Passarela da Rodoviária passará por reforço estrutural

Passarela foi abalada por um caminhão que bateu na estrutura de concreto. Foto: Gilberto Simon - Porto Imagem

A necessidade da interdição para uma obra de reforço estrutural na passarela da Rodoviária foi confirmada, após conclusão de laudo técnico elaborado por engenheiros da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov). O documento que confirma o abalo ocasionado pelo choque de um caminhão com a estrutura foi apresentado ao titular da Smov, Cássio Trogildo, na tarde desta quarta-feira, 9. “Na ocasião da colisão, em vistoria superficial, já se identificou a seriedade do problema, por isso interditamos a passarela, para garantir segurança dos pedestres que por ali transitavam. Agora trabalharemos na recuperação da estrutura”, afirmou Trogildo.

O estudo mostra que foram comprometidos quatro cabos de proteção, de um total de oito, com a ruptura de alguns fios que compõem cada cabo. A partir desse laudo, técnicos da secretaria fazem os orçamentos para estabelecer a forma de contratação e a estimativa de prazos da obra, além do tempo que será necessário manter o local interditado. “Até o final da próxima semana já devemos saber o valor de investimento para recuperar a parte danificada da passarela e proceder a contratação da obra”, informou o secretário.

Até que aconteça a obra a passarela continua interditada, e a alternativa para cruzar a rua da Conceição com segurança é a passagem subterrânea entre a Estação Rodoviária da Trensurb e a esquina da avenida Júlio de Castilhos. A Trensurb mantém a abertura da passagem subterrânea durante 24 horas. Das 23h às 5h, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Segurança Urbana, a prefeitura reforça a segurança do local com a presença da Guarda Municipal. O local está devidamente sinalizado pela EPTC, que segue monitorando o local e prestando orientação aos pedestres.

Com essa interdição, a obra de reforma do guarda-corpo, que iniciaria em outubro, está suspensa e será retomada após a conclusão do reforço estrutural. Para a substituição do guarda-corpo de concreto por material metálico, não está prevista a interdição total do local. Serão investidos R$ 250,5 mil e a execução ficará a cargo da EMFHP Engenharia Ltda.

Prefeitura



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

12 respostas

  1. É incrível o estado em que se encontra aquela passarela, em que o descaso da Pref. Mun. POA com a mesma é algo que chama a atenção de qualquer cidadão que paga impostos.

    Aliás, pelo que se vê farão na verdade um remendo a uma passarela que na verdade representa um perigo ao cidadão que a utiliza.

    Fica a imaginar que o dirá a Pref. Mun. POA aquele cidadão que caiu da referida passarela, senão vejamos, o seu parapeito é muito baixo, deveria ter uma altura adequada em ambos os lados.

    E posso garantir que em um futuro próximo a mesma será demolida sob o argumento que a mesma precisa na verdade ter segurança e, aí vai mais gastos desnecessários em dois momentos, uma no remendo e a outra na construção de uma nova passarela.

    Curtir

  2. Olha, usei por um tempo as passagens subterraneas do terminal triangulo, sempre tinha segurança e uma boa iluminação la, nunca tive problemas, e sempre usava pelas 11 e pouco da noite.

    O problema disso é que é caro de fazer, ainda mais no lugar mais movimentado da cidade.

    Mas tambem acho qeu seria melhor.

    Mas eu prefiro uma bela passarela estaiada… ou algo proximo disso.

    Curtir

  3. Por que não fazem outra passagem subterrânea e estará resolvido o problema. Aliás, ao invés de mais um viaduto que pretendem construir naquela região da cidade porque não constroem um túnel para os automóveis.

    Mas o melhor mesmo, seria retirar a Rodoviária daquele lugar, daí não precisaria nada disso tudo.

    Curtir

    • Julião
      Passagens subterrâneas não são utilizadas pela população em geral. Só imagine o seguinte cenário: Tu chegas da praia lá pelas dez horas da noite num dia de semana, aí pensas em ir rezar na Igreja Universal (é tudo uma hipótese!), tu passarias pela passagem subterrânea neste horário. Eu não sou alguém que me assuste por pouco, mas não tenho a minha vida para jogar, eu não passaria!

      Curtir

  4. Melhor reformarem, poque se derrubarem essa, vão colocar aquelas passarelas verdes de meta e com escadas e não rampas.

    Curtir

  5. Não sei se é possível recuperar uma estrutura de concreto protendido quando alguns dos seus cabos são rompidos, dependendo do tipo de protensão eles estão dentro de uma bainha que está cheia de uma argamassa especial de cimento. Estou completamente desatualizado em concreto protendido, mas me parece que a prefeitura está é ganhando tempo!

    Curtir

  6. Realmente, tragédia anunciada!

    Curtir

  7. Essa passarela junto com o esqueleto é uma das maiores vergonhas e prova da decadência de Porto Alegre. O caminhão que se chocou contra ela deveria ter derrubado essa aberração. Bom, enfim tá provado que só um evento desses para fazer com que a Prefeitura se mexa e faça alguma coisa….

    Curtir

  8. Essa passarela é uma vergonha, hoje olhei melhor pra ela e vi que ela ta caindo literalmente, cabos de aço da estrutura dela aparecendo, uma hora isso cai em cima de um carro, quebra um parabriza e acerta o motorista, ai sim ta feita a merda, alem de parar o transito, que ali para por qualquer coisa, pode tirar a vida de uma pessoa.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: