Setor de serviços de Porto Alegre lamenta perda da Copa das Confederações

Sindicato da Hotelaria e Gastronomia classifica notícia como “balde de água fria”

A perda da Copa das Confederações já repercute entre os setor de serviços de Porto Alegre. O anúnicio oficial da Fifa, previsto para o início da tarde (horário de Brasília), apenas ratifica que a capital gaúcha não receberá as partidas em função do não andamento – e da ausência de garantias até o momento – das obras no Estádio Beira-Rio.

Leia a matéria completa no Jornal Zero Hora.

 



Categorias:Copa das Confederações 2013

Tags:, ,

6 respostas

  1. Esses eventos, copas e olimpiadas, geralmente causam despesas a quem as recebe, mas, lucro direto nao e’ o objetivo porque esses eventos trazem investimentos e reconhecimento internacional aos locais que a receben. investimentos estes que sao nescessarios e que nao foram feitos pelo menos a 50 anos, entao e’ uma desculpa para se poder fazer coisas que numca seriam aceitas. Fora a industria de turismo local, que se fortalece e continua a dar lucro muito tempo depois do evento ter terminado(prq se tornara um destino de turistas que outrora nao viriam)

    Curtir

  2. A grana que essa copinha ia nos dar, poderia ser util nisso..

    Curtir

  3. Deixem esta copa de lado e vamos investir em saúde e diminuir a lotação dos hospitais!

    Curtir

    • O problema é que a copa não vai ficar de lado , queiram ou não, e o Brasil vai gastar muito com ela e Porto Alegre vai se beneficiar bem menos do que podia. Ou seja, ficaremos com o ônus (a conta que será compartilhada por todos os brasileiros) e quase não receberemos nada de bônus.

      Curtir

  4. Lamentam por quê, se “não ergueram nenhuma palha” para trazer esse evento internacional para Porto Alegre.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: