Smam apresentará projeto para a área do minizoo da Redenção

Conselho de Usuários do Parque Farroupilha acredita que o local será aproveitado para permitir o alargamento da avenida Luiz Englert

Com a oficialização da decisão da prefeitura de Porto Alegre de doar os animais do Minizoo Palmira Gobbi Dias para uma instituição em Santa Maria, os frequentadores da Redenção começam a discutir o que será feito da área de 2.800m2 que abriga aves, mamíferos e répteis de mais de 20 espécies.

Diversas hipóteses começaram a surgir. O Conselho de Usuários do Parque Farroupilha afirma que o fechamento do local está relacionado com as obras da Copa do Mundo de 2014. Para Roberto Jakubaszko, membro do órgão, o espaço será utilizado para o alargamento da avenida Luiz Englert. Entretanto, o diretor-presidente da Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, informa que não existe nenhum projeto da Copa relacionado com a utilização da área do parque e a avenida Luiz Englert.

Jakubaszko também cogita a construção de um escritório da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) no local para administrar o parque. Além disso, seria criado um “minizoo virtual” em que os visitantes teriam informações sobre os animais que viviam no local.

A Smam, porém, descarta essas duas possibilidades. O secretário Luiz Fernando Záchia informa que será apresentado um projeto somente após a retirada dos animais. “Vamos elaborar um estudo para saber o que é possível fazer com a área”, acrescenta. A proposta deverá ser discutida com a Pepsi, empresa responsável pela adoção do parque.

O vereador Carlos Todeschini (PT) disse que o Legislativo municipal ainda espera reverter a decisão da prefeitura de Porto Alegre de doação dos animais para o Criadouro Conservacionista São Braz, em Santa Maria. Para que isso aconteça, a Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) realiza nos próximos dias uma audiência pública na Câmara de Vereadores para discutir o assunto. Proponente da sessão, Todeschini não acredita que a prefeitura de Porto Alegre possa estar tratando de um projeto de alargamento da avenida Luiz Englert sem discutir com os porto-alegrenses. “O Parque da Redenção já perdeu espaço para a avenida José Bonifácio, para o Colégio Militar, para a Ufrgs e para o Instituto de Educação. O alargamento, utilizando uma área do parque, seria uma tremenda violência com um símbolo da cidade”, lamenta.

A assessoria da primeira-dama de Porto Alegre e voluntária da Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda), Regina Becker, informou que somente vai se manifestar após a transferência dos animais.

Jornal do Comércio

Veja a localização do Minizoo e da Av. Luiz Englert através do Google Earth, clicando na imagem para ampliar.



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , ,

10 respostas

  1. Discutir com a PEPSI que vergonha, Alguém tem que avisar a primeira dama substituta que a festa do ridiculo é dia 26 de novembro de 2011, un dia só e não o ano inteiro ! Inclivel mais parece até novela da GLOBO !

    Curtir

  2. Sou contrário a ter um minizoo ali!
    Porém, não acho correto trocar aquela área verde para aumentar uma avenida.
    A redenção já perdeu tanto do seu tamanho original.
    Sou favorável ao progresso, mas não quero uma selva de concreto. Já basta São Paulo.

    Curtir

  3. Vão garfear mais um pedaço do parque para instalar a “Primeira Dama” num local “conveniente”, agora os bichos? Os bichos que se estrepem!

    Curtir

  4. Acabar com o patrimônio da população agora é sinal de empreendedorismo…O Rei e a Rainha pouco estão se importando com os animais do Minizoo. Querem se livrar desles a qualquer custo…

    Curtir

    • Ana

      O problema que macacos e pássaros tem vida própria, precisam ser alimentados todos os dias e não dá para os funcionários fazer feriadão. Quando o MiniZoo for virtual, nos dias feriados eles fecham e os Bites e Bytes não ficarão reclamando.
      O problema todo é este, dá trabalho (e não custos) manter o parque limpo e os animais alimentados.
      Tem que ter tratadores, pessoal de limpeza e veterinário, acha que a Primeira Dama tem tempo para isto? Nem dá para viajar!

      Curtir

  5. “O Parque da Redenção já perdeu espaço para a avenida José Bonifácio, para o Colégio Militar, para a Ufrgs e para o Instituto de Educação.” Tem que avisar o vereador que os prédios e a avenida que ele citou, já existiam antes da oficialização do local como um parque.

    Curtir

  6. Além disso, seria criado um “minizoo virtual” em que os visitantes teriam informações sobre os animais que viviam no local.

    Fantástico, as crianças de hoje em dia não precisam se deslocar para ver esta “maravilha da tecnologia”, um “minizoo virtual”. Vão é fazer belas acomodações para a Primeira Dama receber suas colegas em chás reais, não virtuais.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: