O que fazer com estes prédios – Parte 1

Fiz esta relação de prédios que, se demolidos, fariam um enorme bem a cidade de Porto Alegre.

Enrolação na hora de restaurá-los, ou inércia do poder público de tomar alguma providência, ou ainda, simplesmente falta de senso estético e arquitetônico dos proprietários. Todos estes motivos me fazem crer que eles devam ser demolidos para dar lugar a outros projetos/empreendimentos.

1. ESQUELETO

Há quase 60 anos incabado, possuiu vários projetos ao longo do tempo com o intuito de restaurá-lo, alguns até apoiados por este Blog. Não consigo ver mais luz no fim do túnel. Será grande vergonha pra cidade este prédio ainda existir na Copa de 2014 em plena área.

Proposta: demolição em 2012/2013, antes da Copa 2014

2. EX-CINE ASTOR

Antigo cinema de rua de Porto Alegre,  o Cine Astor fica na Rua Benjamin Constant, 1.891, no bairro Floresta. Foi fundado em 1923, com o nome de Cinema Orpheu. Apresentava “funções noturnas”, com músicos e artistas, intercaladas com sessões de cinema. Tinha 1.395 lugares. Em 1963, após uma reforma, recebeu o nome de Cine Astor.  Foi fechado em 1993.  O prédio foi erguido no estilo Eclético, misturando o clássico ao barroco. Por este motivo está listado para tombamento pela prefeitura. Mas tombar uma fachada ? Tenho dúvidas se realmente seria algo de importância.

Proposta: demolição

3. GINÁSIO DA BRIGADA MILITAR

Ginásio de esportes construído às pressas para a UNIVERSÍADE de 1963 (campeonato estilo Olimpíadas, mas entre estudantes universitários de todo o mundo), de forma provisória, tem estética terrível. Construído em esquina super valorizada, Av. Ipiranga com rua Silva Só, é uma afronta à estética da cidade.

Proposta: demolição, venda da área em troca por outra. OU construção pela Brigada de outro ginásio, mais moderno, de acordo com as aspirações da cidade.

4. POSSÍVEL HOSPITAL DA ASSOC. DOS FERROVIÁRIOS DO RS

Esse poderia ser chamado tranquilamente de ESQUELETO 2, tal o tempo em que ele se encontra deste jeito, inacabado. Praticamente há 50 anos.

Estive ali esta semana conversando com uma pessoa que mora em condições precárias no local há 22 anos. Ele me diz que o prédio era pra ser um hospital da Associação dos Ferroviários do RS, há 50 anos.  Após um período de obras paradas, o imóvel passou para a União, Ministério da Fazenda. Houve uma proposta de transformá-lo em prédio de habitações populares, o que seria uma ótima ideia. Mas enquanto essa ideia não evolui, continua esta cicatriz de tijolos e concreto, em plena Rua Barros Cassal, esquina com Av. Farrapos colaborando para a degradação da região.  Além de ser um esqueleto, há um estacionamento irregular funcionando no local há muitos anos.

Proposta: transformação em habitação popular ou demolição.

Coloco estas questões para discutirmos e podermos imaginar uma cidade  mais organizada e com menos esqueletos espalhados a enfeiá-la.

Texto: Gilberto Simon



Categorias:Outros assuntos

28 respostas

  1. Tanto prédio horrível pra essa lista, pra que o Astor? Seu estado nem é tão ruim, os proprietários cuidam bem da fachada. É muito comum em outros países usarem fachadas antigas como fachada de um novo prédio moderno no terreno. Qualquer coisa histórica demolida é desperdício. Me espanta isso vindo de ti.

    Curtir

  2. Um retrofit do esqueleto foi tema de um TCC de Arquitetura… inclusive achei aqui no blog:

    https://portoimagem.wordpress.com/2011/07/29/urgente-retrofit-do-edificio-esqueleto/
    http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1436636

    Acho legal fazer uma reforma nesse nível ao invés de demolir. Aliás, uns quantos que forem demolidos não é de se duvidar que vão virar estacionamento.

    Curtir

    • Eu também acharia muito melhor Bianca, fazer um retrofit e entregar um belo prédio à cidade. Mas do jeito que as coisas andam, a lentidão e a incerteza de tudo, não sei não. Na dúvida, prefiro por abaixo !

      Curtir

  3. Tem mais um… o antigo prédio da Ospa na avenida Independência.

    Curtir

  4. Exagero colocar o Ginásio da Brigada só por causa da estética.
    E fiquem sonhando que a Brigada Militar vai investir pra fazer um ginásio mais de acordo com as “aspirações da cidade”.

    Curtir

  5. Tem o antigo Hospital Santo Antonio que ocupa uma quadra inteira no bairro São Geraldo, ta lá abandonado, poderia também ser demolido. Esses tres prédios citados no post poderiam vir abaixo que não fazem falta, só estão estragando o entorno, se formos para aquela área entre a av. Farrapos e a Voluntários, nossa senhora tinham que fazer uma demolição total na área, tal a quantidade de prédios decrépitos na região.

    Curtir

    • Foi comprado por uma empresa de plano de saude..

      Curtir

    • Aquela região da farrapos é horrível! Ali poderiam mesmo por tudo abaixo e fazer um bairro novo, BEM planejado.
      Mas parece que é difícil por que a maioria daqueles prédios velhos estão em disputa na justiça entre possíveis herdeiros.(isso eu ouvi falar, talvez seja história)

      Curtir

  6. Desculpas, tua foto é tão boa que não reconheci o dito cujo.

    Curtir

  7. Amigo, esqueceu do bendito inacabado, da Marechal Floriano?

    Curtir

  8. Até pouco tempo atraz também poderia ser incluso nessa lista o Hospital Lazzaroto, na Assis Brasil, mas foi demolido e deu lugar a um belo e inovador estacionamento.

    Curtir

  9. Inscrevam as obras na próxima bienal do mercosul

    Curtir

  10. E tem mais ,muito mais .

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: