Vereadores buscam apoio federal para assegurar Metrô de Porto Alegre

Presidente da comissão do Legislativo para obra diz que corte no orçamento torna a iniciativa inviável

A Câmara de Vereadores vai se mobilizar, a partir desta quinta-feira, para garantir que o projeto do Metrô de Porto Alegre saia do papel. Conforme o presidente da comissão especial que discute o assunto, o anúncio do governo federal de corte nos recursos torna a iniciativa inviável. Nelcir Tessaro disse que o primeiro prejuízo é em relação a formação da Parceria Pública Privada, que depende do aporte de R$ 1,58 bilhão da União. O custo total do projeto é de R$ 2,4 bilhões.

Tessaro informou que a comissão vai entrar em contato com a bancada gaúcha, no Congresso Nacional, para que as lideranças evitem a redução das verbas. Ele destacou que uma possível redução do traçado da linha de 15 quilômetros, para garantir o projeto no PAC Mobilidade das Grandes Cidades, impede a integração do sistema com a Região Metropolitana. A prefeitura de Porto Alegre deve apresentar até sexta-feira a nova modelagem do metrô.

Correio do Povo



Categorias:Metro Linha 2

Tags:

9 respostas

  1. Agora sim:

    Curtir

    • 12 BILHÕES que fazem muita falta ao RS. Mas, se ao menos 20% dessa diferença fosse aplicada no estado, em 10 anos teríamos uma infraestrutura de primeiro mundo.

      Curtir

    • Vejam o Maranhão (reduto do Sarney)… paga 19% do que recebe. E em valores absolutos é o estado mais deficitário da federação: recebe 8bi a mais do que paga.

      Curtir

    • Poxa, Adriel! Eu desconhecia estes números.

      Os 3 estados do sul, juntos, perdem mais de 30 bilhões. Que absurdo!

      Creio que os estados menos favorecidos têm que receber uma ajuda pra se industrializarem, mas não por muito tempo. Essa ajuda não pode virar um assistencialismo vitalício. Os estados do Norte e Nordeste devem lutar (trabalhar, estudar e cobrar dos seus governos) por um plano de desenvolvimento.

      Detesto ideias separatistas apesar de já ter sido simpatizante. Temos que lutar por um país unido e melhor.

      Ideias separatistas soam a bairrismo de gaúcho! Não somos melhores nem piores que o resto do país! Cada região tem seus aspectos positivos e negativos.

      Curtir

    • Também não conhecia esses dados mas concordo com o Rafael, compreendo os estados mais ‘ricos’ ajudarem os mais ‘pobres’ mas por um tempo determinado e valores regressivos. Imagino que desde sempre ocorreu essa disparidade. Agora imaginem que podem surgir mais dois estados no Pará e os outros estados do país não tem poder de voto, sendo que todos iremos ser impactados financeiramente com isso. Cade a política de desenvolvimento nacional onde os recursos públicos não são distribuídos racionalmente e o poder econômico da iniciativa privada está concentrada praticamente num único estado (SP)?

      Curtir

  2. Só uma revolução FEDERALISTA salva esse país.

    Assim estados e municípios não precisarão ficar mendigando recursos da União para atender a população, pois aí está uma das causas da corrupção, dos desvios e da ineficiência da máquina pública.

    Curtir

    • Também acho que só assim esse país vai ser um pouco mais justo! Ou separatismo, mas isso é outra história e nem levo em consideração. (apesar de simpatizar com a ideia)

      Curtir

    • A figura que eu coloquei abaixo mostra a relação entre o que se paga e o que se recebe de imposto pelo governo federal.
      O RS paga 2,4x mais do que recebe. Rio e SP é pior ainda.

      Curtir

  3. eu acho que se o metrô, realmente sair do papel, vai ser ótimo para porto alegre. O Trânsito vai fluir melhor. Bom, espero que dessa vez realmente saia do papel o metrô.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: