Pelas ruas de Bombaim

A India é muito exótica e caótica. Nas ruas os mendigos se amontoam em todos os lugares, inclusive é muito comum fazerem a barba e cortarem os cabelos na calçada. Tudo é muito pixado e mal cuidado.

Mas a foto é do Viaduto Otávio Rocha.

Na foto preto e branco, uma vista de Lisboa. Digo, Porto Alegre.

Clique para ampliar!



Categorias:Outros assuntos

30 respostas

  1. É incrivel, sempre que se fala algo relevante, é taxado de “racismo”, “ódio racial”, e aí vai, de fato, ninguem gosta de ouvir verdades – “pronto, falei!”

    Curtir

    • Nada é mais fácil do que rotular a pessoa de alguma coisa. Assim, tu nem ouves o argumento dela. Infelizmente o que mais tem é gente fazendo isso.

      Curtir

  2. O problema dos mendigos na cidade não tem nada de “ódio contra” ou “racismo” ou outras ideologias, é um problema de saúde pública. A proprietária de uma loja na av. Independência, entregou o ponto pois ela cansou de ter que limpar a sua calçada todos os dias antes de abrir o seu comércio, a mesma servia de abrigo para um grupo de mendigos que diariamente defecava, urinava e vomitava na calçada, a pessoa paga seus impostos e tem que conviver com isso. Eu mesmo tive que limpar a entrada do meu edifício sujo por mendigos algumas vezes no bairro Rio Branco, tivemos que gradear a frente do prédio. Tem praça no meu bairro, que não da para levar uma criança para brincar pois a mesma virou ponto de reunião de mendigos. Cuidado com o patrulhamento do tipo “se não pensar como eu” é “racismo, ódio” e outras baboseiras ideológicas.

    Curtir

  3. Cuidado com o patrulhamento…

    Curtir

  4. Hoje estava comentando com minha mulher sobre o numero crecente de indigentes e tomando praças e frentes de lugares nas calçadas… Incrivel que o Sr, prefeito nada faz, o sucateamento dos albergues em nada ajuda. A população fecha os olhos e não cobra nda…

    Curtir

  5. Vamos lá, preciso fazer um alerta para equipe do blog. É necessário tomar cuidado com posts preconceituosos como este (e não é o primeiro que Marcelo faz direcionando ódio contra moradores de rua). Aqui também tem racismo direto, estereotipar a Índia como um país de mendigos é uma atitude que não condiz com a proposta do blog. Eu observo que o blog sempre mantém a ética nas postagens, mas aqui aconteceu um deslize grave.

    Já expliquei outras vezes para o Marcelo o quão ignorante é reclamar da higiene de uma rua olhando para uma imagem onde pessoas estão sem condições de vida digna. E o pior é que elas são tratadas como um estorvo. Parece que o importante não é resolver a pobreza, mas resolver a limpeza, e para isso bastaria varrer os pobres para algum lugar longe da vista. Pura apologia a limpeza social. Aqueles que defendem o preconceito e o racismo podem negativar meu comentário, mas não deixem de escrever suas opniões.

    Curtir

    • Tenho certeza que o Marcelo nao e’ preconceituoso e contribui muito para o blog, mas tu tens certa razao Glauber. Os papeleiros tambem sao considerados um estorvo por muitos, quando na verdade sao quase herois; gente que tinha tudo para estar roubando mas, nao, tao trabalhando duro para ganhar uma mixaria. Os mendigos, por sua vez, sao um problema mais complexo de se resolver, muitos tem problemas mentais, sao drogados ou alcoolatras. Imagina um mendigo drogado, alcoolatra ou esquizofrenico sem ajuda especializada nenhuma, a chance do sujeito se recuperar e’ praticamente nula.

      Curtir

    • Não estou sendo preconceituoso, apenas apontando uma cena que não deveria estar ali: como várias pessoas disseram, ali deveria ser um lugar transado com lojas turisticas e cafes com mesinhas na calçada.

      Não estou comparando India com Brasil, ou Bombaim a POA, apenas mostrei uma cena tipicamente indiana num dos cartões postais desta cidade.

      Por fim, a administração municipal TEM que dar um jeito de enfrentar esse problema dos sem teto pois estão tomando conta de tudo. Se não querem ir para abrigos, deveria ter uma lei proibindo de se ocupar as calçadas ou praças. O que não se pode fazer é empurrar o problema com a barriga, pois ele só se agravará mais e mais.

      Curtir

    • Logo aparece alguém contando uma história triste de que sapatos são roubados nos abrigos, mas o fato é que a maioria destas pessoas não quer ir a eles. Inclusive por que lá não podem beber e tem que tomar banho.

      Estive no Espírito Santo (Vila Velha) e vi a polícia removendo mendigos da orla turística, aqui em POA se alguém fizer isso vai ser linchado pelos coitadistas de plantão.

      Curtir

  6. O nome Bombaim nem existe mais; agora e’ Mumbai, o que serve pro portugues tambem. O Felipe provavelmente nao sabe, mas o PIB per capita de Mumbai e’ praticamente o mesmo de Porto Alegre: cerca de U$11,000, o qual alias e’ um dos maiores do Brasil. Vao pesquisar la’ e depois me deem o positivo aqui! Quem ve falar parece que tao comparando Viamao com Paris…

    Curtir

    • O RicardoUK está certo. Mas o Felipe X também está certo. O PIB per Capita das duas cidades é parecido, talvez o de Porto Alegre esteja levemente mais alto, mas com pouca diferença. O fato que vocês não citaram é que a India tem MUITO mais população que o Brasil. Tanto a Índia como o Brasil são países em desenvolvimento (emergentes) tanto que ambos fazem parte do chamado BRIC. O que faltou dizer também é que a população pobre da Índia é muitas vezes maior que a do Brasil. A Índia tem mais de 1 bilhão de habitantes e uma porcentagem muito menor deles está incluída na economia do país. Creio que 2/3 ou mais da população da Índia deve ser de miseráveis camponeses ainda vivendo de agricultura de subsistência. Muito mais mendigos pela rua do que no Brasil, isso é certo. Isso acaba refletindo nas ruas das grandes cidades, bem mais visível do que no Brasil. Se em Porto Alegre existe 3% de miseráveis, lá em Mumbai deve ser 30%. To chutando os índices, mas é só pra que vocês entendam que há sim uma grande diferença entre as cidades da Índia e do Brasil.

      Curtir

      • O pais como um todo e’ mais miseravel, mas tambem ha’ muito menos criminalidade. Tiroteio em favelas e’ algo impensavel; ser assaltado ‘a mao armada e’ praticamente impossivel; trafico de drogas tambem e’ muito menor. Na India a sociedade ainda e’ dividida em castas, os pobres praticamente aceitam que jamais sairao da pobreza. Por um lado e’ muito triste, mas por outro tambem significa que o miseravel nao precisa ou nao almeja roubar para enriquecer a qualquer custo.

        Curtir

      • Isso serve para as outras cidades da Índia, mas não para Mumbai. É uma cidade rica de verdade, muito bonita e limpa para os padrões asiáticos (apesar de, ainda assim, ter uma população miserável bem maior que a de Porto Alegre).

        Curtir

      • RicardoUK,

        A Índia tem menos criminalidade por diversos motivos culturais, inclusive a questão das castas, etc, mas não é essa a discussão.

        Mumbai pode ter quase o PIB d e POA, mas é uma ilha rica no meio da extrema pobreza. A não ser que tenham cercado a cidade como os EUA fez com o México, a pobreza vai entrar lá exatamente por haver dinheiro! E como o Gilberto falou (com razão), a quantidade de pobres lá é muito maior. A Índia é mais pobre tanto em valores absolutos quanto em relativos do que o Brasil. Ponto.

        Curtir

  7. Bota segurança, iluminação, vida noturna, uma reforma (que tire as pichações sem pintura por cima da pedra) e mais lojas (não precisa tirar as que já tem. Imagino bares, cafeterias etc). Poderia se tornar uma espécie de Pe. Chagas em pleno Centro. Seria uma coisa única. Poderiam aproveitar e transformar alguns daqueles prédios em hotéis, como o Everest.

    Curtir

  8. O pessoal acho que passou a acreditar na conversinha do Lula de que o Brasil virou uma potencia mundial. Que absurdo comparar POA com Bombaim!!! Ate’ parece ne’… Ambas sao cidades de Terceiro Mundo, de paises pobres de Terceiro Mundo, nada mais normal do que terem mendigos nas ruas.

    Curtir

    • Ricardo, essa divisão esdrúxula dos países em “3 mundos” é tão inapropriada que o segundo já não existe mais.

      Acho que vale a comparação sim, pois o Brasil (e POA) são muito mais ricos do que a Índia, não há nem comparação. O PIB per capita, IDH, qq indicador da Índia é terrivelmente pior que os nossos. Por eles, estamos muito mais perto do “1o mundo” do que da Índia. O mundo é muito pobre.

      Curtir

  9. Imagens falam mais alto que qq palavras!!

    Curtir

  10. O que falta ali é simplesmente a REVITALIZAÇÃO das lojas que existem no viaduto. São 33 espaços subutilizados, com lancherias de segunda categoria, chaveiros, e outras atividades que não atraem. E por não atrairem, eles não se renovam, não se reciclam. Tem uma ou outra lojinha que poderia permanecer. artesanato, aquelas de discos de vinil acho legais também. Mas o local precisa de bares, cafeterias, loja de souvenirs, galeria de arte e coisas que possam atrair pessoas. Dessa forma, se consegue manter o lugar movimentado e a manutenção se fazendo mais seguidamente, impedindo que chegue ao nivel que chegou. Se continuarem aquelas lojas atuais, vai ficar eternamente daquele jeito.

    Curtir

  11. O viaduto é uma área é bem complicada. Essas pessoas estão em uma situação bastante degradante, o que exige ação constante do serviço social da Prefeitura.

    Esse viaduto é muito bonito, inclusive encantou os organizadores da Fórmula Indy, que deseja(va)m que o circuito passasse por ali.

    Curtir

    • eu teria medo de colocar a formula indy perto de um bem histórico como esse. Quem vai pagar se algo for destruido com um acidente?

      Curtir

    • Tem que tirar logo essas pessoas dali, chega de coitadismo!

      Estamos perdendo um ponto importante na cidade porque as “belezas” não podem ser retiradas do local. Quem estão errados são eles.

      Que bela cidade estamos construindo, proibidos construções modernas e dentro da lei, mas adoramos indigentes que sujam e emporcalham ruas.

      Curtir

  12. Até hoje não entendo como deixaram construir prédios colados no viaduto.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: