Definida empresa que fará primeira etapa da contrução de nova sede da Ospa

Obra foi orçada em R$ 1,6 milhão, abaixo do valor previsto no projeto

A empresa Serki Fundações Ltda venceu a licitação de concorrência para a primeira etapa da construção da Sala Sinfônica da Ospa. O orçamento da primeira etapa foi fechado em R$ 1,6 milhão, abaixo do valor previsto. Vencida a etapa inicial, uma segunda licitação deve ser aberta para a construção dos blocos de fundações do prédio, a ser erguido em um terreno cedido pela prefeitura de Porto Alegre, ao lado da Câmara de Vereadores, no Parque da Harmonia.

O contrato entre a empresa e a Fundação Cultural Pablo Komlós, criada em 2004 para auxiliar a Ospa a consolidar uma sede própria, deve ser assinado ainda em dezembro. O prazo é de quatro meses para que a primeira etapa esteja finalizada. O secretário de Estado da Cultura, Assis Brasil, manifestou a vontade de iniciar a obra ainda em dezembro, para que a Sala fique pronta em 2014.

Quando pronta, a sede da Ospa vai contar com um Museu da Música, uma Sala de Concertos com capacidade para 1,5 mil espectadores, salas de ensaios, Escola de Música e uma sede administrativa. Concebida através de Leis de Incentivo a Cultura junto ao Ministério da Cultura e com esforços somados das empresas patrocinadoras Souza Cruz, Randon, Lojas Renner, Stihl e SulGás, a iniciativa já teve garantido um empenho de R$ 20 milhões do Ministério da Cultura. O projeto acústico prevê que a Sala de Concertos tenha a mesma qualificação desenvolvida na Sala São Paulo Estação Júlio Prestes, considerada a melhor do Brasil.

Correio do Povo



Categorias:Teatro da OSPA

Tags:, ,

2 respostas

  1. demorou….
    mas vai sair
    amem

    Curtir

  2. Acho que agora vai, parabéns ao Nesralla pela perseverança e visão. É assim que se constrói uma sociedade!
    Pedro

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: