Remoção de animais marca fim do Minizoo em Porto Alegre

O Minizoo do Parque Farroupilha, em Porto Alegre, chegou ao fim na tarde desta segunda-feira (19). Os 73 animais que viviam no local – entre macacos, aves, tartarugas e até algumas espécies ameaçadas de extinção – foram retirados das jaulas e colocados em um caminhão que os conduzirá até Santa Maria, onde passarão a viver no Criadouro Conservacionista São Braz. O caminhão, do tipo que faz mudanças nas grandes cidades, terá que parar de hora em hora durante a viagem, para que as portas sejam abertas e os animais possam respirar.

A remoção dos animais causou alguns protestos. As condições de captura e de transporte dos animais causaram revolta em parte das pessoas que foram testemunhar a remoção. Alguns outros, que achavam desnecessário acabar com o minizoo, lamentavam o fim da atração que existiu durante décadas na Redenção. O fotógrafo do Sul21, Ramiro Furquim, foi ao local e registrou imagens de tudo que aconteceu.

Clique aqui e vejam muitas fotos da remoção dos animais, no site do SUL 21

Animais do Minizoo chegam ao Centro do Estado sem ferimentos

Na Capital, manifestantes protestaram contra as condições de transporte

Os animais que estavam no Minizoo do Parque da Redenção, em Porto Alegre, chegaram a Santa Maria, na Região Central do Estado, por volta da meia-noite desta terça-feira. De acordo com o proprietário do Criadouro Conservacionista São Braz, Santos de Jesus Braz da Silva, os 73 animais chegaram bem, sem registro de feridos ou mortos.

O local conta com 78 recintos ambientados para 176 espécies, entre mamíferos, aves, répteis, anfíbios e artrópodes. Também conta com estrutura para atender animais resgatados e é aberto à visitação de estudantes.

A remoção dos ratões-do-banhado, jabutis, araras, micos-prego, entre outras espécies que viviam há anos no parque durou a tarde toda dessa segunda-feira e foi realizada sob protestos e vaias de usuários do parque e integrantes de Organizações Não Governamentais (ONGs).

A transferência foi definida após o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) considerar as instalações inadequadas devido ao barulho e à poluição locais e a Prefeitura da Capital manifestar não ter interesse em manter a área.

Com o fechamento do Minizoo, a Prefeitura estuda o que fazer com a área. O secretário municipal do Meio Ambiente, Luiz Fernando Záchia, disse que de início se cogitou instalar um orquidário. Outra possibilidade é criar um anfiteatro ou um espaço de lazer.

Correio do Povo

____________________________

Lamentável! Sem mais comentários.



Categorias:Outros assuntos

Tags:

13 respostas

  1. A Maior tristeza da primeira dama substituta, pois virou primeira dama por acaso, será no dia 01 de janeiro de 2013, quando perder seu brinquedinho que á a cidade de Porto Alegre, ai sim, FORTUNATI VAI TER CONHECIMENTO DA RESPOSTA DA COMUNIDADE DE PORTO ALEGRE. QUE SAUDADE DA NEUZA CANABARRO, QUANDO QUERIA BRINCAR COMPRAVA 600 CARROS ESCOLARES E FAZIA ALGUMA COISA PELA EDUCAÇÃO, NEUZA FOI PRIMEIRA DAMA NO MUNICIPIO E NO ESTADO E COM UMA GRANDE DIFERENÇA DA REGINA BECKER, NEUZA É INTELIGENTE.

    Curtir

    • Aquela broaca do calendario rotativo? hahaha Bernardo, foi por casos como o seu que a RBS lancou aquela campanha “Crack, nem pensar”.

      Curtir

  2. Agora espero que algum representante do ministério público Federal ou Estadual agilize as providências cabíveis, INVESTIGUE E DENUNCIE, pois a atitude do médico veterinario PAULO GUILHERME do IBAMA em PERMITIR o transporte de animais naquele caminhão de mudança sem ventilação por mais de quatro horas foi um crime.

    Curtir

  3. ashuhuashuhshuashuas

    RicardoUK mandou bem com essa.
    hehe

    Olha, por que não tentar algum investidor pra criar um zoo melhor e maior?
    Poderiam cobrar 5 reais pra ir la e tava feita a festa…

    Libera algum restaurante ou bar, alguma empresa pra cuidar da redenção com propaganda, mas em contrapartida, fazer um zoo…

    Aquelas jaulas eram tristes, alias, a unica vez que fui la, foi com o colegio e faz mais de 10 anos, e na quela época ja era tenso, imagina hoje?

    Os viciados na pedra deviam fazer a festa na madrugada la, altas alucinações..
    haha

    Imagina a fonte de água com uma parede de água com uma propaganda da pepsi?
    Seria show, e a pepsi tem grana pra isso…

    Aaaaa, mas ai seria doar a redenção para os capitalistas malvados destruidores do mundo..

    Curtir

  4. Por que não soltaram os bichos na orla do Guaíba?

    Estariam (quase) em casa.

    Curtir

    • Nao direi que os macaquinhos estariam em casa na regiao da Beira-Rio em respeito aos irmaos colorados…

      Curtir

  5. Deviam aproveitar as jaulas pra trancar aqueles emos todos que tomaram conta da redenção aos Domingos. Aproveita e enjaula os defensores do minizoo também, para sentirem o que o bixaredo passa.

    Curtir

  6. é uma lástima infelizmente. gostaria muito que pudessem permanecer na Redenção. Ainda não entendi direito os riscos de manterem eles no local (estariam eles sendo incomodados pelo movimento/trânsito ou estariam eles incomodando o movimento/trânsito?).

    Se realmente fosse melhor para os animais um local maior e mais tranquilo eu ficaria muito feliz com a retirada da Redenção. Mas nada nos garante isso.

    Claramente dá para ver que o transporte até Santa Maria foi precário. Até o gado transportado pelas nossas fazendas é melhor condicionado nos caminhões que esses animais do minizoo.

    Eu teria vergonha de trabalhar numa secretaria do meio ambiente ou em alguma área dos direitos dos animais dessa cidade. Melhor que não tivessem inventado essa história para encaixar a primeira dama. Expõe ela ao ridículo.

    Curtir

  7. incrivel, pra reclamar de fogos no aniversario da cidade, ou ano novo, o povo vai la torrar o saco falando dos animais, mas deixar eles presos numa gaiola apertada numa desgraça só, isso pode?

    Curtir

  8. Bah, os coitados dos animais foram transferidos em um caminhao de mudança em pleno calor subsaariano de Poa até Sta Maria? E acham que parar de hora em hora para abrir as portas do baú para “entrar um ar para os bichos respirarem” é o suficiente? Tinham que prender o Fortunati no baú de metal de um caminhao de mudança com 31 graus de temperatura fora e quase 40 graus de temperatura e sensaçao térmica dentro do baú fechado e de METAL e abrir de hora em hora pare ele “respirar” e ver se ele chegava vivo em Sta Maria, outra cidade tao africanamente quente quanto Poa nessa época. FECHADOS em um Baú de caminhao de MUDANÇA? Está mais para tratamento dado pelos traficantes de animais do que para um órgao oficial amparado por uma secretaria do meio ambiente. Cadê o Ibama pra impedir isso e responsabilizar o Prefeito e o Secretário Municipal do Meio Ambiente nessas horas? Se preocupam com coisas que nem caberia à secretaria do meio ambiente e ignoram o que lhes é competência institucional.

    E quanto à saída dos bichos, fica assim a Redençao menos viva e menos alegre. Os coitados já sofriam muito com o descaso da PMPA e da pequena parte da populaçao que os maltratava, agora essa transferência traumática, espero que tenham dias melhores por lá. E a falência total do município isso. E nossa sociedade tem muita culpa aí também.

    Curtir

    • Completando, fazer o mesmo com o Prefeito e a Primeira Dama, que se DIZEM defensores dos animais !!!!

      Transporte de traficante sim !

      Fiasco da gestão Fortunati para o mundo !!! Tudo registrado e será lembrado.

      Curtir

  9. Quando vão ter um ajardinamento para o Campo da Várzea, atual Redenção?

    Curtir

  10. Uma atração à menos na redenção. (ironic) Tive uma idéia: porque não construir um cemitério no local? Que aí pelo menos de vez teremos um atrativo para as pessoas irem até lá! (ironic)

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: