Prefeito entrega viabilidade urbanística do Cais Mauá

Investimento irá devolver o contato da população com a orla

A prefeitura entrega nesta quarta-feira, 23, a primeira etapa do Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU), do projeto de revitalização do Cais Mauá. O prefeito José Fortunati apresentará o documento ao presidente da empresa Porto Cais Mauá do Brasil, José Munné, durante solenidade em que o governador Tarso Genro oficializará a transferência da área para o consórcio vencedor da licitação. Também participam do encontro os arquitetos Fermín Vasquez e Jaime Lerner.

Conforme Fortunati, as equipes do município estão mobilizadas para realizar as avaliações com celeridade, dentro dos critérios técnicos necessários a um empreendimento de grande porte. “Estamos comprometidos com esse investimento que irá devolver o contato com a orla e será fundamental na revitalização do Centro Histórico, na geração de emprego e renda e para o turismo de Porto Alegre, numa modelagem com sustentabilidade”, avalia, lembrando da atuação conjunta com o governo do Estado para viabilizar o projeto. “Assim como o Metrô de Porto Alegre, o Cais Mauá é um antigo sonho da população que está muito perto de virar realidade graças à intensa mobilização de todos os atores”, reforça Fortunati.

Agilidade

Os documentos foram entregues pelos empreendedores para tramitação no município em 12 de setembro, e em 11 de outubro a Comissão de Análise Urbanística e Gerenciamento (Cauge) da prefeitura aprovou o termo de referência do empreendimento, cumprindo o prazo determinado pelo prefeito José Fortunati. Após avaliação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano Ambiental (CMDUA) e das secretarias de Meio Ambiente e de Obras, o município entrega nesta quarta aos empreendedores o termo de referência homologado pelo prefeito, que representa a primeira parte do EVU.

O documento relaciona as diretrizes que devem integrar o Estudo de Impacto Ambiental e respectivo Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) dos projetos dos empreendimentos. De acordo com o coordenador do grupo de trabalho na prefeitura e titular do Gabinete de Assuntos Especiais (GAE), Edemar Tutikian, a partir da entrega do termo de referência a empresa estará apta a desenvolver os estudos de impacto ambiental e os projetos executivos.

Próximas etapas

Depois de elaborado, o EIA-Rima passará pela análise dos técnicos da prefeitura que integram a Cauge e, após aceito, será apresentado à comunidade numa audiência pública. Na etapa seguinte, o EVU será analisado pela Cauge e pelo CMDUA. A última fase constará da aprovação dos projetos arquitetônicos e executivos necessários.

Revitalização do Cais

O conjunto de inovações proposto para revitalização do Cais Mauá soma-se às iniciativas de renovação do Centro Histórico, conduzidas pela prefeitura, elevando o patamar de desenvolvimento econômico e do turismo da região e da Capital.

O projeto compreende trecho de aproximadamente 2,5 quilômetros, da Rodoviária à Usina do Gasômetro. O plano prevê a construção de prédios comerciais e misto e a recuperação dos armazéns para o funcionamento de bares, restaurantes, lojas e estabelecimentos culturais. A empresa responsável pelo empreendimento estima a geração de 9 mil empregos diretos e indiretos na operação. As obras estão previstas para começar no primeiro semestre de 2012, com a entrega dos armazéns revitalizados já em 2014.

Prefeitura



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:, ,

15 respostas

  1. Como já disse em várias ocasiões: é por essas e por outras que, quando aparece aquelas noticias referentes ao cais, iniciando com “agora vai”, “impasse resolvido”, entre outras, não consigo me animar. Não sou do tipo pessimista, mas sei como funciona a política nessa cidade. Só acredito no cais no dia em que ele for inaugurado.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: