Turma de 22 taxistas conhece o turismo de Porto Alegre

Segunda turma recebeu informações sobre atrativos e opções de lazer Foto: Divulgação/PMPA

Vintes e dois taxistas que trabalham em pontos fixos como hotéis, aeroporto e shopping centers, inscritos no curso Táxi Turismo do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat), participaram nesta quarta-feira, 24, de mais uma etapa do Porto Alegre Turística, da Secretaria Municipal de Turismo (SMTUR). Essa é a segunda turma de profissionais da categoria que recebeu informações sobre o turismo na cidade, atrativos e opções de lazer. A qualificação faz parte de convênio existente entre a SMTUR e o Senat.

O Porto Alegre Turística, que faz parte da Escola Social de Turismo, iniciou sua programação com a exibição de um vídeo sobre a capital gaúcha. Na seqüência o grupo partiu no city tour Linha Turismo para um passeio de reconhecimento dos atrativos da zona Sul. Na volta do tour, a equipe técnica da SMTUR repassou noções básicas sobre o que é atividade turística, a extensão de sua cadeia produtiva que inclui o transporte e informações atualizadas dos principais atrativos da capital gaúcha para que os taxistas possam melhor atender e orientar ao turista.

“Através do curso obtive diversas informações de pontos turísticos, do que fazer na cidade, e agora vou poder passar as informações para os passageiros”, confirmou Juliana Rodrigues Euzébio, que trabalha há dois meses no ponto de táxi no Shopping Total. Para a taxista, o workshop serviu para ela conhecesse melhor a sua própria cidade. “Moro há 33 anos aqui e não conhecia muitos lugares, e agora vou poder orientar mais e melhor os turistas”, revelou, ainda, a Juliana.

O Táxi Turismo é pré-requisito para os profissionais que trabalham em pontos fixos da capital. Com a parceira entre SMTUR, o curso oferecido pela entidade nacional desde 2004 passou a incorporar um conteúdo específico de sensibilização para o turismo e de qualificação no atendimento ao turista. Em 2011, cerca de 300 taxistas já se formaram. Segundo a estimativa do SENAT, o número de profissionais qualificados deve chegar a 600 até o fim do ano.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:COPA 2014, TURISMO

Tags:, , ,

3 respostas

  1. Falando em táxis, será que teremos alguma espécie de PAC dos táxis brasileiros (no Brasil todo o marketing político do governo é feito encima da sigla do PAC) para renovar a frota brasileiro, tendo em vista a Copa de 2014 ou isso vai ficar a cargo de cada cidade-sede.

    Os taxis brasileiros são horríveis: pequenos e desconfortáveis. E, como nenhuma cidade brasileira tem um sistema de transporte público decente, o transporte de jornalistas e torcedores durante o Mundial será feito basicamente de taxi. Por isso precisamos oferecer aos turistas veículos mais confortáveis e seguros; além, é claro, de taxistas mais preparados.

    Curtir

  2. Esses 22 devem ser todos os donos dos 3500+ taxis de Porto Alegre…

    Curtir

  3. e acharam algo?? ehehe

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: