Ponte do Guaíba será fechada para carroças

Dentro de um ano lixo não poderá mais ser levado para as ilhas Crédito: ANTÔNIO SOBRAL / CP MEMÓRIA

Em cerca de um ano, a Ponte do Guaíba estará bloqueada para a passagem de carroças e lixo com destino às Ilhas de Porto Alegre. A afirmação do prefeito José Fortunati foi feita quando visitava o projeto Prefeitura na Comunidade, na região Ilhas do Orçamento Participativo. O chefe do Executivo municipal, secretários e técnicos das secretarias percorreram a região que engloba o arquipélago Ilha das Flores, da Pintada, do Pavão, Grande dos Marinheiros e Mauá.

Conforme o prefeito, a instalação de uma nova usina de reciclagem, no bairro Humaitá, favorecerá o manejo dos resíduos na área urbana da Capital, evitando o impacto sobre a região das Ilhas, que constituem a área de preservação ambiental do Delta do Jacuí. Fortunati explicou que a restrição à passagem de carroças com lixo interessa tanto as comunidades locais como a sociedade porto-alegrense.

A transformação do cenário, aponta o prefeito, dependerá da conclusão do levantamento sobre o uso de veículos de tração animal e, sobretudo, da mudança do modelo de desenvolvimento socio-econômico daquelas populações. “Moradores das Ilhas manifestam o desejo de implementar as atividades ligadas ao turismo. Para isso, terão que mudar atitudes e qualificar o ambiente. Mas quem quiser continuar trabalhando com reciclagem poderá fazê-lo do lado de cá da ponte”, disse.

Além da percepção sobre o desafio de transformar o ambiente das Ilhas, a visita do chefe do Executivo e sua comitiva também adiantou a observação sobre demandas específicas. A Ilha do Pavão teve confirmada a previsão de construção de uma Creche Comunitária. Na Ilha dos Marinheiros, a equipe esteve no Centro Social Marista Aparecida das Águas e visitou a Unidade da Saúde da Família, que foi reformada. Na Ilha das Flores, a comitiva esteve na Creche Anjo das Flores, que está com problemas estruturais no prédio, impedindo seu funcionamento. Na próxima segunda-feira será publicado o edital de licitação para a reforma e recuperação da creche.

A equipe também esteve na ponte que liga a Ilha Mauá à Ilha da Pintada, onde a comunidade pede a implantação de acessos para automóveis com uma via para a passagem segura de pedestres. Ainda, a colocação de tela no campo de futebol e vistoria de outras obras de pavimentação.

Correio do Povo



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:,

52 respostas

  1. Liberdade as carroças. Liberdade de ir e vir. de carroça, bicicleta, barco, canoa, à pé,…..Poder público vamos pensam nas mobilidades.

    Curtir

  2. Tem coisas que são óbvias na vida. Carroçeiros (sem tração por cavalo) e carroças (com tração por cavalo)na pista da ponte e adjacências, é da era medieval. O Ministério Público Federal e Estadual deveriam responsabilizar criminalmente e civilmente os administradores dos municípios de Porto Alegre e Eldorado do Sul, pelos crimes ambientais permitidos que se cometam, diuturnamente no Delta do Jacuí, pois são áreas de preservação ambiental. Hoje, as ilhas são depósitos de lixos e degradação ambiental. Depois de tudo arrasado, as gerações futuras é que irão padecer. Esta será uma herança maldita se não formos enérgicos hoje. Ação Urgente e Já. Governantes e Servidores Públicos CUMPRAM COM SUAS OBRIGAÇÕES. Penso até que já é possível que haja prevaricação por quem tem a obrigação legal de tomar providências e não as toma.

    Curtir

  3. Assim como quem passa na ponte andando a 80km/h não toma multa, nunca vi carroceiro tomar multa.
    No Brasil, nem psicopata assassino vai preso, imagina se um carroceiro vai?
    Ou um cara (ou uns 2 mil) andando a 80 numa ponte vão ser presos?

    Não fizeram nada com o carroceiro que quebrou a fonte em frente a antiga prefeitura, nunca vi fazerem nada com carroceiros que maltratam cavalos ao ponto de desmaiarem… nem carroceiros que causaram acidentes de transito… e agora dizer que só pobre que é punido?
    Tudo bem, uns podres de ricos e politicos até entendo… mas de resto… ai é bla bla bla de mais.

    Curtir

  4. poizé, por que tenho carro e tava errado, eu mereço perder a carteira de motorista (o bom senso da policia rodoviaria não faz isso, todo mundo sabe)…
    Ja o carroceiro, que tava maltratando um animal, carregando quilos e mais quilos de lixo, andando a baixo do limite minimo de velocidade, sem nenhuma sinalização sobre a ponte mais movimentada do estado, ele pode?

    Curtir

    • Guilherme, se ainda não entendeste, tu estavas colocando em risco a vida de outras pessoas. Na melhor (ou pior) das hipóteses tu seria tão culpado se houvesse um acidente quanto o carroceiro.

      Como sempre, o que a Polícia Rodoviária faz, não é bom senso, é perpetuar a impunidade. Como sempre no Brasil o criminoso rico, que desrespeita as leis por ganância e egoísmo, vive bem e nunca é punido, é até respeitado. Já os pobres, que moram no meio do lixo, e que na maioria das vezes quebram as leis por falta de opções são considerados uma praga e geralmente apodrecem na prisão sem nem direito a um julgamento.

      Dá até vergonha de ler tantos comentários que acham até graça de uma infração gravíssima de trânsito, que coloca todos em risco, e condenam um pobre coitado que não tem nem onde cair morto, que andaria de carro se pudesse, mas na falta de um usa o meio que possui (uma carroça) e é criminalizado apenas por tentar se deslocar, enquanto presta um serviço à comunidade, separando lixo que os moradores de Porto Alegre são preguiçosos demais pra separar. O cara é vilanizado por supostamente violar uma lei de trânsito ao atravessar a ponte do Guaíba quando o próprio Guilherme assume que TODOS que passam pela ponte estão desrespeitando a lei.

      A lei não existe pra uns, A LEI É PRA TODOS! E se carroças vão ser proibidas de andar na ponte, quero ver todo mundo passando por ela a NO MÁXIMO 40km/h.

      Curtir

      • Olha, eu ja disse que eu tava errado, ja admiti isso, mas eu estava seguindo o fluxo… ate por que a sinalização da ponte não é grandes coisas.

        Por que só eu sou o culpado? Varios outros, alias, praticamente todos os outros carros estavam cometendo o mesmo crime que eu, e o carroceiro estava cometendo outro crimme.

        Acho que o que vai acontecer quando acabarem com as carroças, vai ser de o limite da ponte aumentar, por que é o unico motivo dele ser tão baixo, são os carroceiros, não vejo outro motivo.

        Curtir

    • Isso é uma cultura enraizada que é muito complicada. Cometemos genocídios anualmente e todo mundo se acha um baita de um motorista. Engraçado hein? Onde estão os irresponsáveis?

      E antes que alguém diga que a velocidade é baixa de mais para a ponte, se a lei está errada deve ser mudada, depois disso a gente anda mais rápido.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: