Recursos garantem andamento da obra da Rodovia do Parque

Ministério dos Transportes libera R$ 45 milhões em outubro para obras da BR-448.

Canoas – A informação de que o Ministério dos Transportes vai liberar R$ 45 milhões para garantir que as obras da BR-448 (Rodovia do Parque) não paralisem renovou ânimos das lideranças na região. Apesar do anúncio de verbas, o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, não detalhou onde será aplicada a suplementação a ser liberada em outubro. “Estamos recebendo instruções de Brasília sobre o assunto”, revelou o superintendente Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no RS, Vladimir Casa.

Audiência em Brasília

Hoje, às 16h30, o prefeito de Canoas e presidente da Associação dos Municípios da Grande Porto Alegre (Granpal), Jairo Jorge, os prefeitos de Esteio, Gilmar Rinaldi, e de Sapucaia, Vilmar Ballin, e o Secretário Estadual de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano, Luiz Carlos Busato, reúne-se com o ministro, em Brasília, para tratar do reassentamento das 599 famílias da Vila Dique, permitindo a construção da estrada. A construção do viaduto da BR-116, em Sapucaia, também será tema do encontro.

 Suplementações

Conforme o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, em entrevista a uma rádio da Capital, a Rodovia do Parque tinha inicialmente consignados R$ 166 milhões

Recentemente, o Ministério dos Transportes já havia liberado uma suplementação de R$ 25 milhões

Outros R$ 45 milhões serão liberados em outubro

O ministro revelou que outras suplementações de verba podem ocorrer até o final do ano, se necessárias

Licitação de moradias depende de autorização

Na audiência com o ministro Paulo Sérgio Passos, o prefeito de Canoas, Jairo Jorge, buscará a autorização do governo federal e do Dnit para licitar as 343 casas que servirão de moradia definitiva para parte das famílias da Vila Dique. “Canoas teve que alterar a área e dividir em dois loteamentos. Um ficará no Mato Grande e o outro na Vila de Passagem (no Fátima)”, explica. Segundo ele, a utilização de área próxima à Vila de Passagem diminuirá o custo de infraestrutura do projeto. Antes de embarcar para o encontro com o ministro dos Transportes, Jairo disse que espera retornar com sinalização favorável sobre o assunto. “É a quarta vez em 45 dias que vou a Brasília para tratar do tema”, enfatiza.

Como ponto positivo, Jairo apresentará a Passos o andamento da licitação para construção dos 256 apartamentos, também voltados a moradores da Vila Dique. “Temos uma empresa interessada. Ainda tem a apresentação dos documentos para habilitação e depois a discussão de valores”, comenta sobre as fases do processo licitatório.

Construção do viaduto de Sapucaia

O prefeito de Sapucaia do Sul, Vilmar Ballin, quer ser visto, bem visto hoje no Ministério dos Transportes. Pretende entrar na sala da reunião com um banner de mais de dois metros em 3D com a planta da elevada na entrada principal da cidade junto ao viaduto que não sai do papel. “Se a licitação do viaduto de Sapucaia na BR-116 não sair, teremos a única sinaleira da BR, ou seja, todo o engarrafamento e problemas na entrada de nossa cidade. Queremos resolver agora, o que já é muito tarde’’, diz o prefeito, que também levará a reportagem publicada no Jornal ABC Domingo sobre os problemas que impedem a construção do viaduto.

Projeto de Moradias definitivas

O reassentamento populacional da Vila Dique será feito para 343 casas e 256 apartamentos.

O projeto prevê a manutenção dos meios para sobrevivência e dos vínculos de trabalhos (formais ou não).

Para evitar novas ocupações, foram atualizados os dados coletados em 2009. Com isso, as famílias da Vila do Dique garantem a sua nova morada e evitam que o processo de reassentamento seja prejudicado.

Além do mapeamento das famílias e do meio onde vivem, são realizadas reuniões com as comunidades, visitas domiciliares e capacitações para a formação de lideranças e para o mercado de trabalho.

A definição das unidades habitacionais é feita em conjunto com os moradores.

Jornal NH / Marcos Merker/ Da Redação



Categorias:Rodovia do Parque

Tags:,

13 respostas

  1. Não o PT não correu nenhum investimento daqui a Ford era uma miragem, nunca existiu, nunca quis se instalar aqui, ela queria ir para a Bahia (desliga a ironia) francamente né tremendo besteirol só quem é de Guaíba pra saber o prejuizo que este ParTido causou para o município e o estado. E a GM só ficou porque na época da posse daquela maravilha de governador ela já estava com 80% da fábrica montada, do contrário eles teriam corrido com ela.

    Curtir

  2. Como nunca antes na história desse país o RS mandou tanto dinheiro (em impostos) para Brasília e recebeu tão pouco de retorno em investimentos.

    Migalhas!

    Curtir

  3. Pro PT na presidência do país eu tiro meu chapéu, me surpreendeu (e muito) positivamente. Estamos tendo um avanço tecnológico e de infra-estruturas muito interessante. Porém, o PT como governante do RS e de Porto Alegre é decepcionante. O maior sucesso Petista no estado é em barrar projetos.

    Se tem capacidade de construir (como se mostrou no governo Lula), por que insistem em destruir?

    Curtir

  4. Há décadas que não entrava tanto dinheiro do governo federal no Estado, o último que me lembre foi o Polo Petroquímico, e nunca vi nenhum elogio par qualquer um deste Blog. O que aconteceu quando vem dinheiro para rodovias, para metrô, para porto, para um monte de coisas?

    A onde está aqueles gentis elogios que eram feitos aos governos e governantes do PT?

    Ficaram todos mudinhos?

    Curtir

    • Wow, na boa, tu vai usar essa gota d’agua, essa esmola que estao mandando, cheio de penduricalhos politico-partidario, como sendo um ponto positivo para a organizacao criminosa, mais conhecida no brasil como PT??, como sendo algo que deveriamos aplaudir?? dizer obrigado o’ mestres sabios e visionarios??? vindo daqueles, sim o PT, que SEMPRE OBSTRUIU TODA E QUALQUER TENTATIVA de atrair investimentos, tanto publicos quanto privados para o RS??? Tu vai usar ISSO como sendo provas de que os petistas nao sao mais SELVICULAS, CACHACEIROS DE FAVELA???

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…PARA AI!! ESTOU ROLANDO DE RIR!! HEHEHEHEHEHHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEH

      Curtir

      • Esmola é? Metrô, Rodovia do Parque, duplicação da BR101, polo naval em Rio Grande, ….

        Tá bom e no tempo dos governos militares que não havia PT o que mandaram para cá? E no governo Itamar e FHC o que veio.

        No lugar de ficar KKqueando eu gostaria de saber quais os investimentos que o PT correu daqui, não me venha com a Ford, pois os PSDB, PP e outros prorrogaram o prazo de incentivos fiscais do governo federal para viabilizar o empreendimento na Bahia (com votos de deputados gaúchos).

        Meu caro amigo, gostaria de saber como estão os nossos exemplos de economias dinâmicas que vocês gostavam tanto de falar, como a Irlanda?

        Curtir

        • Que tal a area industrial de Guaiba, que depois que o PT mandou embora a FORD, impediram de qualquer e toda forma a reutilizacao da area, que tal a STORA ENZO, que nao pode investir por que ira causar um, e eu nao estou brincando oque estes animais falaram, IRIA CAUSAR UM ” DESERTO VERDE” e so’ por cima ainda, que tal toda e qualquer industria de relevancia que havia em POA em 1989 e depois desapareceram em 2004, nao que quebraram, mas que mudaram para outros municipios.

          Curtir

        • Metrô? Que metrô?

          Aquele que nunca vei e que agora será feito através de uma PPP.

          Duplicação da BR-101?

          Aquele que custou 1 bilhão de reais em 10 anos = 100 milhões/ano, ou seja 0,5% do que o RS paga em impostos federais todos os anos.

          Curtir

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: