Catamarãs viram atração nos fins de semana


Barcos saem lotados de seus pontos de embarque, tanto no Cais do Porto quanto no terminal de Guaíba MARCO QUINTANA/JC

A travessia de catamarã entre Porto Alegre e Guaíba, planejada como uma forma alternativa de transporte público para os moradores das duas cidades, está servindo a mais pessoas do que era inicialmente esperado. Dez dias depois de sua viagem inaugural, o serviço prestado pela empresa Catsul tem atraído a atenção de muitos curiosos e turistas, principalmente nos finais de semana, causando grandes filas para ingressar nos barcos.

Com capacidade para 120 passageiros, os barcos têm saído lotados de seus pontos de embarque, tanto no Cais do Porto na Capital quanto no terminal hidroviário de Guaíba. “Os passageiros que quiserem usar o serviço no final de semana têm que comprar antecipadamente, pois é praticamente impossível conseguir ingressos na hora”, avisa Josiel Ramos, funcionário do setor atendimento ao cliente da Catsul. Ontem, já no início da tarde, a maioria dos horários estavam esgotados nos dois sentidos. A partir de hoje, entra um vigor um novo horário de funcionamento, com uma partida adicional de Porto Alegre às 20h. Os ingressos podem ser comprados com até 30 dias de antecedência.

Parte desse grande interesse pelo uso do catamarã é devido aos passageiros que estão experimentando pela primeira vez a sensação de uma viagem pelo rio Guaíba. “É uma viagem excelente e confortável, e pretendo fazer mais vezes”, destaca o empresário Ozéias Nunes, que trouxe a família para Porto Alegre para testar o serviço. A principal vantagem apontada por Nunes é o tempo. Enquanto o transporte entre as duas cidades feito por ônibus ou carro pode durar até 50 minutos, através do barco o tempo cai para 20 minutos.

A relação custo-benefício também foi uma das razões dadas por passageiros que escolheram usar o transporte hidroviário. A passagem custa R$ 7,00 nos finais de semana, quase o mesmo valor dos R$ 6,80 cobrados para usar o ônibus direto Guaíba-Porto Alegre. Já durante a semana, durante o mês de novembro o preço chega a R$ 6,00 (mas a partir de dezembro será reajustado para R$ 7,00). “Agora com certeza não pego mais ônibus para vir à Capital”, afirma Renato Duarte, morador do Centro de Guaíba.

Marcelo Beledeli – Jornal do Comércio

DO CORREIO DO POVO

Todos querem atravessar o Guaíba

Quem quiser fazer a travessia entre Porto Alegre e Guaíba com o catamarã terá que correr para adquirir o bilhete. Nos sábados e domingos, a demanda de passageiros é maior que o número de assentos disponibilizados. Nesse fim de semana, o movimento na bilheteria do Armazém B3 do Cais do Porto foi intenso e muitos não conseguiram o tíquete. “Queria fazer surpresa para as minhas filhas. Pelo menos agora temos a Feira do Livro”, contou o Adilson Alves, morador do bairro Parque dos Maias, na Capital.

Já o vendedor Radamés Lutz afirmou que vai esperar. O casal Isaías e Irene Maia deslocou-se de Torres, para fazer a travessia. O funcionário do Atendimento ao Consumidor da CatSul, Josiel Ramos, disse que durante a semana a procura é menor, sendo mais fácil o acesso ao bilhete. Nos primeiros sete dias, foram transportadas 12.950 pessoas.




Categorias:Travessia POA - Guaíba

Tags:,

9 respostas

  1. É verdade, que alavancou isto aí foi a Yeda, a única que tentou fazer algo por esse Rio Grande. O azar dela foi ser do PSDB, partido de oposição ao Lula. Não fosse isso, o RS teria avançado muito com ela…

    Curtir

  2. Parabens Yeda Crusius!!!

    Não é igual ao Beto Albuquerque (incompetente) que nada faz e quando alguém quer fazer algo, tenta barrar de todas as formas…

    Chora Ecoxitas…chora esquerda autoritária…

    Curtir

  3. O extremo movimento que está se verificando é porque é novidade, e a população de Porto Alegre está ávida por novidades e ávida pela revitalização da orla, do Guaíba enquanto atração turística e de lazer. Com o tempo vai se acalmar. Mas não tenho dúvida de que já deu certo. E este modal vai crescer, com certeza.

    Curtir

  4. Trata-se ainda de sistema de transporte alternativo e especial, mas como impulso inicia está valendo. Agora é torcer para que evolua para o aumento de linhas e horários, bem como para o maiores embarcações (no futuro), possibilitando a redução das tarifas, integração com os outros sistemas de transporte e, consequentemente levando ao aumento da demanda.

    Curtir

    • Julião

      Agora se for lançada outras concorrências para outras linhas não aparecerá só um candidato, vão aparecer vários que se darão conta que o transporte fluvial é também uma alternativa economicamente viável.

      Curtir

  5. Erros de avaliação, todos fazem. O importante é se dar conta que há espaço para todos os modais de transporte e que uma ou outra solução é uma das soluções, mas não a única.
    Que venham os BTRs mas podem vir também os VTLs!

    Curtir

  6. e teve gente achando que não ia dar certo..

    Cade aquele cara que disse que ia ficar só no papel?
    haha

    E olha ae, eu achando caro, mas o preço da passagem de onibus é quase o mesmo… vale muito…

    Curtir

  7. Somos tão VICIADOS em automóveis e no transporte rodoviário que tinha gente que achava que não ia dar certo.

    Curtir

  8. Tava caindo de maduro!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: