Viaduto – Parada da Benjamim com 3ª Perimetral

Poucos meses após a inauguração – 2007


O mesmo lugar, em 2011 (21/10/2011)

Escada rolante sem manutenção e totalmente fechada (encaixotada, lacrada). Pra que construir então?

Fotos 2007 – Ricardo Haberland

Fotos 2011 – Gilberto Simon



Categorias:Abandono, Descaso

Tags:, , , ,

12 respostas

  1. Quem é que teve essa ideia de construir paradas em viadutos, como fizerem em todos os principais cruzamentos da Terceira Perimetral?

    Foi péssimo!

    Acho que todo esse conceito vem da estratégia de tratar linhas de ônibus como se fossem linhas de metrô. Nunca será! Simplesmente porque o metrô carrega bem mais gente, com mais conforto e rapidez; polui menos, porque é elétrico; é mais regular e seguro e, principalmente, porque anda debaixo da terra. Daí sim cabem elevadores e escadas rolantes para acessar o subway, não porque isso fará a cara do sistema parecer mais bonitinho e moderno, mas porque é preciso.

    E o que é pior, com toda essas segregações de pistas a parafernália de dispositivos de acessibilidade inúteis a cada viaduto , simplesmente “engessaram” a Terceira Perimetral. Se um dia a cidade resolver construir um metrô sob essa via (e espero que isso aconteça), por exemplo, ou resolver que o corredor de ônibus não é mais necessário (coisa que nunca foi), terá de implodir tudo e começar do zero.

    Será que os novos viadutos projetados para a Terceira Perimetral ainda trarão essa “conceito”?

    Curtir

    • Eu concordo contigo que as paradas implementadas nos viadutos da terceira perimetral são estruturas excessivamente complicadas, com firulas megalomaníacas totalmente desnecessárias, como no caso daquele viaduto maluco com a Protásio. No entanto, eu diria que faz todo sentido do mundo do ponto de vista operacional ter paradas nestes lugares, simplesmente porque isso permite um maior número de conexões com as linhas que circulam na outra via. Hoje, o usuário do T11 pode facilmente e confortavelmente trocar para qualquer ônibus das Avenidas Assis Brasil, Nilo Peçanha e Protásio Alves justamente graças a essas paradas.

      Quanto a possibilidade de fazer um metrô na terceira perimetral, embora soe interessante como sonho, me parece uma ideia excessivamente dispendiosa. Creio que faça muito mais sentido aproveitar a excelente largura deste Corredor de Ônibus para implementar um VLT. A minha visão é que essa linha de VLT poderia começar subterrânea no Terminal Cairú, compartilhando o túnel com a linha 2 até o viaduto da Benjamin; de lá, ele curvaria para o Sul e emergiria para a superfície, seguindo no atual corredor de ônibus até talvez o cruzamento com a Av. Campos Velho. Seria muito barato, pois:

      1 – não exige escavações
      2 – o corredor já tem uma boa segregação, com apenas alguns poucos cruzamentos em nível que poderiam ter temporização especial, coisa normal em VLT
      3 – em função dessa boa segregação, poderíamos ter veículos bem longos; 600 passageiros me parece uma capacidade razoável
      4 – poderiam ser usadas as estações atuais, que já têm estrutura razoável (embora sujas né); talvez valesse a pena implementar acesso subterrâneo em algumas delas, para resolver o problema das sinaleiras de pedestre.
      5 – para garantir um nível de capacidade compatível com VLT, bastaria eliminar/condensar algumas paradas inúteis (como aquela sequência bisonha entre a Oscar Pereira e a Bento Gonçalves)
      6 – um sistema de tarifa integrada garantiria a demanda, justamente pelas possibilidades de integração
      7 – a demanda já existe, basta ver quão lotados vão os T11 hoje em dia

      (e outra coisa né, o corredor hoje é mais do que necessário. Seria muito, mas muito pior, se os ônibus da terceira perimetral circulassem misturados ao trânsito)

      Curtir

  2. Pra quem não sabe, aquela escada rolante encaixotada hoje também serve de moradia para moradores de rua.

    Curtir

  3. Eu morei na Alemanha, e lá todas as paradas são lavadas uma vez por semana. Aqui nada é mantido. Nada. A finalidade de toda obra é sua inauguração.

    Curtir

  4. Moro no Bairro Jardim Botânico e posso afirmar que o que ocorreu com a 3ª Perimetral após a inauguração foi algo de deixar qualquer cidadão que paga impostos, senão vejamos:

    – roubaram boa parte da proteção transparente que existia nas paradas de ônibus, roubaram cestas de lixos que foram colocadas e que raramente passam por um processo de limpeza;

    -, picharam todas as paradas, colaram propagandas em todas as paradas, parece que a cada três ou mais meses é realizada uma limpeza;

    – a Pref. deixou de instalar câmeras de vigilância em toda a extensão da avenida, com isso ocorreu uma destruição total da via, ou seja: destruíram o patrimônio público;

    – afora o caso que a obra deixou muito a desejar em termos de acabamento da mesma, existem pisos quebrados, avenida com rachaduras, desnível para lombadas para deficientes; enfim,

    – os maus elementos sabendo com nada seria filmados e levando em conta o total descaso da Pref. Mun. que não se preocupou com os vandalismos, visto que a mesma não utilizou nenhum mecanismo de vigilância para dar um basta a destruição do patrimônio público;

    – Conclusão: a 3ª Perimetral saiu uma fortuna em torno de 120 milhões e hoje se encontra desta maneira e afinal de contas a quem interessa tudo isso, seriam para as empresas que prestam serviços de manutenção para a Pref. Mun. POA.

    Curtir

  5. Quando eu falei para os meus amigos que ter elevador, escada e escada rolante no mesmo lugar (protásio com 3a perimetral) era de um absurdo…. me chamaram de retrógrado.

    Me lembro também de ter dito que não dava alguns anos para estar tudo as moscas, sem manutenção.

    Em qualquer outro lugar do mundo colocariam apenas uma rampa/escada, com no máximo um elevador junto (como javia em Berlim) para os deficientes.

    Curtir

  6. As fotos não são da mesma escada rolante.

    A escada rolante que está “lacrada” é que está no sentido Centro-Bairro. A escada que fica no sentido Bairro-Centro está funcionando perfeitamente, pois a utilizei recentemente.

    De qualquer forma, esse pequeno detalhe não pode e nem deve tirar a gravidade da falta de manutenção desse corredor tão moderno que possuímos.

    Curtir

  7. E, para fazer as coisas um pouquinho mais ridículas do que já estão, o metrô vai passar embaixo deste lugar e não vai parar. Os gênios projetistas de plantão não entendem o conceito de integração intermodal, e optam por deixar todo aquele corredor de ônibus da terceira perimetral desconectado do metrô. Estupidez pura.

    Curtir

  8. Falou tudo Georgeano. Assim como botaram 90 sinaleiras na perimetral para poder dizer que “estão pensando no pedestre”. Mas no final, o exagero delas só piora o trânsito e o pobre do pedestre fica naquelas paradas imundas esperando chegar um ônibus lotado e caro.

    E sou usuário de ônibus, sei do que falo.

    Curtir

  9. ” Pra que construir então?”

    Para ficar mega explícito como aquele ParTido faz obras pensando no pedestre em primeiro lugar.

    Ah, a deterioração das paradas da perimetral foi inaugurada já naquela administração.

    Curtir

  10. Trabalho aí perto, é realmente lamentável. E pelo jeito deve custar milhões pra arrumar uma escada rolante, deve ser falta de verbas, tem de fazer uma licitação, mas calma, até a copa do mundo tudo estará resolvido.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: