“Novela Beira-Rio” não evolui

Inter espera receber contrato da Andrade Gutierrez até sexta

Dirigentes do clube gaúcho dizem que acordo está perto de ser solucionado

Foto: © Sheena Tramp

A direção do Sport Club Internacional está confiante que o impasse que paralisa as obras do Beira-Rio desde junho pode ter uma solução ainda nesta semana. Em reunião realizada com conselheiros do clube na segunda-feira (28), os cartolas colorados informaram que os últimos detalhes do contrato com a Andrade Gutierrez foram solucionados verbalmente e que o clube está aguardando a minuta definitiva do documento até a próxima sexta-feira.

Apesar da confiança, os dirigentes preferiram não cravar uma data sobre o fim da novela com a empreiteira, segundo um conselheiro que esteve presente ao encontro e que pediu para não ser identificado.

Na reunião, a direção alertou os conselheiros que o acordo, quando transformado em linguagem jurídica, pode abrir novas interpretações e o contrato pode voltar para a mão dos advogados. “Estamos esperando um pacote com uma camisa vermelha e chega uma camisa laranja. Laranja não é bem vermelho. Daí o contrato volta”, disse o conselheiro.

A Andrade Gutierrez está negociando o contrato com o Inter desde maio, quando foi escolhida pelo clube para finalizar as obras do estádio colorado para a Copa de 2014. Na época, os dirigentes do Inter esperavam assinar o documento em até 30 dias, mas o contrato começou a ser redigido somente em agosto de acordo com uma nota oficial divulgada pela empresa no final de outubro.

Segundo o comunicado, a empresa estava em tratativas com potenciais investidores que iriam bancar 80% da reforma orçada em R$ 290 milhões – a informação de que a Andrade Gutierrez seria responsável por apenas 20% do custo total da obra desagradou conselheiros do clube que acreditavam que a construtora estava disposta a custear todo o valor do investimento.

Entre segunda e terça-feira (até 17h30), o Inter não havia se pronunciado oficialmente sobre o impasse e os dirigentes encarregados de acompanhar a reforma do estádio não foram encontrados para comentar o assunto. Na imprensa, havia a expectativa de que o contrato poderia chegar ao clube nesta segunda-feira, o que não se confirmou.

Desde meados de junho, os trabalhos no estádio foram paralisados. O clube preferiu não gastar recursos próprios na reforma, uma vez que a Andrade Gutierrez teria a responsabilidade de finalizar a obra iniciada no segundo semestre de 2010 depois de assinar o contrato da parceria de 20 anos com o Inter.

Até agora, o clube já concluiu o estaqueamento da estrutura metálica que vai cobrir o Beira-Rio e realizou obras de drenagem e escoamento do terreno no entorno do estádio. Além disso, em dezembro de 2010, o clube iniciou a demolição do anel inferior. Um quarto da arquibancada foi destruído no primeiro semestre e cerca de metade do setor foi resconstruída até junho.

Em entrevista ao jornal “Zero Hora” publicada nesta terça-feira, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, garantiu que o Beira-Rio segue nos planos da entidade para a Copa de 2014, apesar do atraso na reforma e da ameaça da Arena do Grêmio que, mesmo fora do Mundial, tem quase 40% das obras concluídas. “Eles (dirigente do Inter) têm pouco mais dois anos para terminar, por isso é muito cedo para discutir qualquer mudança”, disse Valcke à publicação.

Depois de finalizado, o contrato passará por trâmites internos no Inter antes de ser assinado, um processo que deve levar ao menos 10 dias. O texto será avaliado pelos conselhos Fiscal e Consultivo, que terão a missão de emitir pareceres sobre as cláusulas e sobre a parceria. A partir daí, os conselheiros do clube terão uma semana para ler o documento e tirar dúvidas. O texto, então, será apreciado no Conselho Deliberativo e, caso aprovado, será assinado pela direção do clube e pela Andrade Gutierrez.

Portal 2014



Categorias:COPA 2014

Tags:, ,

5 respostas

  1. VERGONHA!!!

    Curtir

  2. Minha pergunta tambem!Esta conpanhia nao tem interesse ou parese estar enrolando para POA perder?? Mesmo assim, deveriam ter um plano 2 indo com outra construtora. Ai tem coisa!

    Curtir

  3. Pois é… e por que raios eles deram preferência para esta empresa?

    Por que não quiseram sequer ouvir a proposta de uma empresa americana que estava interessada?

    Curtir

  4. E ninguém vai fazer nada?

    Eu não acredito que isso esteja acontecendo em Porto Alegre.

    Curtir

  5. Po, por que essa enrolação e não passam logo pra Arena de uma vez? É mais facil nevar na Sapucaí em fevereiro, ou alguem acredita, fora os colorados claro, que o Remendão ficará pronto ate a Copa? A não ser, claro, que venha de brinde uma equipe de engenheiros e operarios da China, aí sim, em 15 dias teremos o estadio e toda a disneylandia pronta, mas como é Brasil… Bom, esqueçamos o estadio pra Copa.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: