Novo sistema de segurança combaterá crimes na Região Metropolitana de Porto Alegre

Os onze prefeitos que integram a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal), em reunião que marcou o lançamento do Consórcio Metropolitano, nesta quinta-feira (13), apresentaram ao governador Tarso Genro o projeto Cerca Eletrônica.Trata-se de um sistema de segurança com câmeras instaladas em 96 pontos estratégicos, como entradas e saídas da região e nos limites dos municípios, formando uma cerca eletrônica que irá monitorar a passagem dos veículos por estes locais, identificando placas adulteradas e comportamentos suspeitos dos motoristas.

Com um investimento aproximado de R$ 10 milhões, o projeto foi imediatamente aceito pelo governador Tarso Genro, que garantiu a ajuda do Estado caso não seja possível a obtenção dos recursos via Governo Federal. “A segurança pública é uma das prioridades na nossa gestão e nós vamos implementá-lo. Se vocês não conseguirem a liberação desses recursos, nós liberamos”, assegurou.

Segundo o diretor executivo do Consórcio Metropolitano, Alberto Kopttike, o novo sistema mostrou bons resultados em pelo menos três cidades do interior de São Paulo, onde funciona em caráter experimental. “Este é um sistema inovador porque ele não é um simples leitor de placas, mas também verifica padrões comportamentais, como horários e circunstâncias em que os veículos costumam entrar e sair dos municípios e das regiões metropolitanas”, enfatizou. Kopttike destacou que o número de roubos e furtos de automóveis caiu pela metade no primeiro ano de operação em Indaiatuba, na região de Campinas.

Além do Cerca Eletrônica, os prefeitos apresentaram outros projetos prioritários do Consórcio Metropolitano e que já estão em fase de implantação, como a Academia das Guardas Municipais e a compra compartilhada de medicamentos. Para o prefeito de Canoas e presidente da Granpal, Jairo Jorge, a implantação do consórcio permitirá uma agenda conjunta para situações comuns a todos os municípios da região metropolitana. “Este consórcio irá romper com as individualidades municipais e será uma figura chave para o desenvolvimento metropolitano”, destacou.

Já o governador ressaltou a civilidade política dos prefeitos para a consecução de objetivos comuns aos municípios que representam. “Iniciativas como essa geram uma unidade política, permitindo ao Governo do Estado um agendamento comum para esses municípios. Mas também proporcionam economia, já que os prefeitos poderão contratar serviços em conjunto e de interesse de todos, com toda a transparência”, enfatizou. Tarso também citou como exemplos de conquistas conjuntas a construção da BR-448, os planos de saneamento para o Vale dos Sinos e a instalação das câmeras de videomonitoramento na BR-116.

Texto: Juliano Meira Pilau

Edição: Redação Secom

Governo do Estado do Rio Grande do Sul



Categorias:segurança

Tags:, , , , , , ,

2 respostas

  1. Prefeitos de partidos diferentes se unindo? O que é isso, o fim do mundo? Gatos e cachorros juntos? Só acredito quando ver o primeiro benefício concreto.

    Curtir

  2. Apesar das conversas ainda serem muito incipientes é bom ver os governos municipais da região metropolitana unidos. Devem estar fazendo aulas com os governantes do nordeste que se unem e sempre conseguem o que querem.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: