Comentário excelente, retirado de um outro blog…

“Chicão diz:

Rosane, impressionante a falta de empreendedorismo do gaúcho! Outros estados estão à frente do Rio Grande em desenvolvimento, administração pública, obras, e nós ficamos a conversar sobre as bobagens políticas e as intrigas que reinam nesta classe; o empresário do nosso estado só pensa em explorar o mercado; perdemos a Copa das Confederações porque o meu time se mostrou desorganizado e sem a união devida quanto às reformas do Beira-Rio; meses atrás, se cogitou em uma prova da F Indy, que também não vem mais; a revitalização do cais do Porto é uma novela, e longa; estudos sobre outra ponte do Guaíba já levam décadas; o metrô é uma ilusão;viadutos, elevadas, túneis, a gente vê serem construídos em outros estados não em Porto Alegre; faz muitos anos que não se inaugura qualquer obra viária em nossa cidade e, o trãnsito, em decorrência, um verdadeiro caos!

Eu não sei o que pensam empresários e o governo, mas demonstram inquestionavelmente uma enorme incompetência, desinteresse pelo Rio Grande e menosprezo à população!

Que vergonha sermos excluídos da Copa das Confederações.

E a culpa não é so do Inter, lamentavelmente.

Por que o empresariado gaúcho não se uniu para fazer uma espécie de consórcio e reformassem o estádio do colorado?

Ora, se o lucro será alto com o Inter cedendo por vinte anos à construtora Gutierres parte do seu estádio, bem que este dinheiro poderia ficar no próprio estado. Eu não acredito que não tivéssemos dez gaúchos que, unidos, investissem o dinheiro com retorno garantido e em altos percentuais se o empresariado local tivesse visão de negócio e não apenas de mercado e imediato.

Esta é a nossa diferença para Santa Catarina, por exemplo, de modo que eu não viaje para mais longe. Lá encontramos o empreendedor, o sujeito que acredita no progresso, que quer ganhar o seu dinheiro e deseja ver a sua cidade cada vez melhor, mais visitada, conhecida e famosa.

E no Rio Grande?

Bom, aqui nós discutimos as reuniões que os políticos fazem entre si; ficamos ouvindo o empresário se queixar da alta carga de impostos; lemos que as nossas estradas não suportam mais o trãnsito e estão esburacadas; queixamo-nos dos altos preços dos aluguéis residenciais e dos imóveis à venda; batemos boca no trãnsito porque não comporta mais automóveis; Grêmio e Inter se detestam e preferem que fiquemos de fora de um acontecimento mundial do que um dos estádios sediar jogos da Copa do Mundo!

Vamos e venhamos, que cabecinha de alfinete nos transformamos!

Que mente tão estreita e limitada que nossos dirigentes políticos e empresariais possuem!

Por favor, Rosane:

Que a Zero Hora, digo, o Grupo RBS, que se reunisse com o Colombo, Gerdau, Ferramentas Gerais, Azaléia, Grendene, Marcopolo, Guerra, Taurus, Ipiranga, Tumelero, Tramontina, Transportadora Mercúrio, enfim, as grandes empresas do Rio Grande, e juntas tocassem esta obra do Beira-Rio – altamente lucrativa -, e mostrássemos para o Brasil e mundo a nossa capacidade de união, de força, da bravura dos Farrapos que tanto homenageamos em prosa e verso!

Este é o momento.

E que o governo deixe de ser tão politiqueiro e trate de fazer as obras que vive prometendo; que bata na mesa e exija dos deputados e senadores gaúchos que, em Brasília, pensem no estado, na população, no orgulho desta terra que anda tão em baixa ultimamente!

Peço perdão por eu ter alongado este texto.

Mas eu não, poderia ficar somente na crítica contundente ao marasmo observado sem pelo menos dar uma sugestão para sairmos desta estagnação que nos encontramos.

Obrigado pela compreensão.”

20 de outubro de 2011 às 20:57

Comentário transcrito integralmente, sem edição.

Blog da Rosane de Oliveira



Categorias:Outros assuntos

Tags:

5 respostas

  1. Excelente publicação, precisamos de mais opiniões como essa. Em compensação, este outro comentário é de uma mesquinhez tipicamente gaúcha:

    “D.Rosane, a melhor noticia para mim seria a de q A COPA NAO SERIA MAIS REALIZADA NO BRASIL, pois o q vao roubar do POVO (alguns politicos corruptos e alguns Empresarios SONEGADORES)e UMA ELITE DE EMPRESARIOS VAI GANHAR DE DINHEIRO…E O POVO NO CIRCO VAI APLAUDIR COMO SEMPRE…, enquanto isto não temos SAUDE,EDUCAÇÃO,SEGURANÇA,ESTRADAS ETC.-”

    O Copa 2014 tem custo estimado em cerca de R$ 30 bilhões, enquanto que recente estudo da FIESP calcula que são desviados anualmente pela corrupção entre R$ 50 e 80 bilhões. Daria pra fazer duas copas todos os anos, sendo que a realização da Copa deixará melhorias principalmente na questão da mobilidade urbana e aeroportos.

    Curtir

  2. O comentarista esta’ enganado quando diz que a obra do Beira-Rio sera’ altamente lucrativa, e tanto nao sera’ que a Andrade Gutierrez nao quer por todo dinheiro dela na obra. Se fosse lucrativa, a AG ja’ tinha assinado ha’ muito tempo, nao se enganem. E tambem nao venham com essa conversinha furada de uniao em torno do Beira-Rio, porque na hora que confirmaram a Copa em POA, os colorados colocaram a faixa la’ “A Copa e’ nossa!”. Se virem! O Beira-Rio e’ um estadio privado! Eles tao querendo e’ ajuda do governo! Nao vem que nao tem!

    Curtir

  3. Pessoal do blog,
    Dêem uma olhadinha na nova rodoviária do Rio de Janeiro. Quem sabe alguém mostra para o Sr. Luigi como é que se faz. Que inveja do Rio!Vejam o link abaixo.

    http://extra.globo.com/noticias/rio/com-elevadores-novos-wi-fi-gratis-rodoviaria-consegue-ficar-melhor-que-aeroporto-2858331.html

    Curtir

  4. ótimo artigo….Muito lúcido….E o que mais surpreende e o que ele diz da realidade de Santa Catarina para cima: As pessoas lá querem o progresso, querem ver as suas cidades bonitas, empreendedoras. Quando chega alguém para investir não ficam discutindo se o incentivo para grande uma empresa ou não [Aqui é pecado uma coisa dessas]. Não é a toa que só prospera….vide Chapecó, Joiniville entre outras. Aqui, por conta desse ranço todo, tudo morre na praia…Cansado disso!!!.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: