Várias lojas do Terminal 1 do Aeroporto Salgado Filho fecharão amanhã

Várias lojas fecham no Terminal 1 - Foto: Gilberto Simon - Porto Imagem

Segundo o Jornal  Zero Hora, amanhã fecham diversas lojas (11) no Terminal 1 do Salgado Filho por não renovarem os contratos. Acontece que os valores foram à estratosfera pois modificaram a forma de contrato de concessão.

Agora é por pregão eletrônico e os preços subiram muito. Lojas tradicionais como a única livraria da área fora de embarque e a loja de chocolate de Gramado, Lauxen, vão sair. E os espaços ficarão vazios!

Várias outras sairão também, inclusive a Agência do Banco do Brasil e diversas lancherias.

Para ler a matéria da ZH, clique aqui.

Texto: Gilberto Simon



Categorias:aeroportos brasileiros

Tags:, , , ,

11 respostas

  1. Ora, ora, os senhores tão liberais e privativistas, eu estatizante. A imposição do governo sobre quem deveria ou não funcionar no aeroporto não seria contra os processos de livre concorrência?

    Vamos procurar manter uma coerência, mesmo que não se tenha livros de bolso para compras no aeroporto.

    Curtir

    • Até os shoppings, 100% privados, selecionam seu mix de lojas de forma a captar mais clientes.

      Ser liberal significa não haver intromissão incoerente do governo. Significa que o governo dará todo espaço aos cidadãos, e tomará para si apenas o espaço abandonado. Um governo como o brasileiro, dos mais corruptos do mundo, deve ter a menor quantidade possível de oportunidades de roubar da população.

      Aliás, por que os aeroportos não são todos privados??

      Curtir

      • Mantenho a interrogação, não houve refutação.

        A única coisa que foi dita foi a seguinte:
        Como o governo é corrupto ele poderia adotar táticas que favoreceriam mais a corrupção, aí nós os privativistas poderíamos criticar mais!

        OK.

        Curtir

  2. Aeroporto sem uma livraria??

    Curtir

  3. Para o lugar do Banco do Brasil vai uma agencia do Bradesco, se nao estou enganado. Ofereceram mais dinheiro de aluguel. Ate’ ai tudo certo.

    Curtir

  4. Eu desconfiava que irias tirar, fizeste o comentário que não condiz com tudo que falas, todo mundo desliza de tempos em tempos. A pessoa precisa ter coragem e inteligência para notar e reagir rápido. Parabéns

    Curtir

  5. Aeroporto sem Banco do Brasil? Idade da Pedra…

    Curtir

  6. Gilberto

    Me desculpe, mas estás TOTALMENTE EQUIVOCADO, pregão eletrônico é uma das formas mais democráticas e rápidas de trabalhar com dinheiro público, se algumas lojas pagavam pouco e outras se dispuseram pagar mais, qual o problema.
    Queres simplesmente a renovação sem concorrência?
    Não entendi?
    A distribuição de espaços públicos via concessão deve ser feita da forma mais transparente possível. Agora se faz isto e há reclamações. Se fosse por qualidade e preço dos serviços posso dizer, a loja da Lauxen, já está indo tarde. Espero que também a tabacaria que tem no fundo também vá embora, seus preços são de 4 a 5 vezes mais caro do que outras tabacarias do centro e dos SHOPPINGs!

    Curtir

  7. Até não me oponho ao formato de disputa pela concessão do espaço. Tenho a nítida impressão de que, se os preços subiram tanto assim, é porque antes a concessão fora feita de uma forma menos justa.

    Se nos serve de consolo, pelo menos todas essas lojas serão ocupadas em breve pelos novos empreendedores. O diabo é que a INFRAERO não foi capaz de planejar essa transição e teremos vários espaços desocupados por um bom tempo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: