conhece a AGAPAN, tem mais informações aqui: http://migre.me/5wzCj

    Tenho que tomar cuidado, pois daqui a pouco se eu for atropelado por um carro preciso dar um jeito sair da rua pra não atrapalhar o trânsito.

    Curtir

    • Blz caue, mas eles que cuidem da natureza mesmo, como lutar por tratamento de esgoto e coleta de lixo em vez de promover abraços no guaíba e ir contra construções de projetos que nos dariam acesso à orla.

      Curtir

    • Agora que terminei de ler o link sobre a agapan, não acredito que aproveitaram aquele espaço para mencionar a “explosão imobiliária na orla do Guaíba”! Que explosão? Aquilo é um mato..

      Curtir

  3. É o único espaço em Porto Alegre que mesmo destruído contribui para o desenvolvimento da cidade.

    Curtir

  4. Nao tinha sede nenhuma la’, o que tinha era uma cabana de indios amazonicos. Tinha e’ que ter posto fogo naquela bagunca toda.

    Curtir

  5. Que retire o entulho o tal “empreendedor” que destruiu a sede da AGAPAN!

    Curtir

  6. Seguinte, Gilberto…. eles não têm tempo pra isso.

    Eles estão preocupados é em barrar projetos de melhorias na cidade, tal como foi com o projeto Pontal do Estaleiro, e defender os interesses de partidos políticos.

    Se eles, realmente, defendessem o meio ambiente, começariam mantendo limpo a sua própria sede.

    Curtir

    • Rafael, você sabia que a sede da AGAPAN foi destruída por um suposto gerente de bar que ali se instalaria, que sequer avisou a AGAPAN da sua suposta licença para utilizar o local.

      Não é a AGAPAN que tem que limpar isso, com todo o respeito.

      Não sou ambientalista, não defendo a AGAPAN, considero que algumas posições deles são extremas, mas, no caso da sede, não vejo responsabilidade na AGAPAN.

      Curtir

      • O problema não é esse, Fernando. Está sendo questionado a utilização de um espaço público, ou melhor, a má utilização deste espaço, por uma entidade. E vou além: se a Agapan GANHOU este terreno para se instalar, creio que todas as entidades similares, e até não similares, poderiam ganhar também. E no mínimo, eles deveriam cuidar bem da sua sede, havendo inclusive a necessidade de uma contra-partida a sociedade porto-alegrense. Houve isso ?

        Curtir

        • Gilberto, concordo com tua posição. A única coisa que lamento é forçar a responsabilidade da AGAPAN em limpar o terreno depois do ato de vandalismo do suposto empreendedor comercial. O jornalista Prévidi deixou bem claro isso. E eu não concordo.
          Mas, a princípio, não sou favorável ao oferecimento de terrenos públicos para entidades desse caráter.

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: