Favor contornar o parque

Com estas chuvaradas diluvianas, lógico que tudo ficou alagado. Porém, tem estado impossível cruzar a Redenção para chegar à Rua da República vindo do Pronto Socorro, por exemplo. Os caminhos se transformaram em riachos, tudo cheio de lama, barro e pequenas lagoas. Existem certos caminhos – poucos- que são asfaltados, mas a maioria são caminhos de terra.  Poderia-se fazer pequenos (não muito largos) caminhos de asfalto (seixos, pedras, madeira ou algo semelhante) para quando os céus abrirem, possamos transitar através da Redenção. Estou errado?

clique para ampliar



Categorias:Outros assuntos

Tags:

7 respostas

  1. Até onde eu sei, a SMAM proíbe concreto/asfalto em praças. O que eu acho muito estranho é que ao lado do lago da Redenção há uma pseudo-pista. Alguém sabe a história daquilo?

    Curtir

  2. A redenção é o parque mais abandonado da cidade ! Péssima administração do governo fortunati !

    Curtir

  3. A desculpa para não construir caminhos calçados é porque calçamentos impermeabilizam o solo, mas hoje em dia existem materias e concretos permeáveis, porque não utilizá-los?

    Curtir

    • Simplesmente porque estamos em Porto Alegre, uma cidade onde as coisas não acontecem…..Imagina se a Prefeitura fosse – porque não faz nada, diga-se de passagem, – fazer uma obra dessas..Na mesma hora os ecoxiitas iriam fazer aquela gritaria de sempre: que a obra interfere no meio-ambiente, no habitat dos passáros e das corujas, no micro-clima local, no aquecimento global e destruição da selva amazônica e todos estes papos que estamos acostumados a ver. Na mesma hora tbm, iriam dar um abraço ao parque para impedir coisa como tal.. E nós cidadãos ficamos ai então, tendo que andar pelo barro….

      Curtir

  4. É simples: obra de drenagem de parque não dá voto. Metrô sim.

    Curtir

  5. Na Av. Paulo Gama (ao lado da UFRGS) também tem uma praça que, quando chove, torna-se um caos, é barro por todos os lados. E o pior é que tem uma parada de ônibus no meio disso tudo, então quando as pessoas dessem inevitavelmente têm que afundar o pé na lama!

    Curtir

  6. O problema nem é que fiquem alagados, o problema é que em várias direções não se tem alternativa de algum caminho com o mínimo de condições de caminhar.

    É interessante como alguns dos trechos do parque não secam nunca. Tem algumas poças eternas ali na redenção.

    E outro lugar que também fica intransitável é o caminho do parque marinha em direção ao Beira-Rio. Qualquer chuva, e fica alagado por uma semana. E isso que colocaram um pouco de brita num pedaço que era uma piscina a céu aberto.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: