Protesto contra corrupção – 7 de setembro – imagens não mostradas pela imprensa

Não tem quase nada contra o PT, PDT, PMDB, PSDB, Dilma, Lula, mensaleiros & Sarneys. É como se toda corrupção tenha zerado e tenha começado nova contagem no dia 01 de janeiro de 2011!

Lutar contra a corrupção sem citar partidos e pessoas, é como lutar contra o mal sem citar o inferno e o diabo!

Por um lado isso mostra que nossos jovens ainda são inocentes úteis, ingênuos e com pouca visão, mas por outro lado, mostra que uma nova geração pode estar nascendoUma geração que não quer ser massa de manobra eleitoral e que não fica sentada atrás do monitor reclamando.

A MELHOR FAIXA MOSTRADA, NA MINHA OPINIÃO, É:

SILÊNCIO = CONIVÊNCIA

Parabéns a quem estava lá !!!

Este slideshow necessita de JavaScript.



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

16 respostas

  1. Rogério Maestri, caro amigo. Concordo com que colocaste em seu comentário, mas temos que concordar que o jeitinho brasileiro só acontece porque vemos, sentimos e percebemos que se pode ter isso. Se o país fosse mais sério, com regras rigidas contra todos e começando com quem representa o país, com certeza todos aprenderíamos a saber que não tem mais o jeitinho porque senão vou me ferrar.
    Temos que cobrar de políticos sim, porque eles são a nossa representação primeira. Se soubermos que um político esta sendo reprentido, acusado, condenado, começa ai uma revolução histórica de entender que o país pode sim cobrar e não passar a mão em prol de partido e preferencias.
    Acredito que pra chamar a atenção da mídia pra isso, de fazer com que todo brasileiro se junte nessa corrente sem corrupção, só criando mais encontros repetidos e repetidas vezes… até encher o saco de todos e tudo…. Aprendi que na repetição massiva é que se faz entender…

    Curtir

    • Caro Luis Antonio.

      Vamos as verdadeiras razões do porque devemos dar ênfase a cobrança de todos, não só políticos. Político não é profissão e quando morre um ou não se reelege aparece outro. E de onde vem este outro? Da sociedade em geral, ninguém faz faculdade para político e ganha um diploma, políticos são advogados, médicos, torneiros mecânicos, sindicalistas…., ou seja, são membros da nossa sociedade que vivem entre nós.

      Vamos exemplificar melhor, se desse um surto de consciência cívica na nossa sociedade e 100% dos políticos corruptos não se reelegesse, tens certeza que aqueles que nunca possuíram um cargo político seriam honestos. Certamente não, pois a política da forma que está estruturada, sem controle social, serve exatamente para reproduzir ao infinito este comportamento.

      Curtir

  2. Citar partidos neste caso é inútil, visto que a corrupção está generalizada!!!

    Curtir

  3. Nossa, pelo que tinha lido na internet, pensei que tivesse ido tri pouca gente, mas as fotos mostram o cotrario, muito bom.
    Isso mostra que ta chegando uma geração que ta pra dar um basta, ja não aguenta mais isso, alias, isso só mostra o quanto a midia manipula, quase não vi sobre isso, pensei que não tivesse saido nada.

    Parabens por fazer este post…

    Infelizmente não pude participar, ja tinha combinado faz tempo sobre uma viagem para o Uruguai.

    Curtir

  4. Tradição Farroupilha resiste à acultura da superficialidade? Tchê!
    Luiz Roberto Nuñes Padilla
    Professor da Faculdade de Direito da UFRGS
    Pagamos os mais caros impostos do planeta pelos piores desserviços públicos do mundo. Os recursos são consumidos em uma rede de teias de corrupção e desperdício. Essa realidade antiecológica obviamente é inaceitável. Contudo, vem sendo tolerada pela sociedade brasileira. Há uma espécie de décifit de atenção coletivo, cujo inconsciente está entorpecido por uma acultura de superficialidade, com acentuada terceirização do pensamento: http://www.padilla.adv.br/processo/morosidade/
    Aproxima-se 20 de setembro, o feriado Farroupilha, celebrando a saga da Guerra dos Farrapos, ancestrais que rejeitaram a aliança com o vizinho Uruguai. Podemos mudar os rumos da história.
    O Hino Riograndense registra que – para ser livre, é preciso ter CULTURA, e aspira a que sirvam de modelo as “façanhas”, isto é, os fatos que superaram a lenda e tornaram legendária a tradição guerreira. Contudo, pelo contrário, ao invés de modelar-se nos atributos da honra, a brasilidade está entregue.
    Para turbinar a globalização, os politicorruptos minam a resistência, saturando de (des)informações ambíguas e contraditórias, invertendo os valores.
    Só um tipo resiste, prejudicando o merchandising, e retardando a padronização do consumo. “Um certo Capitão Rodrigo” cativa e conquista. Há CTGs – Centros de Tradição Gaúcha, em todos cantos deste planeta. Em “O tempo e o vento”, Érico Veríssimo identifica as características de Cambará, simples, autêntico, adaptável e corajoso: http://www.padilla.adv.br/alegre/gaucho/erico/
    Não conseguindo suplantar essa Cultura, os sociopatolobistas iniciaram um processo de desdenhá-la: Misturar realidade com ficção, mensagens subliminares, repetição de mentiras até serem banais; reforço paralelo; idolatria de falsas lideranças, e profusão de paradoxos! Todos os recursos para entorpecer.
    É uma cruzada contra os novos bárbaros, os gaudérios que, em pleno Séc. XXI, bebem chimarrão ao invés dos industrializados; preferem bombachas às grifes; usam um linguajar próprio, resistindo aos comando subliminares. Pior, disseminam o consumo de carne assada, o prato mais simples de preparar e avesso à dieta açucarada que destrói a saúde: http://pt.scribd.com/doc/61508666/
    Reparou como, no final do Sec. XX, surgiram piadas sobre gaúchos? Que Deus, na sua infinita bondade, apiede-se dos detratores. O gaúcho é ecológico, e arrebatador. Olha os “lírios do campo”, escuta “musica ao longe”, sobreviveu ao “incidente em Antares”. Também pudera: Foi forjads pelo Minuano, o vento implacável! Ψ http://www.padilla.adv.br/alegre/gaucho/
    Na Semana Farroupilha, podem cair os butiá do bolso: O samurai do pampa brasileiro, como a relva que sobrevive ao rigoroso inverno, acordará do torpor para vencer a danosa acultura da superficialidade?

    O filme “Laços”, produção brasileira de baixíssimo custo, R$ 1.500,00, arrematou o prêmio “Project: Direct”, concurso de curta-metragens promovido, anualmente, pelo YouTube, vencendo centenas de concorrentes de todo o mundo. O roteiro é simples e tocante.
    Confira: http://www.youtube.com/watch?v=gl74J-aAnfg&feature=player_embedded

    Curtir

  5. Saber da existência dessa reação popular, que está germinando vigorosamente em todos os cantos do Brasil, pode significar que finalmente saímos da letargia, da omissão e lutaremos para reconquistar nossa dignidade.
    Gostaria de compartilhar um link, onde estão afixadas as imagens da manifestação ocorrida em Novo Hamburgo: http://zergui.com.br/?p=6950

    Curtir

  6. Apesar que, nem sempre é possível fiscalizarmos tudo

    Curtir

  7. até porque se não fizermos isso, o que será de nossas criançinhas, idosos e necessitados?

    Curtir

  8. Devemos cobrar permanentemente de nossos vereadores uma ação pró-ativa de fiscalização das verbas públicas e de seu devido destinamento, ou seja, para os serviços públicos.

    Curtir

  9. Podemos também tentar limpar a política dos maus políticos, divulgando e apoiando a campanha pelo voto distrital.

    http://www.euvotodistrital.org.br

    Curtir

  10. Isso que nossa juventude deve fazer sempre! Fora os corruptos e salafrários!

    Curtir

  11. A corrupção é o jeitinho é o querer levar vantagem, passar na frente, dar carteiraço, falar com aquele “amigo influente” que tudo resolve, é o desvio do dinheiro público que deixa crianças e velhos sem atendimento médico, crianças sem escola, penitenciárias em péssimo estado, polícia mal equipada etc etc… e o que se ve são sempre os mesmos figurões se locupetando no serviço público e ficando cada vez mais ricos.

    Curtir

  12. Eu tenho que concordar com o Rogerio Maestri; a corrupcao no Brasil esta’ emprenhada em todas profissoes e todas classes sociais, se aprende desde pequeno. A classe politica e’ apenas o lado mais visivel. No Brasil, a corrupcao e o ‘jeitinho’ andam de maos dadas. A corrupcao ta’ no DNA de todo brasileiro, a diferenca e’ que no cidadao honesto o gene e’ recessivo.

    Curtir

  13. Caro Simom

    Vou discordar da tua opinião, o combate a corrupção perpassa partidos e poderes, ela deve ser genérica. Corrupção é quando estamos com excesso de velocidade e “cantamos” o guarda para que ele nos livre da multa, corrupção é do empresário que entra governo e sai governo e ele continua fazendo obras sempre para o mesmo ministério através de licitações fraudadas, corrupção é do juiz que ajeita julgamentos, corrupção é do jornalista que aceita jabá para por em evidência um jogador de futebol de qualidade duvidosa e ganha uma participação na venda do mesmo, corrupção é do funcionário público que para fazer o seu serviço tem que “azeitar a máquina”, corrupção também é do político, mas dar ênfase a um ou outro é esvaziar a manifestação e quando esto ou o outro cair parece que tudo se resolveu!

    Curtir

  14. Lindas imagens. Espero que seja a fagulha inicial de um movimento apartidário pela moralização do país.

    Curtir

Trackbacks

  1. Protesto contra corrupção – 7 de setembro – imagens não … | Vivo Media Group

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: