Porto Alegre receberá encontro das maiores cidades do mundo

A partir do próximo dia 23, representantes de cidades de todos os continentes estarão reunidos em Porto Alegre para o 10º Congresso Mundial Metropolis – Cidades em Transição, promovido pela Associação Mundial de Grandes Metrópoles, em parceria com a Prefeitura da capital gaúcha.

Neste domingo, Prefeitura e Rede Metropolis acertaram os últimos detalhes do evento que começa na quarta-feira e será realizado em vários pontos do Centro Histórico. O secretário-geral da Rede Metropolis, Alain Le Saux, o secretário de Coordenação Política e Governança Local, Cezar Busatto, e a coordenadora de Relações Internacionais da Prefeitura, Daniely Votto Fontoura, estiveram com os responsáveis pela organização do evento que terá mais de 500 participantes, com representantes de todos os continentes.

Segundo Busatto, ao longo da semana, Porto Alegre será um palco para a discussão sobre o futuro das grandes cidades. Destacou, também, a realização da Assembléia Geral do Fundo Global para o Desenvolvimento das Cidades, como uma alternativa para financiar projetos urbanos. Para Le Saux, as cidades terão uma nova alternativa para o seu desenvolvimento com o fundo.

A cerimônia de abertura do congresso será no dia 24 de novembro, às 9h, no Theatro São Pedro e contará com a presença de autoridades, palestrantes, convidados especiais e jornalistas, além de Jean-Paul Huchon, presidente da Metropolis, e de José Fortunati, prefeito de Porto Alegre, ambos anfitriões do 10º Congresso Mundial Metropolis – Cidades em Transição.

Prefeitos conhecerão projeto do Cais Mauá

Projeto de revitalização do Cais Mauá

Durante o 10º Congresso Mundial Metropolis – Cidades em Transição, que será realizado de 23 a 26 de novembro em Porto Alegre, autoridades internacionais farão visitas técnicas a projetos estratégicos para o desenvolvimento da capital gaúcha. Entre eles, o da revitalização do Cais Mauá, que terá a presença de Josep Munné, presidente do Conselho de Administração do Porto Cais Mauá do Brasil S. A, do ganhador da concessão e de Jaime Lerner e Fermin Vazquez, arquitetos-redatores do projeto. Acompanhados do prefeito José Fortunati e de gestores de outras cidades com mais de um milhão de habitantes, as autoridades se encontrarão para a visita no dia 26, às 13h30.

Por meio de referências a atuações similares realizadas anteriormente em outros lugares do mundo, a comissão pretende situar e imaginar o futuro da revitalização do Cais Mauá, como referência em matéria de transformações de recuperação de cais urbanos. Na apresentação, serão destacados os aspectos mais importantes que transformaram a revitalização em realidade: a utilização do investimento privado para realizar intervenções urbanas de interesse público; a experiência prévia na implementação e gestão de operações similares, concretamente em Barcelona (Espanha); as políticas urbanas de revitalização dos centros urbanos que transformem o risco de degradação do Centro Histórico em recuperação e impulso de um espaço urbano com a máxima qualidade de vida cidadã; e os desenhos arquitetônico e urbanístico em frentes portuárias em desuso.

Outras visitas técnicas

Além do Cais Mauá, outras visitas técnicas serão realizadas durante o 10º Congresso Mundial Metropolis – Cidades em Transição. Serão conhecidos as reservas ecológicas do Morro do Osso e Lami; o Centro de Controle de Tráfego de Porto Alegre, direcionado à realização da Copa de 2014; o Projeto Vila do Chocolatão, a Procempa e os Parques Tecnológicos de Porto Alegre e, por fim, as obras do Programa Integrado Socioambiental (PISA), que permitirá que Porto Alegre passe de 27% para 77% de esgoto tratado. O 10º Congresso Mundial Metropolis – Cidades em Transição será aberto ao público. Mais informações no site oficial – http://portoalegrecongress2011.metropolis.org/program -, que tem versões em português, inglês, espanhol e francês.

Prefeitura

Anúncios


Categorias:Eventos

Tags:,

8 respostas

  1. Porto Alegre tem potencial, e quem vem de fora pensa em investir, coisa de quem é ou esta em POA deveria fazer e nao faz..

    Curtir

  2. esperem pra mostrar a cidade pros gringos quando a cidade tiver o que mostrar.
    Por favor, não gosto de passar vergonha.

    Curtir

    • Poisé, decerto apresentarão o esqueleto, a nossa orla como pontos turísticos, bem como a Avenida Farrapos e entorno como odes à resistência e à participação popular, que impede a desenfreado especulação imobilária.Se isso servir de exemplo às cidades do mundo, estão todas ferradas. A sorte é que só em Porto Alegre se pensa assim. Na verdade, não passa de mais um encontro para morder alguns canapés, botar papo fora e ganhar, é claro, algumas diárias e verbas de representação.

      Curtir

  3. Porto alegre tem muito a melhorar ,mas ainda é uma cidade boa de se viver , só precisamos de um pouco mais de vontade e competencia das autoridades .

    Curtir

  4. Concordo contigo, Mateus… mas sinceramente, acho precipitado colocar esses holofotes por agora em POA. Porque ainda se tem muito o que fazer para torná-la relativamente mais humanizada e com uma melhor urbanização.

    Nós que somos moradores da cidade, vivenciamos seus problemas diariamente (por resolver), temos evidencia desse fato!!

    Curtir

  5. Isso dá uma pontinha de esperança, os holofotes estão em Porto Alegre novamente, é difícil entender o motivo, o se vê de muito inovador pelas ruas? Mas… Talvez tenhamos que ser mais otimistas.

    Curtir

    • Concordo, cidade ainda tão “rural” e de aparência atrasada. O que será que as pessoas pensam quando saem daqui….. Parece que nada que discutem nesses congressos de cidades é aplicado na própria POA.

      Curtir

Trackbacks

  1. Cais Mauá e Fermín Vázquez | Jorge Piqué
%d blogueiros gostam disto: