Uma ideia para o MURO da Mauá!

Como impedir que as águas de uma provável cheia no lago Guaíba invadam Porto Alegre?

 

 

Ideia: http://aguasbrasileiras.wordpress.com/



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:,

31 respostas

  1. Não sou engenheiro, sou designer de produto, e como tal acho que todas as idéias são bem vindas, como esta apresentada do “muro pivotante”, e se fosse feito um estudo para a colocação do aeromóvel do Coester sobre o muro, antes de apedrejarem a idéia, vejam bem temos que pensar no conceito do projeto e seu aprimoramento, esta é a base do design de produto, poderia se utilizar para colocar uma linha do aeromóvel ligando aquele trecho que ja existe dando continuidade para o centro e para a zona sul.

    Curtir

    • Pois é, poderiam colocar o aeromóvel “sobre” o muro, já que não irão derrubá-lo. Assim pareceria que ele está “flutuando” sobre as águas. Hehe.

      Curtir

  2. O Hermes aí em cima toca num nervo exposto: aqueles holandeses, construindo seus poderosos diques pra conter as águas do Atlântico Norte, não entendem mesmo nada do assunto, são uns ignorantes… Tivessem seguido o exemplo de nossa avançada província, saberiam que basta um murinho tipo “da Mauá” pra represar uma coluna d’água de 6m de altura, com absoluta segurança, e sem toda aquela engenharia complicada lá deles… Aliás, não entendo porque todo este frisson a respeito de uma possível futura enchente: desde a construção das eclusas do Jacuí com sua função reguladora de vazão, não corremos mais este risco, segundo bom número de experts do assunto. Parece que nós, com o tempo, acabamos por desenvolver uma paixão mórbida pelo tal muro salvador…

    Curtir

  3. Achando dinheiro:

    Dinheiro não é problema http://www.impostometro.com.br/

    Sugestão 1 Diminui o número de estado no Brasil. Brasil 4 estados, Norte, Sul, Leste e Oeste. Estado e Governos Federal não existem o que existe é o município. Municipalismos mais forte

    Sugestão 2 Sabem quanto custo o Censo 2010 do IBGE ? Quero deixar claro que não tenho nada contra o IBGE, mas sim a quantidade de dinheiro que foi gasta ali. Temos o mais moderno sistema de computação que recebe a declaração de imposto de renda pela internet de milhões de pessoas de forma segura por que não utilizar está tecnologia para efetuar o censo nestas milhões de pessoas? 1 Bilhão e 400 milhões este foi o custo. Não tem dinheiro ?

    Mas este é um papo chato prefiro ficar com a engenharia!

    Curtir

  4. Como essa sugestão apareceu no movimento Quero Cais (http://www.facebook.com/groups/querocais/), repito o que eu disse lá e amplio o que penso.

    Acho ótimo quererem encontrar uma alternativa ao muro, mas primeiro se constrói essa alternativa e depois se derruba o muro. Qualquer alternativa teria que seguir esses passos e o problema não é ter alternativa, mas conseguir uma que passe por todas essas etapas:

    1. fazer um detalhamento técnico da alternativa (ou fazem de graça ou alguém vai cobrar…nesse caso tem que levantar o dinheiro)

    2. levar na prefeitura para aprovar depois de um laudo técnico, sem isso nenhum prefeito vai assinar nada…

    3. estabelecer o custo real, por mínimo que seja.

    4. procurar algum tipo de financiamento, público ou privado.

    Se tudo isto estiver ok entao sim se pode substituir o muro… é um longo caminho… mas nao tem outro jeito…

    O número 4 é o mais complicado.
    Toda prefeitura tem sempre muitas demandas, mais saúde, mais educação, mais transporte, mais segurança, mais cultura, mais tecnologia.. mais etc etc…. O prefeito fica na seguinte posicao: gasto este dinheiro (por pouco que seja) na substituição de algo feio, mas que está teoricamente funcionando, ou ponho esse dinheiro para beneficiar alguma outra necessidade da população que nao tem nada no lugar agora? Dificilmente optaria por gastar com o muro. Iam massacrar ele na eleicao seguinte: “gastou o dinheiro das crianças e dos velhinhos para fazer um sistema de proteçaõ mais bonitinho…”

    Uma solução seria encontrar algum dinheiro a fundo perdido de instituicao federal ou internacional que seja um dinheiro que fosse SÓ para gastar com essa alternativa e que nao pudesse ir para mais nada. E mesmo assim os responsáveis por esse fundo iam pensar duas vezes em dar essa verba para Poa substituir o seu muro feio, em lugar de dar para outra cidade que precise se proteger de inundacoes porque nao tem nada…..

    Quem sabe se conseguisse dinheiro privado, de empresas, mas notem que essas empresas nao ganhariam nada em troca desse investimento, além do agradecimento da população…. Acho que colocar propaganda na alternativa nao seria algo razoável, a emenda seria pior que o soneto…. Quanto mais barata a alternativa, mais fácil seria levantar dinheiro privado, mas se existissem alternativas baratas já se estava usando no mundo todo….

    As pessoas costumam dar a resposta fácil…”dinheiro tem, temos que acabar com a corrupção etc etc”. Também acho que dinheiro tem , mas tem para ser usado em mil coisas mais importantes que o muro feio…. Só se tivesse dinheiro sobrando… e acho que nao estamos nessa situação…..

    Mas nada disso que eu disse é para impedir que se busquem alternativas. Estava hoje no Congresso Metropolis, numa sessao sobre troca de informaoes entre cidades e um indiano que mora na Australia disse: “se uma cidade tem um problema que nao consegue resolver, pergunte a outras cidades, ficará surpreso com a diversidade de respostas” …. Portanto, deveríamos perguntar….. isso nao custa nada….

    Curtir

  5. Lembrando: enchente não é igual a tsunami. Numa enchente a água vai subindo gradualmente, e não de repente como num tsunami. Creio que isso seja importante na hora de fazer os cálculos.

    Curtir

  6. Isso é usado para regular o nivel de lagos de hidroeletricas. Não vejo porque não seria aplicavel no caso do muro da maua (mas não sou engenheiro).

    É um problema simples, basta calcular o valor de investimento e manutenção. É só chamar uns holandeses aqui pra eles nos darem opções.

    Eu já tinha dado essa ideia antes: https://portoimagem.wordpress.com/2011/01/08/o-muro-da-maua-e-suas-comportas-por-ernesto-da-cruz-teixeira/#comments

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: