Porto Alegre recebe maior congresso de saneamento da América Latina

Visita técnica as obras do Pisa acontece no dia 29 Foto: Ricardo Stricher/PMPA

A prefeitura participa, de 25 a 29 de setembro, do 26º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, considerado o maior evento de saneamento da América Latina e um dos três mais importantes do mundo. Promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), o encontro terá a participação dos departamentos municipais de Água e Esgotos (Dmae), de Esgoto Pluvial (DEP) e de Limpeza Urbana (DMLU), além da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam).

Neste domingo, 25, às 19h30, na Fiergs, o prefeito José Fortunati participa da solenidade de abertura e, na segunda-feira, 26, é painelista, a partir das 9h. A estimativa é de que 5 mil pessoas estejam na capital gaúcha para assistir aos painéis, que têm como tema principal “Saneamento ambiental: a excelência da gestão como caminho para a universalização”. Durante cinco dias, serão apresentados quase mil trabalhos técnicos. Profissionais e técnicos do setor participarão de 24 painéis, reuniões de diálogo setorial, mesas redondas, visitas técnicas, seminários e de um grande fórum sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos.

O grande desafio do evento é buscar soluções para problemas de saneamento básico que afligem boa parte da população brasileira. Entre os temas que serão debatidos estão: financiamentos para o setor, desastres climáticos, saúde ambiental e os atuais desafios brasileiros, bem como a eficiência energética no saneamento, a recuperação das áreas desgastadas, as mudanças climáticas, o gerenciamento dos recursos hídricos e o reuso de água, entre outros assuntos presentes no cotidiano mundial.

Plano Nacional de Saneamento – “Não é possível que o Brasil ainda discuta a universalização do saneamento para daqui a 20 anos. É possível realizá-la em dez anos”, afirma a presidente Nacional da Abes, Cassilda Teixeira de Carvalho. De acordo com Cassilda, para que isso aconteça é necessário que se promovam três importantes ações: alterar as formas de contratação dos produtos e serviços, com agilidade, transparência e utilizando a mesma excepcionalidade aberta para a Copa de 2014; realizar a modernização da gestão das companhias e dos serviços municipais de saneamento; institucionalizar os instrumentos de regulação do setor.

Cassilda destaca que, sendo o Brasil a sétima economia mundial, é imprescindível colocar o plano em prática para acelerar o desenvolvimento do saneamento no país, que hoje, em alguns aspectos, é pior do que em países como o Chile, Colômbia e Uruguai. “Atualmente, 50% da população brasileira não tem rede de esgoto e somente 1/3 do esgoto é tratado. Das 162 mil toneladas de lixo geradas por dia no Brasil, 60% não têm disposição adequada e vai para lixões”, explica Cassilda, ressaltando que saneamento básico é igual à saúde pública e mudar essa realidade é oferecer qualidade de vida para as pessoas.

Estão previstas quase mil apresentações de trabalho oral durante os três dias do Congresso. Outro destaque do Congresso são as Olimpíadas dos Jovens Profissionais do Saneamento. A competição tem por objetivo promover a inclusão e maior participação dos jovens profissionais com até 35 anos nas atividades da Associação e nos Congressos da entidade.

Também está prevista a competição dos operadores de empresas de saneamento de todo o país. Eles participam de uma disputa que tem por objetivo a melhoria dos serviços prestados ao consumidor. São 34 engenheiros representando oito operadoras. São quatro provas: instalação de kit de segurança, leitura e entrega de fatura, manutenção em conjuntos eletromecânicos, montagem de padrão e ramal de ligação de água.

De acordo com o engenheiro mecânico e sanitarista Rogério Milhorato, não se trata de disputa para saber quem é o melhor. O objetivo, segundo ele, é a interação entre profissionais de nível técnico do ramo de saneamento, que cuidam da parte operacional das empresas para trocar experiências. “É uma busca constante pela melhoria dos serviços”, afirma Milhorato.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Eventos, Programa Sócio Ambiental

Tags:,

2 respostas

  1. E a canalização do PISA vai ficar à mostra ali na frente do barrashopping mesmo? Acho horríveis aqueles canos ali.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: