Falta sincronia nas obras viárias

A Prefeitura voltou a revitalizar o asfalto de diversas ruas e avenidas da cidade. A exemplo do que constatei há alguns anos, ocorre uma demora imensa para que as faixas sejam pintadas. Essa falta de sinalização causa muitos acidentes (ou no mínimo sustos) aos motoristas.

A avenida Otto Niemayer recebeu nova camada de asfalto há 2 ou 3 semanas, e permanece assim como na foto abaixo. Não há sinalização limitando as faixas, nem o sentido da via. A Otto, em especial, mereceria maior atenção do poder público. Trata-se de uma avenida duplicada sem canteiro central (como a Av. do Forte) repleta de comércios. Um verdadeiro convite para manobras irresponsáveis a fim de ganhar alguns segundos e não utilizar os retornos. Outro ponto sem pintura é em frente ao Triângulo, sentido bairro-centro, justo quando a avenida começa a ficar mais estreita e com menos faixas.

Como relembrar é viver, em 2008 a Ipiranga ganhou sobrevida com a revitalização. Entre o recapeamento e a pintura, passaram-se meses, em especial após a PUC. O Código Brasileiro de Trânsito não permite a liberação de vias nesse estado. Será então a Prefeitura responsável por eventuais acidentes que possam ocorrer pela falta de sinalização?



Categorias:Outros assuntos

15 respostas

  1. Concordo 100% com Adriano Silva !

    De fato há um show de horrores na engenharia de trafego portoalegrense. Parece que as coisas são projetadas por inbecis, burros, incopetentes.

    Outra coisa que é uma burrice são as 3 faixas em avenidas onde se pode estacionar: a faixa do lado da calçada fica só com a metade livre. Não falo, com isso, que seja proibido estacionar, mas que se projete as faixas, então, levando em consideração a parte de estacionamento. Em cidades como Curitibba, São Paulo, Rio, etc, a parte onde se estaciona tem um pontilado exatamente da largura dos carros parados, e só então se traça as outras duas faixas.

    E Poa tem um show de avenidas com 3 faixas que de repente viram duas (até na Ipiranga, na altura da Erco Verissimo), faixas que vão de repente pro lado, como na Mostadeiro, faixas pintadas e apagadas, uma faixa em cima da outra…
    Nem vou falar na feiura edionda de grande parte de nossas avenidas, como a podre da Protásio…Muitas metropoles tem avenidas com velocidade de 80km/h…
    A sinalização de placas indicativas é outro ponto que Poa é uma vergonha…
    Os corredores de onibus de outras cidades é mais moderno e com monitoramento eletronico que dispensa muralhas…
    Sem falar nas nossas sinaleiras, que deve ter só umas 3 em toda cidade com a contagem do tempo… bah, quando vou em outras cidades parece que é outro mundo, porque aqui… é uma coisa arcaica total.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: