FOZ DO DILÚVIO – Estudos Preliminares para Qualificação da Paisagem Urbana Local – SPM

 

 

Fonte: Secretaria do Planejamento da Prefeitura de Porto Alegre – arquivo pdf:

FOZ DO DILUVIO – Estudos Preliminares para Qualificacao da Paisagem Urbana Local – SPM



Categorias:Revitalização do Arroio Dilúvio

Tags:,

22 respostas

  1. Eu tiraria o heliporto e colocaria o prédio (belíssimo) do Oceanário… com a torre com uns 135 metros.

    Curtir

  2. Achei o projeto bem bacana, ótima notícia eles pelo menos estarem PENSANDO sobre o assunto. Acho que ter opiniões negativas sobre o projeto não deve ser considerado ruim…se está em discussão a proposta sempre terá pontos positivos e negativos a serem discutidos…..o fato de porto ser carente de projetos bacanas não significa que não se pode apontar pontos críticos de projeto de forma construtiva e de modo que não inviabilize a execução…pois o projeto pode ser discutido infinitamente e isso só acrescenta em qualidade se feito de forma racional…só é preciso saber o momento de parar e tornar tudo uma realidade.
    Eu particularmente achei a proposta super árida e com enooormes áreas sem uso nenhum…algumas coisas fora de proporção…posso citar algumas coisas, mas isso não quer dizer que vou pegar bandeiras e barrar o projeto para não ser executado. Enfim, acho que me formei em arq e urbanismo para pelo menos ter alguma opinião sobre o que está sendo proposto e poder contribuir de alguma forma.
    Como o Cauê falou acho válido ler as opiniões contra, para que sejam discutidas. Porém a opinião negativa quanto a um elemento de projeto do Fmobus recebeu um monte de negativas e nenhuma explicação ou opinião a favor de uma passarela daquele tamanho…..Aí a discussão fica somente na quantidade de mãozinha para baixo ou para cima….

    Curtir

  3. Muito necessária e bem-vinda a qualificação daquela região, com espaços adequados e bonitos para a circulação de pessoas para desfrutarem do Guaíba. Evidentemente, a limpeza do Dilúvio seria essencial.

    Me pergunto apenas se seria adequado um heliponto naquele local. Imagino que seria um espaço público muito grande para ser usado por pouquíssimas pessoas. (Sem contar que o barulho de helicópteros subindo e descendo o dia inteiro seria totalmente incoerente com o astral de lazer e relaxamento que um ambiente como aquele pressupõe).

    O Anfiteatro Pôr-do-Sol poderia receber investimentos e ser qualificado, permanecendo no mesmo local.

    Curtir

    • O helicóptero seria uma atração no local, não uma perturbação. O anfiteatro pôr-do-sol é um quadrado de concreto de mal gosto, receber “investimentos” e “ser qualificado” são expressões vagas que não solucionam o problema. Para ser anfiteatro teria que manter aquela área toda para aquele fim, que atualmente é usado desde para missas (bem) populares a crimes sexuais.

      Curtir

  4. É um bom começo, e também uma obrigação do poder público. Mesmo que não se execute esse projeto, seria bom que o mesmo funcionasse como um guia para futuras intervenções, ou seja, planejamento urbano. Como comentado, a presença de comércio, que funcione 24h, será fundamental para o sucesso da intervenção. Senão serão mais esplanadas vazias e metros quadrados desertos.

    Curtir

  5. Todos os comentários prós receberam ao menos uma negativa, eu gostaria de saber, sinceramente, quais são os argumentos de inviabilidade desse projeto. A pessoa negativa os comentários mas não contribui para que possamos discutir sobre isso.

    Não quero ser grosseiro nem agredir ninguém, mas fiquei curioso em observar os argumentos contrários.

    Abraços

    Curtir

    • Bem observado Caue, em vista do que NÃO se tem hoje na foz do Dilúvio este projeto é muito bom.

      Curtir

  6. Finalmente algo decente apresentado pela Prefeitura em termos de aproveitamento da orla! Já era hora…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: