Apesar de atrito com governo, FIFA GARANTE COPA NO BRASIL

Lei Geral da Copa irritou cartolas da entidade, que cogitaram até mudar a sede do Mundial, para os EUA

Blatter contesta Lei Geral da Copa e Teixeira pode pagar a conta (crédito: EFE)

Da redação – São Paulo

As medidas propostas pela Lei Geral da Copa causaram uma disputa entre o governo federal e a Fifa, deixando o Comitê Organizador Local (COL) no meio desse atrito.

Segundo o jornal “Folha de S. Paulo”, representantes da entidade máxima do futebol acreditam que a lei contraria pontos os quais o ex-presidente Lula havia prometido, principalmente no que diz respeito ao gerenciamento dos ingressos, transmissões e patrocinadores.

A insatisfação da federação internacional surpreendeu aos integrantes do governo, que já haviam alertado os cartolas de Joseph Blatter sobre as mudanças que a lei poderia trazer. Esta terá de ser votada na Câmara dos Deputados e pelo Senado.

Apesar de ninguém se pronunciar oficialmente, nos bastidores já foi ventilada a possibilidade de a Copa do Mundo ser tirada do Brasil. Os EUA apareceriam com opção. Porém, a assessoria de imprensa da Fifa já negou que a entidade tenham feito essa ameaça.

A mudança de sede é permitida caso sejam descumpridas cláusulas do Acordo para Sediar, que também estabelece o prazo até o meio de 2012 para que uma lei seja criada para defender os ganhos da federação.

Apesar de ser um boato de ameaça, a irritação da Fifa existe, já que Dilma Rousseff não cumpriu garantias assinadas por Lula anteriormente. A Lei Geral da Copa diverge das exigências, que o ex-presidente se comprometeu, em sete pontos.

De acordo com a lei, emissoras de TV que não sejam detentoras de direitos poderão reproduzir 3% do tempo de cada partida e 30 segundos de outros eventos relacionados ao Mundial. A Fifa deseja autonomia na negociação dos direitos de transmissão.

A manutenção de meia-entrada para idosos e a redução de pena para o uso indevido das marcas da Copa do Mundo e pirataria foram outros dos fatores que colocaram o presidente do COL, Ricardo Teixeira, em uma situação desagradável.

Sem acesso à presidente Dilma, Teixeira voltou a recorrer ao ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., para tentar resolver a situação. Existem chances de o COL ser obrigado a indenizar a Fifa, por descumprir o contrato.

Para rebater o governo brasileiro, Joseph Blatter passou a criticar as obras de infraestrutura nas cidades-sede, chegando a enviar uma carta de reclamação para Dilma.

Portal 2014



Categorias:COPA 2014

Tags:, , ,

2 respostas

  1. Olha, para mim que levem esta copa para o raio que os parta. A FIFA e a máfia russa tem uma só grande diferença, uns falam inglês e outros russo.

    Vão catar coquinho, querem tirar o máximo esquecendo que futebol e Brasil são sinônimos.

    Se mudarem para o USA vão fazer horrores como fizeram na copa deles como futebol ao meio dia.

    Curtir

  2. Normal! A FIFA vai sempre usar seu poder de pressão e de chantagem para “tirar” o máximo possível de vantagens do Brasil, ou qualquer outro país interessado em receber suas competições, para si e seu patrocinadores.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: