Garantir o Beira-Rio como sede ? O que a FIFA deseja?

Beira-Rio com obras paradas há 5 meses e ainda com indefinição em relação ao contrato com a AG. Foto: © Sheena Tramp

Acho que ninguém percebeu o que a Fifa parece pretender com isso de “garantir” o Beira-Rio na Copa do Mundo e assim deixar rolar a seqüência da comprida novela mexicana da direção colorada.

A FIFA sempre quis 8 cidades-sede, foi o Brasil que forçou para que fossem 12, para tentar abranger o máximo de currais eleitorais possíveis. Nesse sentido, cada cidade-sede que não cumprir as metas será descartada e assim o número delas se aproximará do que a Fifa entende por razoável e ideal. As inertes Curitiba, Natal e Porto Alegre têm grandes chances de ficarem de fora da Copa do Mundo, como já o ficaram de fora da Copa das Confederações, o que no caso de POA é uma pena, já que teremos a Arena tinindo de nova já no ano que vem. Com isso, passariam de 12 para 9 as cidades-sede, número próximo às 8 cidades-sede sempre defendidas pela Fifa.

Se a Fifa (e os nossos representantes locais) realmente quisessem garantir POA como cidade-sede da Copa do Mundo, já teriam definido a substituição do Beira-Rio pela Arena. Como essa é uma decisão local (a Fifa apenas acata ou veta as indicações locais, como o fez no caso do Morumbi, onde vetou o mesmo e aceitou o futuro Itaquerão),  cabe aos gaúchos essa troca. A Fifa fica convenientemente de braços cruzados torcendo para que algumas cidades-sedes não cumpram as exigências e então sejam cortadas para que com isso haja uma readequação “natural” ao que ela entende ser o número ideal de quantidade de cidades-sedes, sem que nada se possa alegar em sentido contrário.

Já pensaram se POA e Curitiba forem cortadas? Não haverá Copa do Mundo no Sul do país, só confirmando essa imagem esteriotipada dos gringos de que o Brasil é constituído apenas pelo Rio, praias nordestinas, pantanal e amazônia (e para os gringos executivos, também pela “capital financeira” do país, São Paulo).

Até quando??

Texto: Paulo Roberto – leitor do Blog



Categorias:COPA 2014

Tags:, , ,

30 respostas

  1. Ficam nessa disputa interna entre Inter e Grêmio, entre Beira-Rio e Arena, e esquecem que o principal responsável pela perda da Copa das Confederações é o Comitê local. Ele é a raiz do problema. Se a Copa é no Beira-Rio, conforme especificado, o comitê deve trabalhar para que tudo saia do papel, e não ficar sentado esperando o clube se virar sozinho.

    Arrisco dizer que por isso essa cidade não vai para frente: ninguém enxerga que os problemas de Porto Alegre estão na gestão pública. E que ter sido o Internacional o responsável pela definição se haveria a Copa das Confederações ou não é uma PROVA de que o Comitê não está fazendo o seu trabalho, pois isso é tarefa dele, e não de um clube de futebol.

    Clubes de Futebol no Brasil, mesmo em sua melhor fase, possuem graves problemas financeiros. Quando houver “desespero”, o clube vai priorizar as SUAS necessidades, pois não colocaria sua estrutura interna em risco. Nenhuma empresa, por exemplo, iria arriscar sua vida em prol de uma Copa das Confederações. Há muito romantismo nas visôes sobre essa Copa, mas nenhuma observação realmente concreta sobre os problemas que estão por trás dela. É um absurdo erro, digno de uma cidade sem condições de sediar grande eventos, deixar que um clube de futebol (dadas as condições citadas) seja o responsável por um evento o qual injetaria milhões na cidade, mas que poderia a si próprio lhe causar prejuízos internos.

    Isso é uma questão de sensatez. Por que ao invés de perderem tempo lutando pela Copa aqui ou acolá, não pegam o que existe: os projetos quanto a Copa do Beira-Rio, e não cobram o trabalho do Comitê?

    Vejo muito falando em Inter e Grêmio, mas NUNCA nos gestores públicos, que, acima de tudo, são os VERDADEIROS RESPONSÁVEIS pela Copa.

    Curtir

    • Olha, concordo quanto à crítica ao comitê local, mas isso nao exime o Inter, pois ele e só ele pode assinar o contrato com a construtora e destravar as obras, mas nao o fez até agora, mesmo após mais de um mês da perda do sediamento da copa das confederaçoes. Nao há romantismo em se ver o óbvio, que a Arena cresce a cada e evolui a cada dia enquanto nada ocorre no BeiraRio. Isso nao é romantismo nem clubismo. E concordo que Poa nao tem a mínima condiçao de receber a Copa, nosso país todo nao o tem. Todavia, já que iremos pagar a conta de qualquer maneira, temos o dever de tentar fazer o melhor e tirar algum proveito disso, pois as faturas virao de qualquer jeito, nos empenhemos ou nao. Além disso, tem muita cidade aí pior que Poa sediando a nossa Copa, nai será um BRT pantaneiro, por exemplo, que tornará Cuiabá melhor que Poa, que já é muito melhor estruturada para receber a Copa assim como está do que uma Cuiabá e seu BRT.

      Curtir

  2. Como sempre falo, a culpa disso tudo é do Comitê Local. O que ele tem feito pela copa e pelos estádios? NADA! Apenas se aproveitou que houveram particulares interessados em tocar uma obra a qual poderia, por si só, dispensar o trabalho do próprio Comitê. Enquanto isso eles iam tentando convencer com power points, pintura de ônibus e paradas coloridas, que estavam fazendo algo pela Copa, sendo que não estavam e nunca estiveram. Essa é a verdade, esse é o problema, sem clubismos, fanatismos ou parcialidade.

    É de responsabilidade do Comitê que o estádio estivesse em condições de sediar a Copa das Confederações. Só o fato de existir um contrato que reservava ao Internacional essa responsabilidade já demonstra o desserviço que vem fazendo nossos gestores públicos. Um clube não deve ser o responsável por uma Copa, seja qual for. Há um comitê, e este deve trabalhar para que a obra seja tocada, mesmo que haja dinheiro particular envolvido e demais burocracias do gênero.

    Essa história entre o Internacional e a construtora não surgiu de uma hora para outra. O Cômite deveria ter intervido ANTES, solucionado e destravado o processo. Alguns tendem a acreditar que o Cômite foi pego de surpresa pela FIFA, porém todos sabiam o risco que corriam e mesmo assim o que eles que faziam para lutar pela Copa das Confederações? Nada, como sempre. Aliás, a própria Copa do Mundo em POA foi algo ganhado de mão beijada. Diferente de várias outras cidades, Porto Alegre não se empenhou em sediar esse evento, já que sabia que seria sede de uma forma ou outra. Outras capitais, como Manaus, Cuiabá, etc, levaram a Copa por MERITOCRACIA. Porto Alegre levou de forma gratuita.

    A Copa do Mundo, entretanto, é outra coisa. São prazos e necessidades diferentes. Se houve esse problema com o Internacional, que sirva de lição ao Comitê que ele é o responsável pela Copa. Não se larga nas costas de um clube ou de uma empresa um evento desse porte. Isso é IRRESPONSABILIDADE administrativa. Inclusive o porto-alegrense poderia processar o Comitê pelo prejuízo que ele causou à cidade. Seu serviço era básico e não foi executado. Essas pessoas estão sendo PAGAS para viabilizar a Copa, mas não estão trabalhando e estão gozando do dinheiro que nós, moradores dessa cidade, damos a eles.

    Parece que ninguém enxerga a raiz do problema: a nossa péssima administração simplesmente deixou sob o controle da Andrade Gutierrez a Copa das Confederações. Porém ela pouco se importou com o evento, e sim com seu bolso. A construtora não está preocupada se Porto Alegre terá esse evento secundário ou não, e sim no seu lucro junto ao estádio colorado e sua visibilidade na Copa do Mundo. Ela e o Internacional são meros INSTRUMENTOS para viabilização de uma obra para o evento. Jamais devem deixar de ser instrumentos do Comitê para passarem a ser os únicos responsáveis pela Copa.

    O erro disso tudo foi ter menos trabalho e intervenção do Comitê local, e um total amadorismo na organização de grande eventos. No mais, sinceramente, e espero não ser visto com maus olhos por vocês, quem sai ganhando são os turistas: Porto Alegre, se levar em consideração as cidades selecionadas para a Copa das Confederações, não tem estrutura alguma de receber esses turistas. Não temos treinamento, espaços de atendimento ao turista, pontos turísticos qualificados para receber esse público. Pegar o turista, colocar num Linha Turismo e depois levar a um shopping e uma churrascaria não é dar apoio turístico. Infelizmente acho muita pretensiosa Porto Alegre ao querer se arriscar em eventos os quais necessitam de uma infra-estrutura turística mínima sem que ao menos se qualifique nesses aspectos. Para a Copa do Mundo seremos a mesma cidade, com a diferença que haverão meio-fios pintados de verde e amarelo.

    Curtir

  3. Quer motivo mais concreto e racional do que a PERDA DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES, de 2013, exatamente por causa dos imbróglios da reforma do Beira-rio, para substituí-lo pela Arena para o Mundial da FIFA.

    E o que eu sempre digo, a FIFA não tem um plano B para Poa, ela simplesmente riscará a cidade da Copa, sem piedade, se não houver uma solução do problema até uma data crítica. Quem deve ter um plano B, no caso, são as autoridades de Porto Alegre e do RS.

    Curtir

  4. Texto tendencioso e sem valor algum. Parte de dramas desesperados e intuição emotiva. Carece de fontes ou de qualquer validade lógica, aborda teorias parciais e tem como objetivo a satisfação pessoal “clubista”. Gilberto e equipe, desculpem a sinceridade, mas acho uma infelicidade o ver publicado no blog.

    Curtir

    • Só faltou assinar colorado.

      Curtir

      • E doente…

        Curtir

      • Assino como: “gay que odeia futebol”

        Está melhor agora?

        Curtir

        • Era para ser uma resposta “super trunfo”? Vc pode nao gostar de futebol, e isso independe de ser gay ou nao ( nao entendi o que a tua opçao sexuak tem a ver com isso, nao diz respeito à essa discussao). Por acaso ser gay lhe daria imparcialidade à discussao? Quanto a nao gostar de futebol, conheço muita gente que nao gosta e está cagando pra Copa, mas isso nao as impede de terem um time, mesmo que nao torçam ou acompanhem, no RS é imposível a pessoa nao conseguir ter pelo menos a simpatia por um dos times, seja gay ou hétero, goste de futebol ou nao. Até a minha vó, que nao sabe diferenciar um goleiro de um atacante tem a sua simpatia por um deles e opinia sobre o rumo da Copa no RS. Teu comentário inicial criticando o post foi passional e desarrazoado, independente da linguagem pseudorebuscada que tentastes utilizar visando mostrar uma suposta superioridade, e isso independe da tua sexualidade particular.

          Curtir

        • Só completando, tem até jogador de futebol gay assumido na europa, entao nao entendi porque o fator da tua homossexualidade ter entrado na discussao. Tem o mesmo efeito que assinares dizendo que preferes coca diet ou amarelo cintilante, ou seja, nenhum.

          Curtir

    • “Dramas desesperados”? Já perdemos o sediamento da Copa das Confederações, não? O Inter havia assinado se comprometendo com tal sediamento. Não se trata de DRAMA e sim, se simples constatação da realidade. Carece de fontes? Tudo o que falei foi amplamente divulgado pela mídia, apenas juntei os fatos. Carece de validade lógica? Quer algo mais lógico do que se continuarmos assim (parados), também perderemos o sediamento da Copa do Mundo? Não é novidade que a Fifa semper quis 8 sedes, basta dares um “search” no Google. Satisfação pessoal clubista? Se observares, até comentei aqui no post o fato de que um novo Beira-Rio e seu entorno seria muito melhor para a cidade do que a Arena, só que parece que infelizmente isso não vai rolar (quanto ao entorno então não resta dúvidas, pois não se resolve nem no principal – estádio -, ainda então o entorno, que nem se fala nada a respeito.

      Tua crítica é que não foi nada lógica e bem passional, bem CLUBÍSTICA. Parecia aqueles colorados bem fanáticos, pois tem MUITOS colorados que já perceberam que a direção está só curtndo com a cara de todos os gaúchos.

      Curtir

  5. Os responsáveis pelo Morumbi não se sujeitaram às exigências da Fifa e foram sumariamente cortados. A comissão local paulistana deu um jeito de arrumar logo um “Plano B” e a Fifa então aprovou o sediamento de Sampa via Itaqueirão.

    Nesse sentido, se o pessoal do Beira-Rio não quer resolver esse impasse (já faz um mês = 30 dias que fomos cortados da Copa das Confederações e ainda assim nada mudou, continuando tudo prometido para a “semana que vem”, semana essa mais comprida do que esperança de pobre, pois nunca chega), está na hora da comissão local gaúcha seguir o exemplo da comissão local paulistana e partir para o plano B. A direção colorada está brincando com os gaúchos, inclusive com os colorados, o que é uma pena, pois a localização do Beira-Rio é bem mais aprazível que a da Arena e seria um grande presente para a cidade e seus cidadãos se o entorno ali fosse revitalizado, coisa que inclusive nunca mais se falou.

    Curtir

    • Por isso eu digo sempre, se as forças políticas locais (presidente da FGF, governador, secretários, prefeito, deputados e até da presidenta da República) tivessem usados 1/10 da força que usaram para manter o Beira-rio na Copa para subsituí-lo pela Arena do Grêmio, não chegaríamos a essa situação de impasse e Porto Alegre não teria perdido a Copa das Confederações.

      Curtir

  6. O Inter não errou na escolha da construtora? Qual foi o critério?

    Curtir

  7. Acho que todos os argumentos são válidos, e tb me preocupa a situação do beira-rio. Mas acho que não deveríamos desembarcar de um pra pular pra outro. Nenhuma obra está livre de ter seus problemas, a própria arena pode sofrer com alguma paralisação. Mas continuo defendendo o PORTO ALEGRISMO ao invés do GREMISTISMO E COLORADISMO. Li uma entrevista na qual Jerome Valcke afirmou que se o beira-rio não ficasse pronto à tempo Porto Alegre estaria fora. Será então que o foco das nossas reclamações está certo? Eu tambem acho no momento que a arena está mais próxima da realidade, mas será o caso de mais uma vez desistirmos de um pelo outro?

    Curtir

  8. Bueno. Sou colorado, e por isso digo: A cidade não pode pagar pela incopetencia do Inter. Que a Copa vá para a Arena gremista e ponto final. Quanto à inércia das obras públicas, isto é facilmente explicável pelo centralismo da União (muito, mas muito maior que na época do Brasil Império), e pela tradicional inércia e falta de planejamento típicos dos brasileiros. E ao contrário do que pensam alguns gaúchos alienados, somos sim brasileiros, com todos os seus defeitos.

    Curtir

  9. Como seria legal pra cidade dois estádios lindos, utilizando arquitetura bonita, qualificando nossa cidade… Pena que ainda estamos nesse pensamento imbecil de Gre-Nal dos estádios. A FIFA já disse que se não for no beira-rio não será em outro lugar, mas o povo gaúcho não tem jeito. É aquela história: Gremio perde, Inter perde e todo mundo feliz, todos comemorando o fracasso do rival ao invés de lamentar sua derrota. E no final das contas acho que vai ser essa a copa de Porto Alegre: Beira-rio inacabado VS. Arena pronta, sediando o gauchão.

    Curtir

    • A FIFA nunca disse que se não fosse no Beira-rio não seria em outro estádio. O que a FIFA disse é que o estádio apresentado para ela, em Porto Alegre, é o Beira-rio e esse será o estádio da Copa se seguir o cronograma. Assim como Poa foi escluída da Copa das Confederações, porque o estádio indicado na cidade estava fora do cronograma para 2013, a cidade perderá a Copa, em 2014, se a reforma continuar nesse impasse.

      Curtir

      • Li uma entrevista na qual Jerome Valcke afirmou que se o beira-rio não ficasse pronto à tempo Porto Alegre estaria fora. Infelizmente não encontrei o link aqui para mostrá-los enfim… Apóio que a copa seja na Arena ou no Beira-rio, não importa, MAS TEM QUE SER EM PORTO ALEGRE.

        Curtir

    • A FIFA não disse nada, quem indica outro estádio são as autoridades locais, cabendo a FIFA aceitar ou não.

      Por enquanto estamos morrendo abraçados com o Beira-Rio por culpa única e exclusiva nossa.

      Curtir

  10. Só faltou “e gremista” na assinatura do texto.

    Curtir

    • Havia um termo de compromisso assinado pelo Inter p/Copa das Confederações que não foi cumprido. Há um termo de cumprimento de prazo para a Copa do Mundo, que também não está sendo honrado! O que tu queres? Que Porto Alegre fique de fora também da Copa do Mundo? Se o teu clube não consegue reerguer o Remendão, todos teremos que pagar por esta soberba colorada?

      Curtir

      • Deixem o GREMISTISMO de lado, deixem o COLORADISMO de lado e adotem o PORTO-ALEGRISMO!!!

        Curtir

        • Pois é, defender o porto-alegrismo, nesse caso, é pedir a subsituição do Beira-rio o mais rapidamente possível, para que a cidade não perca mais uma competição da FIFA.

          Curtir

        • Eu quero a Copa em Porto Alegre, seja onde for! Isto é porto-alegrismo! Porto Alegre tem 5 Campeonatos Brasileiros, 5 Copas do Brasil, 3 Recopas Sul Americanas, 4 Libertadores, 2 Mundiais,etc., etc…Sem contar dezenas de finais, semifinais, quartas de final, etc. de vários campeonatos brasileiros, continentais e mundial! Cuiabá tem o que? Manaus tem o que? Ficar sem a Copa seria pagar um mico parecido a Revolução Farroupilha: esperneamos, esperneamos e acabamos dizendo amém ao Império!

          Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: